Notícias

Banca de DEFESA: JOSIENE FERREIRA DOS SANTOS LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSIENE FERREIRA DOS SANTOS LIMA
DATA: 19/02/2013
HORA: 15:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DO CULTIVO DA CANA DE AÇÚCAR NAS NASCENTES DO ALTO E BAIXO RIO JAPARATUBA.


PALAVRAS-CHAVES:

Agrotóxico; Bacia Hidrográfica; Conservação da Natureza.


PÁGINAS: 119
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Os fatores mais agravantes no contexto das atividades agrícolas correspondem ao uso indiscriminado da água, de modo que se faz necessário adotar medidas em relação às ações de prejuízos ambientais referentes aos atos predatórios na relação homem/natureza. Abordar temas que envolvam ações do homem sobre a água remete-nos a um complexo desafio, já que são inúmeras as possibilidades de abordagem. Nesse contexto, a pesquisa teve como objetivo principal avaliar a influência do cultivo da cana-de-açúcar nas nascentes das Unidades de Planejamento denominadas Alto e Baixo rio Japaratuba. A pesquisa possuiu caráter qualitativo descritivo exploratório. Para a classificação e estado de conservação das nascentes, foi aplicada a metodologia descrita em Pinto et al. (2004). Foram aplicadas entrevistas em seis órgãos ambientais municipais, aplicação de questionários às comunidades do entorno da cana-de-açúcar, além de análises físico-químicas da água e de resíduos de agrotóxico. As nascentes abordadas e discutidas nesta pesquisa, embora distintas entre si por várias particularidades quanto às estratégias de preservação, apresentam como pontos básicos comuns a presença da cana-de-açúcar, o uso principal na irrigação e pouco trabalho de recuperação. As matas das nascentes ainda preservadas parecem estar sendo “imprensadas”, “sufocadas” pela ação canavieira. Deste modo, propõe-se às indústrias canavieiras um inventário realista, com avaliações de monitoramento de resíduos e áreas de aplicação, objetivando real controle ambiental. Esse acompanhamento elimina qualquer dúvida sobre riscos de poluição e contaminação dos recursos naturais, além do ganho no uso dos resíduos, pois estarão sendo aplicados em doses mais econômicas


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1834882 - ARIOVALDO ANTONIO TADEU LUCAS
Interno - 4178490 - INAJA FRANCISCO DE SOUSA
Externo à Instituição - MARCUS AURÉLIO SOARES CRUZ
Notícia cadastrada em: 18/02/2013 10:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10787-147c949b3