Notícias

Banca de DEFESA: WELLINGTON PEREIRA RODRIGUES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WELLINGTON PEREIRA RODRIGUES
DATA: 17/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala virtual do Google Meet - defesa remota
TÍTULO: O SOFTWARE SCHISTOSOMA TECH 2.0 COMO ESTRATÉGIA DE MONITARAMENTO DO Schistosoma mansoni NO MUNICÍPIO DE LAGARTO (SE)
PALAVRAS-CHAVES: Condicionantes Socioambientais. Schistosoma mansoni. Saúde.
PÁGINAS: 142
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A esquistossomose é uma das poucas endemias que acompanha a humanidade até os dias atuais. É endêmica tanto em países com baixo desenvolvimento como em países com alto desenvolvimento. A pesquisa tem como objetivo analisar os condicionantes socioambientais relacionados ao Schistosoma mansoni criando um software que agregue tais condicionantes para o monitoramento desta endemia no município de Lagarto (SE). Foram selecionados 5 povoados para a pesquisa aos quais mostraram maiores índices, sendo eles: Jenipapo, Brasília, Araçá, Araçá I e Araçá II. Assim, o método hipotético-dedutivo consistiu em perceber a organização dos problemas, e contradições no conhecimento prévio ou em teorias existentes. Optou-se para otimização dos resultados a utilização da abordagem metodológica qualiquantitativa, sendo que os dados quantitativos se limitaram aos aspectos populacionais relacionados à quantidade de infecções pelos moradores residentes das localidades. Necessitou de uma amostragem probabilística em que o balanço houve uma base no quantitativo de pessoas para a aplicação das entrevistas. Após os dados coletados fora pensando na construção de um produto tecnológico para melhorasse a inclusão de dados de forma segura, contribuindo para a criação dos mapas geoestatísticos. Os resultados que foram obtidos no decorrer do estudo foram demonstrados pelas figuras, desdobrando-se na criação do software para alimentação dos dados de forma mais rápida, didática e organizada sobre as doenças de veiculação hídrica, com foco na esquistossomose. Este produto poderá ser disponibilizado nas unidades básicas de saúde como nos centros de controles de zoonoses e endemias, podendo qualquer pessoa o manusear a inclusão de dados referentes a cada local pesquisado, desde povoados, municípios, cidades, entre outros. Por fim, foi possível analisar cada variável separadamente de cada povoado, após o georreferenciamento ou coordenadas geográficas das localidades, podendo assim elaborar mapas georreferenciados que demonstrem os riscos de difusão da doença nos povoados estudados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3313144 - MARCIA ELIANE SILVA CARVALHO
Interno - 929.666.085-87 - ALBERLENE RIBEIRO DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 426626 - HELIO MARIO DE ARAUJO
Externo à Instituição - KATIA VIANA CAVALCANTE
Externo à Instituição - FELIPPE PESSOA DE MELO

Notícia cadastrada em: 12/07/2021 16:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r16104-201f40f5e2