A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ARNALDO DANTAS BARRETO NETO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARNALDO DANTAS BARRETO NETO
DATA: 14/08/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 01 POSGRAP
TÍTULO: Uso de algoritmos evolucionários para otimizar esquemas de acasalamento em ovinos da raça Santa Inês
PALAVRAS-CHAVES: acasalamento seletivo, otimização, ovinos
PÁGINAS: 24
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

O melhoramento genético dos ovinos no Brasil necessita incorporar novas tecnologias, para aumentar o ganho genético anual a longo prazo. A Raça Santa Inês conta com programas de avaliação genética e determinação de valores genéticos (DEPs) utilizando preditores BLUP, entretanto alguns estudos alertam para o pequeno tamanho efetivo da população recomendando o monitoramento da evolução do grau de relacionamento intra populacional para evitar perdas de variabilidade genética e depressão por consaguinidade, fenômenos que podem impactar no ganho genético.

A teoria da contribuição genética possibilitou a unificação das etapas de seleção e acasalamento em um único passo e adicionalmente, trouxe a possibilidade de, simultaneamente, exercer um controle sobre a evolução da coancestralidade nas gerações seguintes. O uso de algoritimos evolucionários possibilitaram introduzir, além dos aspectos ligados ao valor genético e consanguinidade, outras retrições como o número de fêmeas que podem ser acasaladas por determinado macho ou limitações geográficas de uso dos reprodutores.

O método foi aplicado a um banco de dados com valores genéticos e matriz de parentesco de ovinos do programa de Melhoramento Genético da Raça Santa Inês – ASCOO/USP, utilizando o software EVA, utilizando diferentes graus de penalidade para a evolução da consanguinidade, usando ou não os valores genéticos, para simular o acasalamento seletivo. Os resultados foram comparados entre si e com o acasalamento ao acaso. Concluiu-se pela sua utilidade para otimaizar o ganho genético, com controle da coancestralidade, e submissão de algumas retriçoes.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1741133 - ALCIGEIMES BATISTA CELESTE
Interno - 1366651 - GLADSTON RAFAEL DE ARRUDA SANTOS
Presidente - 2579494 - LEANDRO TEIXEIRA BARBOSA

Notícia cadastrada em: 13/08/2014 19:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema3.ema3 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e