Notícias

Banca de DEFESA: ADRIELLY ÁGUIDA MENEZES DE SÁ

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADRIELLY ÁGUIDA MENEZES DE SÁ
DATA: 21/02/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 02 do Polo de Gestão
TÍTULO: Desenvolvimento de microemulsões contendo óleo essencial decanela (Cinnamomum zeylanicum Blume) como alternativa terapêuticano tratamento de hipercromias
PALAVRAS-CHAVES: Melanogênese. Cinnamomum zeylanicum Blume. Citrus sinensis (L.) Osbeck. Syzygium aromaticum. Microemulsão
PÁGINAS: 118
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A pele sofre constantemente alterações de fatores internos e externos, que podem levar a impactos negativos na qualidade de vida dos indivíduos. Contudo, a crescente busca pelos cuidados com a saúde cutânea bem como a utilização de novos produtos cosméticos se tornaram relevantes a fim de amenizar esses efeitos. Desordens pigmentares ou discromias como a hiperpigmentação cutânea tendem a agravar com a idade e podem ser causadas por diversos fatores. Dentre eles, a exposição excessiva ao sol é um dos principais responsáveis por desencadear e/ou intensificar a formação de manchas escuras na pele. Concomitantemente, formulações microemulsionadas tem sido alvo de interesse da indústria cosmética por promover e direcionar a entrada de ativos cosméticos na pele, melhorando assim a sua ação tópica. O presente trabalho objetiva a busca de novos clareadores, em especial, substâncias naturais que estejam envolvidas no processo de melanogêneses com inibição da enzima tirosinase. Assim, foram avaliados pelo método enzimático, os óleos essenciais da casca e folha de Cinnamomum zeylanicum Blume (óleo essencial de canela), Citrus sinensis (L.) Osbeck. (óleo essencial de laranja) e Syzygium aromaticum (óleo essencial de cravo da Índia) que contém compostos capazes de influenciar na inibição da enzima tirosinase. Dentre os três óleos essenciais, o mais eficaz foi o óleo essencial de Cinnamomum zeylanicum Blume – casca por apresentar como componente majoritário o cinamaldeído (70,59%). Visando uma administração tópica do óleo essencial, foi desenvolvida e, posteriormente, caracterizada uma formulação microemulsionada. A construção do Diagrama de Fases Pseudoternário foi realizada como etapa inicial do estudo, sendo composta pela mistura de Tween 80®:Propilenoglicol (2:1), Olivem 300® e água. A partir das regiões obtidas, as microemulsões foram selecionadas por meio da condutividade elétrica e microscopia de luz polarizada (MLP). Estas apresentaram estruturas água em óleo (A/O), bicontínuas e óleo em água (O/A). Assim, foram selecionadas quatro microemulsões (B5, B6, B7 e C6) e pela MLP foi possível observar sistemas isotrópicos como microemulsões. As medidas de SAXS confirmaram as estruturas visualizadas na MLP, porém foram exibidas estruturas bicontínuas por apresentarem um segundo pico com baixa intensidade ao lado direito. A analise reológica das microemulsões também foi realizada e estas apresentaram um comportamento newtoniano com elevado coeficiente de determinação R2 > 0,99. O tamanho de gotícula também foi avaliado e todas as microemulsões apresentaram diâmetro médio inferior a 30 nm. Após a incorporação do óleo essencial não houve alterações significativas. A citotoxicidade do óleo essencial da casca de Cinnamomum zeylanicum Blume e da formulação contendo o óleo essencial foi feita por meio do método MTT e foi possível verificar que o óleo essencial apresentou citotoxicidade significativa (viabilidade menor 70%) e quando o mesmo incorporado na microemulsão apresentou-se não citotóxica (viabilidade maior 70%). A estabilidade acelerada das formulações também foi realizada e os resultados apresentaram satisfatórios para o estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1686032 - ANA AMELIA MOREIRA LIRA
Externo à Instituição - SALVANA PRISCYLLA MANSO COSTA
Interno - 1658460 - VICTOR HUGO VITORINO SARMENTO
Notícia cadastrada em: 30/01/2019 11:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10803-399c5c35c