A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: LILIANE OLIVEIRA MOTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LILIANE OLIVEIRA MOTA
DATA: 23/02/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Tecnologia de Alimentos
TÍTULO: PREDIÇÃO E CONTROLE DA QUALIDADE NO PROCESSO DE DESTILAÇÃO COM O USO DE SENSOR VIRTUAL
PALAVRAS-CHAVES: destilação;sensor virtual;modelagem
PÁGINAS: 59
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Operações de Separação e Mistura
RESUMO:

Ao longo dos anos, o avanço científico tem possibilitado o desenvolvimento tecnológico da sociedade como um todo e, nos processos indústrias não tem sido diferente. A indústria química, a destilação, operação unitária bastante utilizada, ainda apresenta estudos voltados para o monitoramento e otimização, pois, com aumento da competitividade, existe a necessidade de melhorar a eficiência das plantas. Diante disto, pesquisas ligadas a área da simulação tem ganhado cada vez mais relevância. O controle da composição do produto nos processos de destilação torna-se essencial para o sucesso da operação, com isso, os sensores virtuais apresentam-se como alternativa viável, pois apresentam a possibilidade de reduzir o custo e associar a sua simplicidade com precisão dos resultados. Desta forma, desenvolveu-se um sensor virtual fundamento em requisitos termodinâmicos para predizer a composição de etanol em um processo de destilação em batelada de uma mistura binária. Para tanto, foram realizados experimentos de destilação em batelada que posteriormente foram utilizados na calibração do sensor. A validação do sensor foi feito com um mosto de jabuticaba e os resultados mostraram que o sensor foi capaz de predizer o comportamento dos dados experimentais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2468009 - ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR
Interno - 426680 - GABRIEL FRANCISCO DA SILVA
Externo ao Programa - 2573323 - ANA KARLA DE SOUZA ABUD

Notícia cadastrada em: 09/02/2017 09:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - dragao2.dragao2 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e