Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ELOÍSA PORTUGAL BARROS SILVA SOARES DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELOÍSA PORTUGAL BARROS SILVA SOARES DE SOUZA
DATA: 20/08/2018
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do DFA
TÍTULO: Nerolidol em Nanocápsulas Poliméricas: Avaliação do Efeito Anti-Inflamatório em Modelo de Artrite
PALAVRAS-CHAVES: Terpeno, nanotecnologia, artrite reumatoide, zymosan, pele
PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

O nerolidol é um sesquiterpeno naturalmente encontrado em óleos essenciais de diversas plantas e possui várias atividades biológicas destacando-se a anti-inflamatória, além de ser promotor de permeação de fármacos na pele. A administração de fármacos pela pele pode reduzir inúmeros efeitos adversos e perdas na biodisponibilidade pelo metabolismo de primeira passagem, constituindo uma importante ferramenta quando se trata de pacientes que sofrem de artrite, uma doença autoimune inflamatória cujo tratamento pode trazer efeitos adversos. O uso da nanotecnologia além de proteger o princípio ativo, pode promover sua liberação controlada no organismo e facilitar a penetração na pele. Adicionalmente, a incorporação das nanopartículas em um hidrogel de quitosana, polímero com propriedades bioadesivas, constituirá uma forma farmacêutica para seu uso tópico. Esse trabalho objetiva desenvolver e caracterizar nanocápsulas de nerolidol e avaliar sua atividade em modelo de artrite. As nanocápsulas poliméricas foram preparadas pelo método de deposição interfacial de polímero pré-formado, e a caracterização foi feita por distribuição de tamanho de partículas, potencial zeta, pH, microscopia eletrônica de transmissão e teor por HPLC. Foram realizados os ensaios de viabilidade celular in vitro Alamar blue e MTT em células de linhagem (J774G8 e A375) e macrófagos peritoneais de camundongos. E o ensaio in vivo de migração de neutrófilos foi realizado sob indução de artrite por zymozan intra-articular. Os resultados mostraram uma suspensão de nanopartículas poliméricas com tamanho 219,5±8,4 nm, potencial zeta -20,3±3,6 mV, pH 6,84±0,5, e teor de 80%. As nanopartículas e o terpeno puro não apresentaram toxidade in vitro nas condições avaliadas. O nerolidol na dose de 300 mg/Kg reduziu a migração de neutrófilos para a cavidade articular em 64,7% em comparação com o controle, apresentando IC50 de 2,1 mg/kg e as nanopartículas demonstraram ação inibitória comparável a doses superiores de nerolidol livre. Esse trabalho aponta este sesquiterpeno nerolidol como um possível fármaco futuro para o tratamento da artrite. Futuros ensaios de permeação e desenvolvimento de um gel podem constituir uma forma farmacêutica de aplicação tópica reduzindo efeitos adversos da administração oral.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2445308 - ADRIANO ANTUNES DE SOUZA ARAUJO
Interno - 2027473 - MARCELO CAVALCANTE DUARTE
Externo à Instituição - SARAVANAN SHANMUGAM
Externo ao Programa - 1511959 - TATIANA RODRIGUES DE MOURA
Externo à Instituição - THALLITA KELLY RABELO
Notícia cadastrada em: 16/08/2018 13:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10803-399c5c35c