A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: JESSICA CARLA DA CUNHA CARVALHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JESSICA CARLA DA CUNHA CARVALHO
DATA: 24/08/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Mini Auditório do P²CEM - Híbrida
TÍTULO: ESTUDO DA INFLUÊNCIA DAS CONDIÇÕES DE SÍNTESE NA PRODUÇÃO DO ÓXIDO DE ÍTRIO (Y2O3) VIA ROTA SOL-GEL MODIFICADA COM SOLUÇÃO DE PVA
PALAVRAS-CHAVES: Y2O3; Método sol-gel
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Trabalhos recentes têm demonstrado que a produção do óxido de ítrio (Y2O3) por meio da rota sol-gel modificada com PVA é possível, e suas características podem ser interessantes para diversas aplicações. Entretanto, poucos trabalhos abordam a influência de todos os parâmetros de síntese, principalmente a influência do pH da solução nas propriedades estruturais do Y2O3. Portanto, neste trabalho buscou-se produzir o Y2O3 por meio da rota sol-gel modificada com álcool polivinílico (PVA), variando os parâmetros de síntese tais como o pH, e temperatura de calcinação. As condições de temperatura na síntese foram escolhidas através das técnicas de análise térmica (DTA/TG) e difração de raios X (DRX). Os resultados de DTA/TG do xerogel precursor indicaram um pico exotérmico em 600°C, que foi associado a um processo de cristalização, provavelmente do Y2O3, o que foi confirmado pelas medidas de DRX. As análises por meio do DRX confirmaram a formação da fase cristalina única das diferentes amostras produzidas com diferentes graus de acidez e temperatura de síntese. A análise também mostrou uma mudança na posição dos picos dependentes desses parâmetros de síntese. Um estudo detalhado dos parâmetros de rede foi feito com auxílio do refinamento de Rietveld e o formalismo de Williamson-Hall foi utilizado para determinar o fator de deformação e tamanho de cristalito das amostras. A análise desses dados mostrou que a depender do parâmetro utilizado as propriedades estruturais eram modificadas. O tamanho de cristalito cresceu com o aumento da temperatura de calcinação, mas esse crescimento não foi linear. As análises de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) foram realizadas para analisar as propriedades morfológicas dos grãos com a mudança dos parâmetros de temperatura para duas amostras produzidas em pH extremamente ácido. Os resultados mostraram que a depender da temperatura utilizada dois tipos diferentes de morfologias são obtidos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1495228 - IARA DE FATIMA GIMENEZ
Presidente - 426667 - MARIO ERNESTO GIROLDO VALERIO
Externo à Instituição - SUELLEN MARIA VALERIANO NOVAIS

Notícia cadastrada em: 10/08/2022 17:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e