A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JULI ÉVELYN NASCIMENTO COUTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JULI ÉVELYN NASCIMENTO COUTO
DATA: 28/08/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de aula do Programa de Pós-graduação em Engenharia Química
TÍTULO: Desenvolvimento de perovskitas do tipo LaCoO3 e LaFeO3 e aplicação na remoção via adsorção em fase líquida de corantes têxteis industriais.
PALAVRAS-CHAVES: perovskitas, adsorção, vermelho congo
PÁGINAS: 12
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Tecnologia Química
RESUMO:

Ao longo dos anos os problemas ambientais têm crescido exponencialmente e tornaram-se cada vez mais críticos e frequentes. A indústria têxtil, em particular, é responsável por gerar efluentes altamente poluentes, pois eles têm em sua composição produtos químicos difíceis de remover como os corantes. Entre as técnicas empregadas no tratamento de efluentes têxteis, a adsorção é uma das mais eficientes para a remoção de corantes. Este estudo tem como objetivo desenvolver materiais com estrutura perovskita do tipo LaCoO3 e LaFeO3 e estudar sua aplicação na remoção em fase aquosa de corantes texteis industriais. Os adsorventes foram sintetizados pelo método do gel proteico modificado. Os adsorventes foram caracterizados por difração de raios-X (DRX) e adsorção de nitrogênio à 77K. Além disso, foi determinado o ponto de carga zero (PCZ) dos adsorventes a fim de determinar o pH apropriado para os testes de adsorção. Os adsorventes estudados foram aplicados para remover o corante vermelho do Congo nas concentrações de 10, 30 e 50 ppm. A melhor eficiência de remoção ocorreu na concentração de 10 ppm denotando uma eficiência de 82% para o LaCoO3 e 71% para o adsorvente LaFeO3. Entre os modelos cinéticos estudados, o de pseudo-segunda ordem foi que obteve melhor ajuste aos ensaios dos dois materiais. Os parâmetros de equilíbrio de adsorção para as amostras LaCoO3 e LaFeO3 foram estimados pelos modelos de Freundlich e Langmuir. Testes de reuso dos adsorventes recuperados após os ensaios de adsorção mostraram que os mesmos tiveram suas estruturas preservadas e mantiveram eficiências similares as iniciais após um novo ciclo de adsorção. Os resultados obtidos nessa pesquisa sugerem que os materiais obtidos são promissores na captura dos corantes descartados pelas indústrias têxteis, representando uma alternativa tecnológica ao tratamento desses efluentes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1515782 - MARCELO JOSE BARROS DE SOUZA
Interno - 1307447 - PAULO HENRIQUE LEITE QUINTELA
Externo ao Programa - 2555266 - ANNE MICHELLE GARRIDO PEDROSA DE SOUZA

Notícia cadastrada em: 15/08/2019 08:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e