Notícias

Banca de DEFESA: MARIANNA MARTINS ALBUQUERQUE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIANNA MARTINS ALBUQUERQUE
DATA: 21/02/2013
HORA: 09:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO:

Indicador de salubridade ambiental (ISA) como instrumento de análise da salubridade do ambiente da comunidade Saramém em Brejo Grande/SE


PALAVRAS-CHAVES:

Desenvolvimento Sustentável. Indicador de Salubridade ambiental. Saneamento e Salubridade Ambiental.


PÁGINAS: 174
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

À luz da dimensão do desenvolvimento sustentável que busca assegurar o direito a um ambiente saudável e a saúde da população através de um saneamento ambiental de qualidade, foi elaborado um estudo sobre a salubridade ambiental da comunidade rural Saramém, no município de Brejo Grande no Estado de Sergipe, tendo como objetivo principal a análise da influência da salubridade ambiental em seu conjunto habitacional e em sua população, através da adaptação do Indicador de Salubridade Ambiental (ISA). O modelo original, utilizado como base desta pesquisa, apresenta-se como um dos principais instrumentos para mensurar a salubridade de um ambiente, permitindo flexibilidade quanto à adaptações ao mesmo. Denominado aqui de ISA/SAR, esta adequação à realidade estudada do modelo de indicador ISA utilizou-se dos seguintes sub-indicadores: Sub-Indicador de Abastecimento de água, Sub-Indicador de Esgotamento Sanitário, Sub-Indicador de Resíduos Sólidos, Sub-Indicador de Saúde Pública, Sub-Indicador de Características da Moradia, Sub-Indicador de Satisfação com a Moradia e o Entorno, Sub-Indicador de Espaço Público Comunitário e Sub-Indicador Sócio-Econômico.  Os dados utilizados para alimentação dos mesmos foram coletados em campo segundo diferentes fontes: numa amostra dos domicílios da comunidade e em órgãos públicos municipais e estaduais. A partir dos resultados obtidos verificou-se que a rede de infraestrutura de saneamento ambiental existente na comunidade Saramém interfere negativamente na mesma, produzindo um ambiente com baixa salubridade, afetando assim a saúde de sua população. Suas principais carências estão relacionadas ao espaço público comunitário, em especial às suas vias, o que somado aos demais fatores voltados ao saneamento ambiental da comunidade, demonstram a urgência de uma intervenção por parte do Poder Público, bem como de uma atitude mais ativa de sua população quanto a compreensão de sua responsabilidade para a manutenção da saúde do ambiente em que habitam e de sua própria.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426314 - JOSE DALTRO FILHO
Externo à Instituição - RITA DE CASCIA AVELINO SUASSUNA
Interno - 555.439.366-72 - RONALDO GOMES ALVIM
Notícia cadastrada em: 20/02/2013 08:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10787-147c949b3