A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NARJARA RODRIGUES GENTIL

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NARJARA RODRIGUES GENTIL
DATA: 30/05/2016
HORA: 08:00
LOCAL: Mini-auditório do PROZOOTEC
TÍTULO: ESCORE DE CONDIÇÃO CORPORAL POR MEIO DE MENSURAÇÃO DA ESPESSURA DE GORDURA SUBCUTÂNEA GUIADA POR ULTRASSOM EM VACAS MESTIÇAS DURANTE O PERÍODO DE TRANSIÇÃO E FASE INICIAL DE LACTAÇÃO
PALAVRAS-CHAVES: Avaliação; reserva energética; mobilização
PÁGINAS: 45
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
ESPECIALIDADE: Criação de Animais
RESUMO:

Objetivou – se com esse trabalho verificar por meio de mensurações de espessura de gordura subcutânea na garupa (EGG) se o ECC, utilizado para vacas holandesas, é um método adequado para avaliar a quantidade de tecido adiposo em vacas mestiças (Holandês – Zebu) durante o período de transição e fase inicial de lactação. A coleta de dados ocorreu em propriedades rurais com manejos e condições ambientais semelhantes. Um total de 111 vacas leiteiras mestiças foram escolhidas aleatoriamente e divididas em três grupos de acordo com sua fase de lactação naquele momento: Grupo 1 (-30 - 0 dias pré – parto; n=33 animais); grupo 2 (1 – 30 dias pós - parto; n = 15 animais); grupo 3 (31 -100 dias pós – parto; n=62 animais). A média de produção de leite dos animais foi de 15,4 ± 9,5 kg. Todos os animais foram pontuados em relação ao ECC, tomando como base a escala de cinco pontos. A espessura de gordura subcutânea na garupa (EGG) dos animais foi obtida com o auxilio do ultrassom, onde as imagens geradas foram armazenadas para posteriormente serem analisadas e mensuradas por meio do software IMAGEJ®. O peso vivo (PV) dos animais também foi registrado. Análises de correlação e regressão foram usadas para descrever a relação entre as variáveis estudadas, e também para desenvolver modelo de regressão mais adequado aos dados. A análise de variância mostrou que houve diferenças significativas (P<0,05) entre os três grupos para as três variáveis (ECC, EGG e PV). A variável PV apresentou uma fraca correlação com as variáveis ECC e EGG, com r = 0,28 e r = 0,38 respectivamente. Nos grupos 1 e 3 houveram fortes e diretas correlações entre as variáveis EGG (dependente) e ECC (independente), com r = 0,78 e r = 0,71 respectivamente. Já no grupo 2, não houve correlação, com r = - 0,046. Os coeficientes de determinação dos grupos 1 e 3 foram de R² = 0,61 e R² = 0,51 respectivamente, enquanto do grupo 3 foi R² = 0,002. Os resultados desse estudo apontaram que o ECC é um bom preditor das reservas corporais de vacas leiteiras mestiças a partir dos 30 dias pré – parto e entre 31 e 100 pós – parto.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1645905 - ANSELMO DOMINGOS FERREIRA SANTOS
Externo à Instituição - CAMILA THIARA GOMES CARVALHO
Interno - 2176639 - VERONALDO SOUZA DE OLIVEIRA

Notícia cadastrada em: 06/05/2016 23:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema1.ema1 v3.5.16 -r18160-36a7f68df5