Notícias

Banca de DEFESA: ELAINE BARBOSA DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELAINE BARBOSA DE SOUZA
DATA: 28/02/2019
HORA: 09:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS: VIABILIDADE DO USO DA ÁGUA RESIDUÁRIA NA AGRICULTURA IRRIGADA NA CULTURA DO MAXIXE.
PALAVRAS-CHAVES: Sustentabilidade; Água Residuária; Transversalidade.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A irrigação é o maior consumidor de água do mundo, em torno de 75% e sabemos que os efluentes domésticos têm nutrientes essenciais para desenvolvimento das plantas. Então o Problema da pesquisa esteve na utilização de uma água de esgotamento doméstico com tratamento inicial de lagoas de estabilização para suprir as necessidades hídricas de algumas culturas, vislumbrando a sustentabilidade e a racionalidade do uso da água. Diante da precariedade de disponibilidade de água no mundo, neste estudo buscou-se contribuir com pesquisas nesse campo, construindo artigos, enfatizando o reuso da água na agricultura irrigada, potencializando meios eficazes para a economia de água potável. Nos últimos 50 anos, com a expansão da população urbana e o crescimento do desenvolvimento industrial e tecnológico, as fontes disponíveis de água doce estão comprometidas ou correndo sério risco. Segundo World Resources Institute (WRI, 2000), quase metade da população mundial enfrenta problemas de escassez de água, principalmente em relação à disponibilidade de fontes superficiais. A Resolução n.º 121 de 16 de dezembro de 2010, estabelece diretrizes e critérios para a prática de reuso direto não potável de água na modalidade agrícola e florestal, determinando que a prática não pode apresentar riscos ou causar danos ambientais e a saúde pública, com específica preocupação com o solo. Um efeito negativo que pode ocorrer é o acúmulo de poluentes no solo, dependendo das características dos esgotos, a prática da irrigação por longos períodos, pode levar à acumulação de compostos tóxicos, orgânicos e inorgânicos, e ao aumento significativo de salinidade, em camadas insaturadas. Para evitar essa possibilidade, a irrigação deve ser efetuada com esgotos de origem predominantemente doméstica (MOTA; BEZERRA; TOMÉ, 1997). A utilização agrícola de efluentes de Estações de Tratamento de Esgotos no Brasil (ETEs) dá pequenos passos, tornando fundamental a necessidade de pesquisas e ações na direção de reuso controlado, incluindo sua regulamentação. O objetivo geral desta pesquisa foi, portanto, avaliar a viabilidade do reuso de água residuária provenientes de um sistema de tratamento de esgotos por lagoas de estabilização na agricultura irrigada da cultura do maxixe, visando a otimização de recursos naturais. E os objetivos específicos foram a verificação da influência da utilização de águas residuárias tratada como fonte hídrica nas características agronômicas, microbiológicas da cultura do maxixe, e aplicar a Transversalidade no contexto Meio Ambiente e Saúde para alunos do Ensino Médio que foi desenvolvida através de aulas de química. A presente pesquisa realizou-se no ambiente protegido agrícola do Departamento de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de Sergipe. A água residuária foi coletada semanalmente na ETE do Bairro Rosa Elze, localizada no Município de São Cristóvão/SE. As variáveis microbiológicas da cultura foram determinadas pelo Instituto Tecnológico de Pesquisa de Sergipe (ITPS), para Coliformes Termotolerantes e Salmonella. De acordo com os parâmetros analisados para o atendimento dos “Valores Máximos Permitidos”, segundo a Instrução Normativa nº 12 de 04/09/03, do Ministério da Agricultura e a Resolução - RDC nº 12 de 2001 ANVISA", os resultados obtidos nas análises das amostras submetidas dos três tratamentos – T1, T2, T3, estas atenderam aos limites estabelecidos. Com os resultados apresentados nesta pesquisa, torna-se recomendável o reuso de água inicialmente tratada proveniente da lagoa de estabilização, aos agricultores, em até 100% da irrigação da cultura do maxixe. No projeto educativo a pesquisa foi aplicada de campo, o método utilizado foram as metodologias ativas de ensino e aprendizagem em que teve como foco a pedagogia da problematização, visto que, os temas transversais revelam uma possibilidade de proposta com significado amplo e voltado para as questões problemáticas da realidade, em que interfere e modifica a educação sistematizada, para que fosse aplicada a Transversalidade no Ensino Médio, utilizou-se a Escola Estadual Professor Hamilton Alves Rocha. De acordo com os resultados desta pesquisa observou-se que a utilização das metodologias ativas foi relevante e bastante produtiva, percebeu-se o interesse diante das discussões e debates entre os pesquisados, que inclusive levaram o tema proposto para discussão na comunidade entre familiares e vizinhos, pois este direcionou a profundidade do tema transversal e as atividades desenvolvidas durante a aplicação do projeto.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2579022 - GREGORIO GUIRADA FACCIOLI
Interno - 4178490 - INAJA FRANCISCO DE SOUSA
Externo ao Programa - 731922 - RAIMUNDO RODRIGUES GOMES FILHO
Externo à Instituição - MARCIA VALERIA GASPAR DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 26/02/2019 14:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2019 - UFRN - canario.ufs.br.canario1 v3.5.16 -r7485-bf48e7c31