Notícias

Banca de DEFESA: CAMILLA GENTIL SANTANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAMILLA GENTIL SANTANA
DATA: 07/02/2013
HORA: 14:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO:

Caracterização da atividade pesqueira e suas relações com o ambiente no município de Pirambu/SE.


PALAVRAS-CHAVES:

Atividade Pesqueira, Caracterização, Percepção, Fatores de Influência.


PÁGINAS: 113
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A pesca é uma das atividades mais antigas desenvolvida pela humanidade. Com o surgimento de comunidades, vilas e cidades, o homem passou a comercializar os recursos adquiridos da atividade pesqueira. Ao longo da costa brasileira, parcela considerável da população trabalha no setor, seja na pesca artesanal ou na pesca industrial. O município de Pirambu, em Sergipe, tem como principal atividade a pesca. Nesse município a atividade pesqueira caracteriza-se em industrial, do tipo produção capitalista de armadores e embarcados (Diegues, 1983). No entanto, é possível visualizar algumas características da pesca artesanal, como a participação familiar ou comunitária e a transmissão de conhecimentos através da oralidade. De modo a compreender a pesca a partir da comunidade local, através de suas percepções a respeito da atividade e relações com o ambiente, o presente trabalho objetivou analisar as características da atividade pesqueira e suas relações com alterações ambientais segundo o relato de pescadores, marisqueiras e gestores do município de Pirambu/SE. Para tanto, teve como objetivo caracterizar a atividade pesqueira segundo pescadores, marisqueiras e gestores no município de Pirambu/SE, analisar as condições de trabalho e como são avaliadas pelos pescadores, marisqueiras e gestores; e buscou-se também identificar alterações no ambiente relacionadas à atividade pesqueira e a outros fatores, segundo esses participantes. A metodologia utilizada apresentou abordagem qualitativa e caráter exploratório-descritivo. Como forma de coleta de dados, foram realizadas entrevistas com pescadores, marisqueiras e gestores a respeito das condições de trabalho e sua percepção sobre o ambiente e alterações no mesmo, bem como sobre a influência dos fatores externos à atividade e anotações em diário de campo. Os resultados obtidos indicaram que ainda hoje, a pesca constitui a principal atividade econômica do município, com parcela significativa da população envolvida na atividade. Entretanto, houve relatos sobre vários problemas enfrentados por pescadores e marisqueiras quanto as condições de trabalho, como por exemplo, a estrutura física do entreposto pesqueiro, a baixa remuneração e os danos à saúde. Em Pirambu, há uma forte divisão sexual de trabalho, com uma naturalização de “inferioridade” do trabalho feminino. Entre os fatores de influência na pesca levantados a partir dos relatos, a degradação da bacia do rio Japaratuba é o principal fator limitante à atividade.  Todavia, em contrapartida à sua importância para a cidade, a pesca não tem sido tratada como prioridade pelos governantes, pois não se identificaram investimentos e/ou ações voltadas para melhorias da atividade.  


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 3185055 - GICELIA MENDES DA SILVA
Externo ao Programa - 2635749 - JULIANA SCHOBER GONCALVES LIMA
Presidente - 424732 - MARIA BENEDITA LIMA PARDO
Notícia cadastrada em: 06/02/2013 09:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10673-9ba8510ba