Notícias

Banca de DEFESA: SIMONE MARCELA DOS SANTOS SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SIMONE MARCELA DOS SANTOS SOUZA
DATA: 11/12/2014
HORA: 14:30
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: As ações de Educação Ambiental em escolas municipais do entorno do Parque Nacional Serra de Itabaiana (PARNASI).
PALAVRAS-CHAVES: Educação ambiental, promoção de saúde, escolas municipais.
PÁGINAS: 122
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

As ações de Educação Ambiental estão contidas no processo de construção de valores, atitudes, competências e habilidades em prol da conservação do meio ambiente e da saúde humana. Na escola, os diretores e os professores tem papel fundamental na tomada de decisão, planejamento, organização, realização e avaliação de ações, podendo em suas práticas relacionar a Educação Ambiental a saúde como uma das formas de promovê-la no ambiente escolar. A presente pesquisa teve como objetivo geral analisar as ações de educação ambiental realizadas em escolas municipais rurais de Itabaiana – SE e sua relação com a promoção da saúde. E como objetivos específicos: a) verificar se as ações de educação ambiental e a promoção da saúde estavam inclusas de modo vinculado no Projeto Político Pedagógico das escolas; b) descrever as características das ações de educação ambiental realizadas em escolas rurais de Itabaiana – SE e a sua relação com a promoção da saúde; e c) observar se as escolas possuíam estrutura para que ocorresse a promoção da saúde. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e caracterizada como exploratória e descritiva. Participaram dez diretores e 73 professores de dez escolas rurais. A primeira etapa da pesquisa constou do levantamento de dados sobre as instituições de ensino junto a Secretaria Municipal de Educação e a segunda de duas visitas de campo às escolas. A visita de campo I teve como objetivo: solicitar a anuência da direção para a realização da pesquisa e o acesso ao Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola; observar e registrar aspectos do ambiente escolar. A visita de campo II objetivou: entregar o Termo de Consentimento Livre Esclarecido (TCLE) aos participantes interessados; realizar a entrevista com os diretores e aplicar o questionário com os professores. Os dados coletados foram submetidos à análise de conteúdo (BARDIN, 2011) e as frequências e porcentagens das categorias calculadas com auxílio do software Excel. A relação das ações de educação ambiental com a promoção da saúde foi identificada em parte dos PPPs analisados. O ambiente escolar apresentou-se adequado, necessitando em algumas escolas de ajustes nos aspectos de reforma, ampliação e disponibilização de produtos de higiene pessoal. Em relação as ações de educação ambiental foram relatadas várias iniciativas envolvendo temas relacionados a promoção da saúde, sendo a maioria de caráter pontual. Também foram relatada necessidade de maior envolvimento da comunidade escolar e externa, disponibilização maior de tempo para que os professores pudessem realizar tais ações e aumento do número de parcerias. Espera-se que os resultados obtidos sirvam de indicadores para o incremento de ações de educação ambiental relacionadas à promoção da saúde nas escolas e suscitem novos estudos sobre o tema.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 3185055 - GICÉLIA MENDES DA SILVA
Externo ao Programa - 1641977 - MARCIO ANDREI GUIMARAES
Presidente - 424732 - MARIA BENEDITA LIMA PARDO
Notícia cadastrada em: 24/11/2014 17:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10673-9ba8510ba