A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARISA SILVA BASTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARISA SILVA BASTOS
DATA: 07/03/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Mini-auditório do PROZOOTEC no Departamento de Zootecnia
TÍTULO: EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO DE CANELA NA DIETA DE CODORNAS EM FASE DE POSTURA
PALAVRAS-CHAVES: canela, antioxidante, expressão gênica, lipoproteínas, produção de ovos
PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

A fase de postura exige intensa atividade do organismo das aves, e para que a produção seja eficiente é necessário que haja equilíbrio no metabolismo como um todo. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho produtivo, a morfometria dos órgãos, atividade antioxidante, marcadores do estresse oxidativo, e parâmetros sérico do metabolismo lipídico e a expressão dos genes: superóxido dismutase (SOD), glutationa peroxidase 7 (GPx7), acetil-CoAcarboxilase (ACC), ácido graxo sintase (FAS), apolipoproteína A-I (APOA-I), e apolipoproteína B (APOB), no fígado de codornas japônicas em fase de postura alimentadas com dietas com adição de 9g/kg de canela em pó e sem adição de canela. Foram utilizadas 144 codornas japônicas (Coturnix japonica) com idade inicial de 15 semanas, distribuídas em dois tratamentos (dieta basal sem suplementação de canela e dieta basal mais suplementação de 9g/kg de canela em pó). Ao final do período experimental proposto, seis animais de cada tratamento foram eutanaseados por deslocamento cervical, o sangue foi coletado e os órgãos pesados. Tecidos do fígado e ovário foram coletados para extração de RNA e análise enzimáticas. O cDNA foi amplificado usando primers específicos para os genes analisados pela qRT-PCR. Observamos efeito significativo da inclusão de 9g/kg de canela em pó na ração para codornas de postura sobre o peso do pâncreas (P=0,0418), peso do intestino (P=0,0209) e peso do ovário (P=0,0389). Aves do tratamento SC apresentaram maior peso de pâncreas e de intestino do que aves do tratamento CC. Maior peso de ovário foi observado nas aves do tratamento CC. Para as características de produção de ovos avaliadas, foi observada diferença significativa na conversão alimentar por massa de ovo (CA/MASSA, P=0,0122 ); as aves do tratamento SC apresentaram valor de conversão alimentar por massa de ovo maior (2,49167g/g) que as do tratamento CC (2,42667g/g). Observamos efeito dos tratamentos sobre a atividade plasmática da CK (P=0,0169); maior atividade foi observada nas aves do tratamento sem canela (SC). Animais do tratamento com inclusão de 9g/kg de canela na dieta apresentaram maior atividade de ALT, e maior conteúdo de triglicerídeos, ácido úrico e VLDL. Houve efeito significativo da adição de canela à dieta sobre a quantidade de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) (P=0,0158) e sobre a atividade da enzima catalase (CAT) (P=0,0033) no fígado das aves. As aves do tratamento SC apresentaram valores superiores (0,118 nmoles/mg de PTN e 4,585 H2O2/min/mg de PTN) às do tratamento CC (0,086 nmoles/mg de PTN e 2,298 H2O2/min/mg de PTN) para TBARS e CAT, respectivamente. A expressão de mRNA FAS, ACC e APOA foi maior no tratamento com adição de canela (36,03, 31,33, 803,9, respectivamente). Houve diferença significativa na expressão de mRNA SOD (P=0,0074) e GPx 7 (P= 0,0001 ) entre os tratamentos. As aves alimentadas com adição de 9g/kg de canela na dieta apresentaram maior expressão de SOD e GPx7 que os animais do tratamento sem adição de canela. A suplementação de canela em pó na dieta de codornas em fase de postura torna a produção de ovos mais eficiente por promover equilibro no organismo através da atividade antioxidante e modulação da expressão de genes relacionados aos sistemas de defesa antioxidante e metabolismo lipídico.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2229398 - ANA PAULA DEL VESCO
Interno - 1699576 - CLAUDSON OLIVEIRA BRITO
Externo ao Programa - 045.415.164-03 - CLÁUDIA DA COSTA LOPES
Presidente - 2579494 - LEANDRO TEIXEIRA BARBOSA

Notícia cadastrada em: 06/03/2017 17:14
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e