A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: CARLOS WAGNER LOBO SIQUEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS WAGNER LOBO SIQUEIRA
DATA: 10/07/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Mini-Aditório do CCET
TÍTULO: AVALIAÇÃO DE ADITIVO INIBIDOR DE PRECIPITAÇÃO DE PARAFINA NA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO
PALAVRAS-CHAVES: petróleo, parafina, surfatante, reologia, cinética de cristalização, TIAC
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Processos Industriais de Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Processos Orgânicos
RESUMO:

Na produção de petróleo o aparecimento de depósitos de parafinas nas paredes internas de tubulação é governado por três eventos bem definidos, a saber: precipitação de parafina, difusão do precipitado da fase líquida do petróleo para a parede da tubulação e deposição. A precipitação de parafina depende da composição do petróleo e das condições de temperatura e pressão ao longo do seu escoamento. O objetivo deste estudo foi avaliar o comportamento cinético de precipitação de parafinas a partir da análise comparativa da composição de petróleos parafínicos com e sem histórico de parafinação. Para tal, foram selecionadas amostras de petróleo parafínico, com e sem histórico de parafinação advindas da bacia Sergipe-Alagoas, e realizado os seguintes estudos: identificação de substância natural com potencial surfactante na composição do petróleo parafínico sem histórico de parafinação; estudo da cinética de cristalização de parafina com amostra de petróleo com histórico de parafnação, estudo do seu comportamento reológico, determinação da temperatura inicial de aparecimento de cristal de parafina (TIAC) e caracterização morfológica do depósito orgânico proveniente dos precipitados da amostra de petróleo parafínico com histórco de parafinação, antes e após a adição de substâncias, de origem natural e derivada de petróleo, com potencial de inibir a precipitação de parafna.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426443 - GISELIA CARDOSO
Interno - 1708289 - LUANDA GIMENO MARQUES
Interno - 2222671 - PEDRO LEITE DE SANTANA
Externo ao Programa - 1692550 - MARCELO MASSAYOSHI UEKI
Externo à Instituição - CARMEN GILDA BARROSO TAVARES DIAS

Notícia cadastrada em: 11/06/2014 07:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r18160-36a7f68df5