A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RENATA MARIA DE ALMEIDA SAMPAIO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RENATA MARIA DE ALMEIDA SAMPAIO
DATA: 28/08/2014
HORA: 11:00
LOCAL: AUDITÓRIO DA PÓS-GRADUAÇÃO PÓLO DE GESTÃO
TÍTULO: (IN)SUSTENTABILIDADE DAS POLÍTICAS TERRITORIAIS NA MICRORREGIÃO DE ESTÂNCIA/SE - uma análise com indicadores socioambientais.
PALAVRAS-CHAVES: Sustentabilidade, Políticas Territoriais,Indicadores
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A finitude dos recursos naturais e a problemática ambiental obrigam a repensar as relações do ser humano, do meio e do envolvimento da população, através de sua prática social, acerca dessas questões. Desse modo, na atualidade, um dos principais desafios das políticas públicas diz respeito à necessidade de fazer com que as atividades produtivas contribuam efetivamente para o aperfeiçoamento das condições de vida da população e protejam o patrimônio biogenético a ser transmitido às gerações futuras. Por conseguinte, tais discussões serão analisadas mediante recurso a indicadores socioambientais visando analisar a (in)sustentabilidade das políticas territoriais na microrregião de Estância, Sergipe. Aliado a esta temática, é desenvolvido um estudo de caráter exploratório com investigação dos fatores que reorganizam a atual configuração espacial dos municípios da microrregião de Estância - Itaporanga d'Ajuda, Estância, Indiaroba e Santa Luzia do Itanhy . A análise proposta será realizada de acordo com a seleção de indicadores socioambientais que apontam as dimensões sócio-institucional, ambiental e espacial. Os indicadores serão verificados a partir do uso de informações secundárias e primárias, quando existentes oferecendo condições para uma análise em conjunto, do progresso geral das dimensões em direção à sustentabilidade. A observação inicial da área de estudo revelou a necessidade de estabelecer caminhos aos interessados em desenvolver melhorias nos municípios da microrregião de Estância, haja vista a insegurança dos produtores rurais pertencentes a esta localidade devido às demandas ainda não atendidas de moso satisfatório face aos resultados das políticas instaladas neste território .



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 279481 - ROSEMERI MELO E SOUZA
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo ao Programa - 2844611 - ANÉZIA MARIA FONSÊCA BARBOSA

Notícia cadastrada em: 12/08/2014 08:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema3.ema3 v3.5.16 -r18160-36a7f68df5