A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SUELY MORAES ALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SUELY MORAES ALVES
DATA: 24/11/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferencia
TÍTULO: Desenvolvimento de Sistemas Estabilizados por Tensoativos para a Administração Tópica de Lapachol no Tratamento de Leishmaniose
PALAVRAS-CHAVES: Leishmaniose, lapachol, diagrama de fases, administração tópica.
PÁGINAS: 35
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A leishmaniose é uma doença infecciosa negligenciada no mundo, causada peloprotozoário do gênero Leishmania. Se manifesta em duas formas principais, tegumentar(cutânea ou mucocutânea) e visceral, popularmente conhecida como calazar. Otratamento através de medicamentos tem longa duração, alto custo e efeitos adversos.Uma alternativa seria o uso de produtos naturais como o lapachol, que possuipropriedades anticancerígenas, antiinflamatória, anti-leishmanicida. Entretanto, olapachol tem baixa biodisponibilidade oral, sendo interessante para aplicação tópica.Assim, este trabalho tem como objetivo obter e caracterizar formulações a partir desistemas estabilizados por tensoativos para a administração tópica do lapachol notratamento de leishmaniose. As formulações foram preparadas por meio do diagrama defase, utilizando água destilada, Citrus sinensis, Tween 20, Cremophor, como tensoativoe cotensoativo, respectivamente, que foram combinados na proporção de 1:1 e 2:1.Sendo descartadas as formulações que apresentaram aspectos opacos ou separação defases. Desta forma, duas formulações do diagrama de proporção 2:1 foram selecionados.O lapachol foi incorporado na concentração de 6 mg/mL, em cada formulação, sendoum valor fixo de concentração, com a finalidade de avaliar a influência do fármaco nossistemas selecionados. A caracterização estrutural das formulações foi realizada pormeio de análises de microscopia de luz polarizada (MLP), reologia, tamanho departícula e índice de polidispersão. As formulações obtidas apresentaram-setransparentes e termodinamicamente estáveis com tamanho de gotícula e índice depolidispersão aparentemente microemulsão. As formulações apresentaram-seisotrópicas na MLP, uma vez que, as propriedades reológicas do sistema apresentaramcomportamento característico pseudoplástico, resultados promissores paraadministração tópica. Para completar e melhorar o estudo, serão realizados ensaiosbiológicos, afim de avaliar o perfil de permeação e eficácia do lapachol sobre ossistemas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AMANDA MENDONÇA BARROS COSTA
Interno - 2228579 - RENATA CRISTINA KIATKOSKI KAMINSKI
Presidente - 1658460 - VICTOR HUGO VITORINO SARMENTO

Notícia cadastrada em: 04/11/2021 08:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r18966-bf93dfabd7