A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARÍLIA ALANA COSTA DE JESUS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARÍLIA ALANA COSTA DE JESUS
DATA: 24/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala remota - Google Meet
TÍTULO: Estatísticas de formação de professores das ciências naturais no contexto do PIBID/CAPES
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de ciências da natureza; formação de professores; políticas públicas
PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Introduz-se o estudo por meio de um levantamento histórico sobre os desafios da formação de professores das ciências naturais e da matemática. Posteriormente, apresenta-se a organização dos três artigos que compõem o texto dessa dissertação, cada um versando sobre um curso de licenciatura. A base teórica enumera as diversas políticas públicas voltadas à formação de professores do século atual, destacando-se o PIBID/CAPES. Em seguida, aprofunda-se a discussão sobre a evasão nos cursos de licenciatura, observando-se que as principais causas. Os procedimentos metodológicos estão divididos em duas etapas. A primeira trata-se de uma pesquisa quantitativa, documental realizada nas Sinopses Estatísticas do Ensino Superior publicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, tendo a estatística descritiva como técnica de análise de dados. A segunda compreendeu um estudo qualitativo com uma amostragem não-probabilística de professores coordenadores de área do PIBID/CAPES e professores coordenadores de curso de licenciatura. O instrumento de coleta de dados foi a entrevista semiestruturada e a técnica de análise de dados, a Análise Temática de Bardin (2016). Os resultados apontam que as vagas ociosas do curso de Licenciatura em matemática aumentaram de 54% (em 2000) para 60% (em 2009) e uma redução para 45% (em 2019), enquanto que o número de vagas se reduziu 21%. A evasão subiu de 37% (em 2007) para 66% (em 2019) na modalidade presencial ao mesmo tempo em que os participantes da pesquisa entrevistados afirmaram que o programa foi capaz de reduzir a evasão por motivos diversos. Ou seja, os achados da pesquisa quantitativa vão de encontro àqueles obtidos na pesquisa qualitativa. O curso de Licenciatura em Ciências Naturais apresentou uma redução de 73% das vagas, com uma ociosidade de 32% e 36% nas modalidades presencial e distância. Além disso, o número de ingressos na modalidade presencial se reduziu 77%. Outro achado foi a redução de 59% do número de concluintes nos cursos presenciais público e 99,6% no presencial privado. A taxa de evasão, por sua vez, variou de 39% a 60% na modalidade presencial. E o curso de Licenciatura em Física teve um terço das vagas presenciais e mais de 90% das vagas a distância ociosas no período investigado. No setor privado presencial houve um aumento dos concluintes de 12% ao mesmo tempo em que as matrículas se reduziram 26%. Além disso, essa licenciatura apresentou taxas de evasão alarmantes, tal que do total de concluintes, apenas 18% obtiveram seus diplomas na modalidade à distância, sendo que o total de concluintes representou apenas 7% das vagas ofertadas em todas as modalidades e redes de ensino.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - Eduardo Oliveira Ribeiro de Souza
Interno - 1881178 - MARCOS VINICIUS MEIADO
Presidente - 1717002 - RENATO SANTOS ARAUJO

Notícia cadastrada em: 04/08/2021 23:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r18966-bf93dfabd7