Notícias

Banca de DEFESA: ADRIANA ALVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADRIANA ALVES
DATA: 30/07/2021
HORA: 08:30
LOCAL: google meet
TÍTULO: POVOADO AREIA BRANCA, EDUCAÇÃO AMBIENTAL E POLUIÇÃO HÍDRICA NO RIO VAZA BARRIS: A AÇÃO DOS PESCADORES "ANJOS DO RIO"
PALAVRAS-CHAVES: Educação Ambiental; Pescadores Artesanais; Anjos do Rio; Cidadania Ambiental.
PÁGINAS: 198
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A Educação Ambiental realizada pelos pescadores integrantes do grupo Anjos do Rio constitui um processo de conscientização permanente sobre os problemas ambientais, mais precisamente, aqueles derivados dos resíduos sólidos lançados no rio Vaza-Barris, que margeia o povoado Areia Branca, localizado na zona sul da cidade de Aracaju, Estado de Sergipe. Esse perímetro do rio Vaza-Barris compõe o universo da pesquisa. Tendo em vista esse problema, esta pesquisa partiu da pedagogia freireana com o intuito de estabelecer uma relação dialógica com as ações dos pescadores, tematizando a realidade socioambiental de cada indivíduo, mediante a prática transformadora da ação coletiva do grupo Anjos do Rio. É no íntimo dessa relação que se manifesta a discussão ambiental, com reflexões, questionamentos e dúvidas sobre a forma como ela vem se estabelecendo. Deste modo, o presente estudo tem por objetivo geral estudar os problemas socioambientais desse corpo hídrico e a atuação dos sujeitos envolvidos na ação transformadora de combater a poluição de suas águas, num processo de conscientização permanente sobre os problemas ambientais. Corroborando com a perspectiva dialogal, esta investigação visa destacar o mundo vivido pelos pescadores, por isso, empregamos a fenomenologia husserliana, haja vista esta possibilitar a ênfase na sabedoria popular frente aos acontecimentos que se manifestam no mundo vivido e compartilhado pelos sujeitos da pesquisa. Nessa imersão, foram entrevistados 4 membros do grupo Anjos do Rio, momento de escuta e de diálogos acerca dos relatos de vida e das ações transformadoras desses sujeitos. Além desse momento dialógico sobre as vivencias desses pescadores, foi realizada a revisão bibliográfica de obras que tratam das temáticas em questão, sendo livros, artigos, periódicos, monografias, dissertações de mestrado e teses de doutorado das bases de dados das bibliotecas da UFS, de banco de dados do Repositório da UFS e do Google Acadêmico. Com efeito, foi possível observar a sensibilidade do olhar sobre o rio a partir da valorização da verdadeira prática educativa, realizada pelos pescadores, sendo eles os sujeitos protagonistas críticos e participativos, identificando as problemáticas ambientais e propondo o gerenciamento coletivo desses problemas e o resgate da subjetividade na formação de sujeitos ecológicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1190318 - NUBIA DIAS DOS SANTOS
Interno - 1362555 - MARIA DO SOCORRO FERREIRA DA SILVA
Interno - 2571094 - LAVINIA TEIXEIRA DE AGUIAR MACHADO
Externo ao Programa - 2632236 - MARCELO DE SANTANNA ALVES PRIMO
Externo ao Programa - 1048560 - ALINE LIMA DE OLIVEIRA NEPOMUCENO

Notícia cadastrada em: 13/07/2021 17:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r16104-201f40f5e2