Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUIZA CORREIA CUNHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUIZA CORREIA CUNHA
DATA: 18/12/2015
HORA: 14:00
LOCAL: A definir
TÍTULO: Resumo: Apesar da crescente complexidade dos medicamentos e terapias a expansão dos serviços clínicos farmacêuticos para otimizar o atendimento ao paciente a trabalhar em colaboração com os médicos. Neste sentido, tem sido incentivada a educação interdisciplinar. No entanto, nenhum instrumento está disponível para medir as atitudes para com relações de colaboração. Assim, os objetivos deste artigo é traduzir, adaptação e validação transcultural de um instrumento para medir as atitudes de colaboração para com os estudantes de medicina / farmácia e médicos / farmacêuticos. O processo de adaptação cultural foi realizada com recomendações internacionais e foi realizada no período de março de 2014 a abril de 2015. O instrumento em questão foi traduzido e re-traduzida. Um painel de especialistas compararam os documentos gerados ea tradução foi avaliada por 20 alunos de graduação em Farmácia, 20 alunos de graduação em Medicina e profissionais (20 farmacêuticos e 20 médicos. O processo de tradução cross-cultural e resultado de validação na versão em Português. As alterações das estruturas gramaticais foram feitas a fim de estabelecer uma semelhança cross-cultural entre o Inglês e as versões portuguesas. Em relação à avaliação do painel de peritos, seis questões modificações necessárias. Este estudo demonstrou que a versão em Português do Brasil do instrumento PRESENTES uma semelhança cross-cultural com a versão original em Inglês.
PALAVRAS-CHAVES: Collaborative atitude, Farmacêutico, Médico, Instrumento, Validação
PÁGINAS: 53
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Resumo: Apesar da crescente complexidade dos medicamentos e terapias a expansão dos serviços clínicos farmacêuticos para otimizar o atendimento ao paciente a trabalhar em colaboração com os médicos. Neste sentido, tem sido incentivada a educação interdisciplinar. No entanto, nenhum instrumento está disponível para medir as atitudes para com relações de colaboração. Assim, os objetivos deste artigo é traduzir, adaptação e validação transcultural de um instrumento para medir as atitudes de colaboração para com os estudantes de medicina / farmácia e médicos / farmacêuticos.O processo de adaptação cultural foi realizada com recomendações internacionais e foi realizada no período de março de 2014 a abril de 2015. O instrumento em questão foi traduzido e re-traduzida. Um painel de especialistas compararam os documentos gerados ea tradução foi avaliada por 20 alunos de graduação em Farmácia, 20 alunos de graduação em Medicina e profissionais (20 farmacêuticos e 20 médicos.O processo de tradução cross-cultural e resultado de validação na versão em Português. As alterações das estruturas gramaticais foram feitas a fim de estabelecer uma semelhança cross-cultural entre o Inglês e as versões portuguesas. Em relação à avaliação do painel de peritos, seis questões modificações necessárias.Este estudo demonstrou que a versão em Português do Brasil do instrumento PRESENTES uma semelhança cross-cultural com a versão original em Inglês.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 949.166.594-49 - ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
Presidente - 1315121 - DIVALDO PEREIRA DE LYRA JUNIOR
Externo à Instituição - TATIANE CRISTINA MARQUES
Notícia cadastrada em: 19/11/2015 10:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10803-399c5c35c