A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: LICINIO LUIZ LIRA ANTUNES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LICINIO LUIZ LIRA ANTUNES
DATA: 31/08/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Sistema remoto.
TÍTULO: CANDOMBLÉ: COMENSALIDADE, TROCAS E MANUTENÇÕES PARTILHADAS COMO DÁDIVA PARA O COLETIVO SAGRADO DO ALAROKÊ EM SÃO CRISTÓVÃO – SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Mesas; Trocas; Alimento; Comensalidade; Estrutura em Rede.
PÁGINAS: 153
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Teologia
SUBÁREA: Teologia Sistemática
RESUMO:

Este trabalho tem por finalidade investigar um fenômeno produzido pelo ser humano-religioso, denominado de Comensalidade, a qual aparece como principal dádiva para a geração e manutenção do Coletivo Sagrado presente no Candomblé, realizado na experiência interior do terreiro de Candomblé Alarokê, localizado no estado de Sergipe. Partindo das investigações de textos clássicos e atuais sobre o tema, oriundos do campo histórico, antropológico e da Ciência da Religião, além de levantamentos dos dados empíricos obtidos no campo de pesquisa, estes, em – locus – e com importantes proveitos. De maneira que, em Marcel Mauss (2002) e outros autores, temos o sentido das trocas presentes no convívio ao redor da mesa, a mesa como um lugar de sociabilidade. Sendo a mesa um lugar de trocas, a Comensalidade atua entre indivíduos, tendo como referencial a presença do alimento/comida, em que o homem se alimenta e se relaciona com o elemento comida como algo essencial para sua existência fisiológica e sobrevivência cultural e religiosa no contexto social. Assim, para tal, buscamos compreensões relacionadas ao que esteja para o místico e o sagrado, dentro do espaço estudado, questões que seguem objetivando, em dados momentos e com suas regras internas, pelos seus ritos, mitos e símbolos estabelecimentos de padrões tradicionais de crenças, sempre preservando o jeito singular do terreiro colocar-se no espaço religioso, referente ao âmbito: interno e externo. Dessa maneira, é possível perceber a ampliação e continuidade da experiência religiosa pelos laços da hospitalidade sagrada entre o Povo-de-Santo e Orixás, especialmente, dentro do espaço sagrado, como o refeitório e barracão, envolvidos em uma obediência ao calendário único, no qual estão inseridas celebrações, em que a Comensalidade está presente, de modo a promulgar suas autonomias, seja no campo da individualidade e/ou da coletividade. Desse modo, o que seja real ou simbólico ganha conotações especiais. A pesquisa integrará escritos e contribuições teóricas de vários outros autores que nos darão sustentação para a formação do corpus crítico sobre a Comensalidade. Nesse sentido, buscamos elucidar a efetiva ação comensal, cuja busca é por um sagrado que sobrevive, e que aparenta aparecer com diversas trocas na subjetividade e coletivo sagrado. Desse modo, este texto ressalta questões como: comida dos Orixás, estrutura em rede, a principal delas que é a comensalidade como dádiva e caminhos da pesquisa. Assim, o arsenal teórico para análise sobre Comensalidade, com suas vozes e ecos, tais, produzidos pelas ações sagradas e circulares no interior do Alarokê, ganha significativa quantidade de dados e itens, perfazendo o ethos ou modo de ser do terreiro supracitado, que nos permitiu observar, analisar e em certo sentido integrar compreensões aferidas à força da Comensalidade no campo religioso.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1354855 - HIPPOLYTE BRICE SOGBOSSI
Interno - 1333247 - LUIS AMERICO SILVA BONFIM
Externo à Instituição - RONILDA IYAKEMI RIBEIRO

Notícia cadastrada em: 25/08/2022 14:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e