Notícias

Banca de DEFESA: TAYARA BARRETO DE SOUZA CELESTINO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TAYARA BARRETO DE SOUZA CELESTINO
DATA: 26/04/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Reuniões do PPGCULT
TÍTULO: Encantos da passagem: ressonâncias da fabricação de Arthur Bispo do Rosário no universo das culturas populares em Japaratuba/SE.
PALAVRAS-CHAVES: Culturas Populares. Arthur Bispo do Rosário. Japaratuba. Ressonância. Fabricação.
PÁGINAS: 167
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A dissertação Encantos da passagem: ressonâncias da fabricação de Arthur Bispo do Rosário no universo das culturas populares em Japaratuba/SE compreendeu as ressonâncias da fabricação da memória de Arthur Bispo do Rosário no universo das culturas populares da cidade de Japaratuba, Sergipe; apresentou os espaços que mantêm referências diretas a esta memória na cidade; descreveu as estratégias mobilizadas em prol da monumentalização do artista no universo das culturas populares; revisou a literatura a respeito da trajetória de vida, criação artística e inserção de Bispo no cenário da arte nacional e; compreendeu a forma como se deram as ressonâncias da fabricação de Bispo em meio ao universo das culturas populares, discutindo sobre questões que favorecem a visibilidade de grupos populares locais ou que, em outros momentos, impõem obstáculos à patrimonialização de suas próprias culturas, saberes e fazeres. Partindo dos lugares de memória, Espaço Cultural Arthur Bispo do Rosário (monumento), Memorial Histórico de Japaratuba e Casa da Juventude Arthur Bispo do Rosário, foi possível identificar sujeitos, jovens, adultos e idosos, homens e mulheres, que têm suas vidas ligadas ao universo das culturas populares. Foi conduzido trabalho etnográfico, seguindo a cronologia das festas, descrevendo os episódios conforme a sucessão dos dias, prezando pelo rigor na contextualização das descrições, que, posteriormente foram integradas com conteúdos analíticos, deixando-se separados descrição de análise, e descrevendo-se apenas o que foi vivido com intensidade pela pesquisadora, eliminando-se repetições de descrição. Durante a fase de etnografia, foram mantidos novos diálogos informais com brincantes e populares, numa abordagem direta a respeito de suas percepções e obtidos relatos com gravações de falas públicas, veiculadas em dois palcos, durante três semanas seguidas. A fim de captar obstáculos de patrimonialização das culturas destes sujeitos, foram analisados os relatos e resíduos de relatos, correspondendo às falas públicas de participantes das festas e às letras das cantigas do cacumbi que estavam na base das apresentações dos grupos. Por fim, foram apontados caminhos de superação dos obstáculos às patrimonializações, entendidos como outras ressonâncias de Arthur Bispo do Rosário possíveis de serem alcançadas em Japaratuba.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2051862 - CLOVIS CARVALHO BRITTO
Interno - 1623728 - NEILA DOURADO GONCALVES MACIEL
Externo à Instituição - RAFAEL LINO ROSA
Notícia cadastrada em: 25/03/2019 10:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r13092-8d67585eaa