A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RAFAEL MOTA DE ARAGÃO LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAFAEL MOTA DE ARAGÃO LIMA
DATA: 27/02/2019
HORA: 11:00
LOCAL: Sala de Apoio LTA
TÍTULO: Estudo e Desenvolvimento de um Lavador de Gases Ciclônico Através da Fluidodinâmica Computacional
PALAVRAS-CHAVES: Separador ciclônico, lavador de gases, fluidodinâmica computacional, escoamento multifásico.
PÁGINAS: 33
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Operações de Separação e Mistura
RESUMO:

Gradativamente as tecnologias com relação à redução de emissão de particulados vêm ascendendo e incorporando a si novas técnicas de melhoria, assim lavadores ciclônicos surgem como alternativa de equipamentos com alta eficiência de separação numa ampla faixa granulométrica apresentando poucas restrições. A lavagem das partículas suspensas no ar utilizando água é um dos métodos mais eficazes de controle de poluição do ar, devido à simplicidade de lavagem e alta eficiência de coleta das partículas. A fluidodinâmica computacional (CFD) é usualmente aplicada para a determinação de complexas soluções numéricas que permitem a previsão de fenômenos como o caso em estudo, além de prover baixo custo em projetos pois pode minimizar ou eliminar ensaios pilotos em aplicações industriais. O trabalho proposto tem como objetivo geral o estudo do comportamento fluidodinâmico de um lavador de gás de corpo ciclônico, e como objetivo específico, desenvolver um melhor arranjo de bicos pulverizadores para o sistema de lavagem através de condições operacionais pré-estabelecidas, avaliando-se a melhor relação de diâmetro de gota e velocidade de injeção de líquido. As simulações mostraram que o arranjo de bicos dispostos na parte superior do equipamento apresentou melhor resultado dentre os testes com condições operacionais que envolveram uma velocidade de jato líquido de 15 m/s e diâmetro de gota de 300 μm.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426680 - GABRIEL FRANCISCO DA SILVA
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
Externo ao Programa - 2031182 - ACTO DE LIMA CUNHA

Notícia cadastrada em: 27/02/2019 09:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r18160-36a7f68df5