Notícias

Banca de DEFESA: ELIANE ALVES DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELIANE ALVES DOS SANTOS
DATA: 25/04/2013
HORA: 14:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: Dinâmica Socioambiental do Alto Curso da Bacia do Rio Una-PE.
PALAVRAS-CHAVES: Bacia hidrográfica; Geossistemas e Sustentabilidade
PÁGINAS: 101
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Geociências
SUBÁREA: Geografia Física
ESPECIALIDADE: Geomorfologia
RESUMO:

A apreciação do meio socioambiental de um objeto como uma bacia hidrográfica se torna um acréscimo de grande relevância para o contexto social, pois através da análise das suas principais características se tem a visualização de práticas eficientes de gestão ambiental e de desenvolvimento sustentável. O alto curso da bacia hidrográfica do rio Una é uma unidade espacial de grande relevância no contexto socioambiental do estado de Pernambuco, bem como no âmbito regional, e por isso, o seu estudo envolvendo os diversos aspectos da realidade local se constitui de fundamental importância, na medida em que trará ações positivas para a sociedade. Nessa perspectiva, a pesquisa visou analisar a dinâmica socioambiental desse recorte espacial abrangendo informações principalmente a partir de 1990. Para concretização desse e outros objetivos específicos priorizou-se a abordagem Geossistêmica, utilizando-se diversos procedimentos metodológicos, destacando-se o levantamento bibliográfico e cartográfico, além de outras fontes de dados secundários, bem como o levantamento de dados em campo. Os resultados desse estudo mostram que as interferências antrópicas em graus diferenciados no alto curso e na bacia hidrográfica como um todo, marcadas ao longo do tempo configuram diversas fases do seu processo evolutivo que teve início desde o século XVI através do processo de ocupação deixando marcas até os dias atuais de uma estrutura fundiária concentrada e com sérios problemas que refletem no desenvolvimento social da população. Além disso, outros problemas de cunho socioambiental também se sobressaem como a degradação da qualidade da água do curso principal da bacia pela falta de conservação do seu uso e tratamento adequado dos resíduos sólidos e efluentes domésticos de diversas fontes. No mais, conclui-se portanto, que outros problemas observados no desenvolvimento socioeconômico decorre do mau uso dos recursos naturais e manejo do solo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426626 - HELIO MARIO DE ARAUJO
Interno - 4178490 - INAJA FRANCISCO DE SOUSA
Externo ao Programa - 982973 - GENESIO JOSE DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 16/07/2013 09:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r12838-31cfbbda77