Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: POLLIANA BARBOSA PEREIRA DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: POLLIANA BARBOSA PEREIRA DOS SANTOS
DATA: 20/01/2014
HORA: 08:00
LOCAL: a ser definido
TÍTULO: OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE COMPLEXOS DE INCLUSÃO UTILIZANDO O ÓLEO DE LIMONENO EM α E β-CICLODEXTRINAS
PALAVRAS-CHAVES: Ciclodextrina; Limoneno; Óleos Essenciais; Complexos de inclusão;Monoterpenos; Plantas Medicinais; Terpenos.
PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Os óleos essenciais são utilizados há séculos como flavorizantes, na fabricação de
cosméticos e perfumarias, e farmacologicamente com fins medicinais, o que tem
estimulado a procura por substâncias biologicamente ativas e eficazes. Outro aspecto
é que pelo fato de serem naturais e biodegradáveis, geralmente apresentam baixa
toxicidade aos mamíferos e por poderem atuar sobre várias moléculas-alvo ao
mesmo tempo, quando comparado a fármacos sintéticos, tornam-se substâncias
promissoras para a pesquisa de novos medicamentos. O limoneno, 4-isoprenil-1-
metil-ciclo-hexeno, um monoterpeno monocíclico faz parte da estrutura de mais de
300 vegetais. Os dois enantiômeros do limoneno são os mais abundantes
monoterpenos na natureza. O uso do limoneno para as mais diversas patologias tem
se mostrado eficaz, porém o seu efeito tóxico não se apresenta totalmente elucidado.
As ciclodextrinas (CDs) têm sido objeto de muitos estudos na área farmacêutica,
principalmente com o objetivo de aumentar a solubilidade, estabilidade e
biodisponibilidade de fármacos, com a habilidade de reduzir sabor amargo e odor de
fármacos, diminuir ou até mesmo eliminar irritações oculares ou gastrointestinais,
prevenir a evaporação das moléculas hóspedes, converter substâncias voláteis e
líquidas em formulações sólidas e prevenir interações e incompatibilidade. Nessa
perspectiva, este trabalho teve por objetivo a obtenção e caracterização físico-química de complexos de inclusão utilizando o limoneno em α e β-ciclodextrinas. Os
complexos de inclusão foram preparados por três diferentes procedimentos:
Complexação por mistura física (MF), malaxagem (MA) e co-evaporação (CE). Os
produtos obtidos foram caracterizados físico-quimicamente pelas técnicas de
calorimetria exploratória diferencial (DSC), termogravimetria/termogravimetria derivada (TG/DTG), espectroscopia na região do infravermelho (FTIR), microscopia eletrônica de varredura (MEV), difração de raios X (DRX), e as razões de inclusão do terpeno foram determinadas por cromatografia gasosa acoplada a espectrômetro de massas (CG/EM). As curvas DSC exibiram os eventos térmicos que ocorreram nas amostras com ênfase para as faixas de fusão da α- e β-CDs entre 274-328 °C e 278-345 °C, respectivamente. O fenômeno de inclusão molecular evidencia-se pela alteração nas faixas de temperatura em que os eventos ocorreram, quando comparados com o limoneno e CDs puros. As curvas TG/DTG corroboram com estes resultados apresentando etapas de perdas de massa na faixa de 120-270 °C que sugerem a complexação pelos métodos da MA e CE com ambas CDs. Os difratogramas exibem reflexões que sugerem a inclusão molecular, uma vez que sobretudo, pelo método da CE, pode-se observar uma tendência de amorfização do material. Adicionalmente, os resultados de CG/EM atribuem um melhor perfil de inclusão molecular ao complexo obtido pelo método da CE preparado com α-CD, como sugerem os resultados anteriores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2445308 - ADRIANO ANTUNES DE SOUZA ARAUJO
Externo à Instituição - CLAUDIO MOREIRA DE LIMA
Interno - 1334092 - FRANCILENE AMARAL DA SILVA
Notícia cadastrada em: 20/12/2013 18:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10803-399c5c35c