Notícias

Banca de DEFESA: PEDRO ZUCON RAMOS DE SIQUEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PEDRO ZUCON RAMOS DE SIQUEIRA
DATA: 26/02/2014
HORA: 14:00
LOCAL: POLO DE POS-GRADUACAO
TÍTULO: A roça do futuro: agroecologia, campesinato em assentamentos de reforma agrária no território sul de Sergipe.
PALAVRAS-CHAVES: Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, História de vida camponesa, Agricultura Familiar Camponesa, Mística
PÁGINAS: 103
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A roça do futuro é a combinação de tudo que foi deixado como legado por camponeses de todos os tempos, um testamento de anos de luta pela sobrevivência e pela terra. Como projeto daquilo que ainda está por vir e da incompletude permanente que é característica, principalmente, das atividades diretamente relacionadas com as forças da natureza, esse futuro depende de um passado experimentado, com lições aprendidas e técnicas aprimoradas, mas que pode ser inviabilizado, invalidado se não compuser um projeto de sociedade que, como na roça, consiga conjugar o antigo e o avançado, equilibrando a especialização com a diversidade, deixando a dependência para rumar para autonomia. Ainda que em transição do artificialismo para a naturalização dos processos. Neste trabalho a ideia é colaborar com o discurso que enfrenta o modelo agrário hegemônico, por meio da análise do discurso dos camponeses e camponesas com relação ao seu modo de vida, história de luta e suas práticas agroecológicas. O método analítico tem como base a pesquisa-ação onde o ator acadêmico é parte integrante e tem a agroecologia como instrumento de ação e ferramenta de fortalecimento do campesinato em hipótese. O histórico de vida dos camponeses estão reunidos em 4 assentamentos, Carlos Gato composto por 23 famílias, Rosa Luxemburgo com 26 famílias, Paulo Freire, com 24 famílias e 17 de Abril com 30 famílias distribuídos entre Arauá e Estância, região Sul de Sergipe. A percepção do estudo concluiu que as características camponesas têm princípios agroecológicos em suas ações associado à mística e à historia do campesinato no Sul do estado de Sergipe suficiente para construção da roça do futuro.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 388007 - ADAUTO DE SOUZA RIBEIRO
Interno - 1323516 - CRISTIANO WELLINGTON NOBERTO RAMALHO
Interno - 1787443 - EMILIO DE BRITTO NEGREIROS
Externo ao Programa - 2342651 - ERALDO DA SILVA RAMOS FILHO
Externo ao Programa - 3299294 - JOSEFA DE LISBOA SANTOS
Notícia cadastrada em: 03/02/2014 09:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r12712-85cc87cea5