Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RAFAELA KAROLINA VIANA NUNES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAFAELA KAROLINA VIANA NUNES
DATA: 12/02/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do DFA
TÍTULO: TOXICIDADE DE COMPOSTOS ATIVOS CONTRA LARVAS DE Aedes aegypti EM MODELO DE Artemia sp.
PALAVRAS-CHAVES: Náuplios, bioindicador, Aedes aegypti
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Dengue, febre amarela, chikungunya e Zika são doenças transmitidas por um vetor mosquito Aedes aegypti Linn. (Diptera: Culicidae), o controle deste vetor traz impactos negativos a organismos não alvo. Cepas resistentes e efeitos negativos na ecologia (ex. são o cenário atual de pesticidas químicos não seletivos utilizados no controle deste vetor). Novas alternativas devem mostra-se seletivas ao vetor, medidas ecologicamente viáveis, assim o Laboratório de Química Farmacêutica localizado na Universidade Federal de Sergipe, trazem análogos ativos frente ao Ae. aegypti, mas com um propósito de avaliar a seletividade destes a um organismo não alvo. Diante disto, a Artemia sp. atua como um ótimo bioindicador para análise ambiental. O presente trabalho teve por objetivo realizar ensaios de toxicidade aguda da biblioteca de compostos larvicidas do Laboratório de Química Farmacêutica frente ao bioindicador artemia (representantes de uma biota que será exposta diretamente ou indiretamente por um xenobiótico). A metodologia descrita para os ensaios com artemia foram realizadas utilizando 10 náuplios por teste em copos descartáveis contendo 10 mL de concentrações variadas da solução teste em triplicata. Dentre os resultados, derivados de indois tosilados apresentaram-se em geral inócuos para náuplios de artemia. A série homologa do (-)-borneol foi possível obter o índice de seletividade (IS), assim os derivados clorados apresentaram melhor índice de seletividade tendo destaque ao (-)-cloroacetato de bornila com IS = 8,40. Para os derivados α-cloroacetofenonas, somente 1-(2-Amino-5-Etilfenil)-2-cloroetanona apresentou um seletividade satisfatória, IS = 4,34. Na busca de um derivado promissor, o 1-Tosil-1H-indol (IS = >6148) mostrou-se altamente seletivo. Diante do exposto, este trabalho será utilizado como referência para direcionar a um estudo ecotoxicológico deste derivado.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1516901 - ROSELI LA CORTE DOS SANTOS
Interno - 1703964 - SILVIO SANTANA DOLABELLA
Presidente - 1337195 - SOCRATES CABRAL DE HOLANDA CAVALCANTI
Notícia cadastrada em: 29/01/2019 14:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10668-754907a47