A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GEOVANNA PIRILLO CARNEVALLE DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEOVANNA PIRILLO CARNEVALLE DOS SANTOS
DATA: 20/09/2022
HORA: 09:30
LOCAL: a combinar
TÍTULO: ASPECTOS DA NECROPOLÍTICA NA OBRA CINEMATOGRÁFICA DE KLEBER MENDONÇA FILHO
PALAVRAS-CHAVES: cinema brasileiro, necropolítica, etnocartografia
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Cinema
RESUMO:

As produções fílmicas de Kleber Mendonça Filho, como o próprio coloca¹, tem um caráter crônico de relatar aspectos vitais da sociedade brasileira. Partindo desse princípio, nosso objetivo é adentrar nesses filmes, enquanto campo, fazendo uma observação etnocartográfica desse território, perscrutando aspectos da necropolítica ali presentes. Observa-los nesses filmes, é como observá-los na estrutura social, econômica, cultural e subjetiva do nosso país. A necropolítica consiste em assumir a permanência de um estado de exceção para um recorte populacional. Ela se mune de falácias cientificas e raciais para perpetuar um regime de morte, incitando medo e violência, em nome de perpetuar um sistema econômico e geopolítico que consome vidas com senso de descartabilidade. Para prestar tal observação de como esse conceito é difundido, contaremos com diversos autores, especialmente Achille Mbembe, Michel Foucault, Marilena Chaui e Jessé Souza. Os filmes O som ao redor (2012), Aquarius (2016) e Bacurau (2019) são aqui os principais campos de estudo para as questões citadas, que emolduraram nas telas de cinema do Brasil e do mundo provocações vitais para nosso processo de conscientização e, portanto, resistência de violências cíclicas e ativas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1692380 - ANA ANGELA FARIAS GOMES
Interno - 1292151 - HAMILCAR SILVEIRA DANTAS JUNIOR
Interno - 1693029 - CARLOS EDUARDO JAPIASSU DE QUEIROZ

Notícia cadastrada em: 08/09/2022 13:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema3.ema3 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e