A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: ARLENE DOS SANTOS LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARLENE DOS SANTOS LIMA
DATA: 19/07/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório 2 do Departamento de Zootecnia/UFS
TÍTULO: Uso de Produtos Homeopáticos na Alimentação de Suínos nas Fases de Crescimento e Terminação
PALAVRAS-CHAVES: desempenho; homeopatia; qualidade de carcaça; suinocultura; parâmetros sanguíneos
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

Estudos e inovações sobre produtos homeopáticos, fitoterápicos, simbióticos e outros aditivos têm se destacado a fim de substituir ou diminuir o uso de promotores de crescimento em todas as fases. Contudo, mesmo com a comprovação dos benefícios de muitos destes produtos, ainda existem vários compostos a serem testados, em especial os produtos homeopáticos. Diante disto, foi conduzido um experimento visando avaliar a inclusão de dois produtos homeopáticos na alimentação de suínos nas fases de crescimento e terminação e seus efeitos sobre o desempenho, parâmetros sanguíneos, características da carcaça e a qualidade da carne. Foram utilizados 60 suínos machos inteiros, imunocastrados aos 60 e aos 30 dias antes do abate, com peso médio inicial de 30,9 ± 2,1 kg. Os animais foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, dentro de dois tratamentos, 10 repetições e três animais por unidade experimental. Os tratamentos consistiram em uma dieta controle e uma dieta controle mais a inclusão de 3,0kg/tonelada de cada um dos produtos. O desempenho dos animais foi avaliado em quatro fases produtivas e também durante o período total do experimento. As características avaliadas foram: desempenho; níveis de uréia plasmática e das enzimas alanino aminotransferase e aspartato aminotransferase; qualidade e quantidade de carne e rendimento de carcaça. Não houve diferença entre tratamentos para os parâmetros de desempenho (P≥0,05) nos períodos dos 30 aos 50 kg e dos 69 aos 100 kg; porém, houve aumento na concentração de ALT (P=0,04) e de AST (P=0,04), respectivamente, com a inclusão dos produtos homeopáticos. Contudo na fase de crescimento II observou-se maior ganho de peso (P=0,03) e melhor conversão alimentar (P=0,04) nos animais que consumiram os produtos homeopáticos. No período dos 100 aos 136 kg, o consumo de ração foi menor (P=0,03) para o tratamento com adição de produtos homeopáticos, refletindo em melhor conversão alimentar. Quanto às características de carcaça, foi observado maior percentual de músculo (P=0,04) e maior grau de marmoreio (P=0,04) nos animais que receberam adição de produtos homeopáticos. Sobre as enzimas AST e ALT, não houve influência dos tratamentos no período de 69 aos 100 kg e dos 100 aos 136 kg. Conclui-se que os produtos homeopáticos utilizados melhoraram o desempenho dos animais na fase de crescimento e a qualidade e quantidade de carne na fase de terminação.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1996023 - GREGORIO MURILO DE OLIVEIRA JUNIOR
Externo ao Programa - 1898060 - PATRICIA DE AZEVEDO CASTELO BRANCO DO VALE
Externo à Instituição - PAULO LEVI DE OLIVEIRA CARVALHO
Externo à Instituição - WILAMS GOMES DOS SANTOS

Notícia cadastrada em: 18/06/2018 17:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18160-36a7f68df5