A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: ALLEF DE SOUZA NOGUEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALLEF DE SOUZA NOGUEIRA
DATA: 01/06/2022
HORA: 19:30
LOCAL: https://meet.google.com/yfa-qwwb-kvs
TÍTULO: ECOLOGIA POPULACIONAL E ESTRATÉGIAS DE COOPERAÇÃO: UM ESTUDO DA INFLUÊNCIA DO MERCOSUL NA FORMA DE ATUAÇÃO DAS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS DE SERGIPE NO MERCADO INTERNACIONAL
PALAVRAS-CHAVES: Estratégias de cooperação; ecologia organizacional; Mercosul; MPMEs
PÁGINAS: 99
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração de Empresas
ESPECIALIDADE: Administração Financeira
RESUMO:

Na década de 1990, o Brasil passou por uma série de transformações, incluindo a abertura da economia. Após a abertura econômica, empresas brasileiras ganharam a oportunidade de intensificar a comercialização de seus bens e serviços em outros países. No entanto, a concorrência no mercado interno também aumentou, uma vez que empresas internacionais poderiam comercializar seus produtos no país. Ademais, a criação do Mercosul em 1991, inspirado no sucesso da União Europeia, visava a cooperação econômica e comercial entre Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, países fundadores do bloco econômico, criando, assim, oportunidades e ameaças para as empresas domésticas dos países, em especial para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs). Nesse contexto, o presente estudo busca compreender a maneira pela qual as MPMEs lidam com o Mercosul em termos de oportunidades e ameaças no estado de Sergipe, tendo em vista uma economia globalizada. Assim, este trabalho é um estudo de casos múltiplos de natureza qualitativa, de caráter exploratório-descritivo. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, observação não-participante e documentos. Para a análise dos dados foi utilizada a técnica de análise de conteúdo. Após a análise das empresas do estudo de caso, percebe-se que o Mercosul ainda está em estado incipiente, não resultando em grande relevância para as MPMEs do estado sergipano. Em suma, a questão logística do estado se torna um importante entrave para que as empresas busquem entrar no mercado internacional, no entanto, o principal problema é a falta de bons acordos comerciais firmados entre os Estados Partes ou mesmo acordos bilaterais entre os membros.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3069290 - CAIRO GABRIEL BORGES JUNQUEIRA
Presidente - 2026687 - LUDMILLA MEYER MONTENEGRO
Interno - 1305647 - ROSANGELA SARMENTO SILVA

Notícia cadastrada em: 13/05/2022 17:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r17715-9ce6d7c69e