Notícias

Banca de DEFESA: SHARLENE SOUZA PRATA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SHARLENE SOUZA PRATA
DATA: 27/09/2013
HORA: 16:00
LOCAL: Sala de aula do PPGS
TÍTULO: RELAÇÕES SOCIAIS DE GÊNERO E DIVISÃO SEXUAL DO TRABALHO: UM ESTUDO DA INFORMALIDADE NA FEIRA DAS TROCAS EM ARACAJU
PALAVRAS-CHAVES: Trabalho. Gênero. Divisão Sexual do Trabalho. Informalidade. Feira das Trocas.
PÁGINAS: 137
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Outras Sociologias Específicas
RESUMO:

As relações de trabalho nas últimas décadas foram marcadas por uma série de mudanças condicionadas pelo processo de reestruturação produtiva, cujos efeitos são visualizados por meio da informalidade, flexibilização e precarização das condições de trabalho. Diante desse cenário buscou-se analisar neste estudo as relações sociais de gênero no trabalho informal na Feira das Trocas em Aracaju-SE, atribuindo-se especial destaque, a configuração assumida pela divisão sexual e a precarização que incide, especialmente, sobre a mão-de-obra feminina, frente às transformações que o mundo do trabalho vem atravessando. Neste contexto, observa-se ascensão do número de mulheres no mercado de trabalho, situação também identificada em âmbito nacional, como também no campo empírico dessa pesquisa. É evidente o aumento do número de trabalhadoras na Feira das Trocas nos últimos anos. Para tanto foram realizadas 15 entrevistas semiestruturadas ou não-diretivas com comerciantes da Feira das Trocas, dentre estas, 8 mulheres e 7 homens. Do mesmo modo, também se elaborou um levantamento de alguns indicadores socioeconômicos. Os resultados alcançados demonstram que as mulheres ainda estão submetidas a uma divisão sexual do trabalho assimétrica, visto que elas são responsabilizadas quase que exclusivamente pelas tarefas domésticas dentro dos seus lares, bem como as atividades que elas exercem fora de casa também estão vinculadas diretamente àquelas atribuições tidas como femininas, isto é, extensão dos afazeres domésticos. Contudo queremos também enfatizar algumas alterações que sinalizaram para uma nova fase do trabalho das mulheres, muito embora esta não seja suficiente para que visualizássemos uma ruptura com a chamada “sexualização das ocupações”.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ADA AUGUSTA CELESTINO BEZERRA
Presidente - 426266 - MARIA HELENA SANTANA CRUZ
Interno - 3316721 - PERICLES MORAIS DE ANDRADE JUNIOR
Notícia cadastrada em: 12/09/2013 08:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10787-147c949b3