Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: THAIZA MONTEIRO PAZ DE ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THAIZA MONTEIRO PAZ DE ARAUJO
DATA: 18/08/2014
HORA: 10:00
LOCAL: sala 02 - PRODEMA
TÍTULO: POTENCIAL DE CAPTAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA ARMAZENADA EM CISTERNAS NO ALTO SERTÃO SERGIPANO COMO ALTERNATIVA PARA CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO
PALAVRAS-CHAVES: balanço hídrico climatológico; semiárido; tecnologias sociais
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A pesquisa apresenta como problemática geral a reduzida disponibilidade de água, quantitativa e qualitativamente, no município de Poço Redondo, semiárido sergipano, situado às margens do Rio São Francisco mas que, diversamente, não possui abastecimento de água em diversas comunidades. Diante da baixa taxa de pluviosidade, o município se torna dependente de programas assistenciais e do uso de tecnologias sociais para a melhoria do próprio convívio com as características climáticas do semiárido. As tecnologias sociais visam impulsionar medidas de subsídio ao desenvolvimento local envolvendo a comunidade através de um conjunto de técnicas e metodologias. Dentro de um grupo de tecnologias sociais, encontram-se as cisternas que objetivam mitigar as dificuldades de acesso à água e se tornam o reservatório de armazenamento da água coletada da chuva, ou abastecidas por carros-pipa. Entretanto, para não comprometer a saúde dos usuários, a qualidade da água armazenada nas cisternas e disponível ao moradores deve atender aos limites estabelecidos pela Portaria 2914/2011 do Ministério da Saúde, que dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade e, da Resolução 357 do CONAMA que dispõe sobre classificação dos corpos d’água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento e dá outras providências. A partir do exposto, o objetivo geral deste trabalho torna-se a relação da quantidade de chuva com o potencial de captação de água de chuva, e a avaliação da qualidade da água armazenada nas cisternas em referência com os parâmetros legais. Para a obtenção do regime pluvial foram utilizados informações contidas em banco de dados, fornecidos pela EMDAGRO (Empresa de Desenvolvimento Agropecuária do Estado de Sergipe) e através de cálculos, estatística e softwares foi calculado o balanço hídrico climatológico. Para as análises da qualidade da água das cisternas foram coletadas amostras no período de chuva e no de estiagem da região, e analisadas no Laboratório de Química Ambiental da Universidade Federal de Sergipe paras aspectos físico-químicos, e os aspectos microbiológicos foram analisados pelo Instituto Tecnológico e de Pesquisa do Estado de Sergipe (ITPS). Os resultados esperados visam a contribuição à população sobre informações climatológicas da região, auxiliando desta forma, as práticas da captação da chuva e, uma avaliação sobre a qualidade da água consumida pelo sertanejo sergipano contribuindo assim, para as atividades de gestão dos recursos hídricos do estado de Sergipe.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1834882 - ARIOVALDO ANTONIO TADEU LUCAS
Interno - 2579022 - GREGORIO GUIRADA FACCIOLI
Externo ao Programa - 3313144 - MARCIA ELIANE SILVA CARVALHO
Notícia cadastrada em: 14/08/2014 10:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r13123-abfc75de94