A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: JOSE HENRIQUE LOPES DA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE HENRIQUE LOPES DA SILVA
DATA: 19/09/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 27 do DFI
TÍTULO: PRODUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CERÂMICAS DE Li0,5La0,5TiO3 E Na2Ti3O7 VISANDO SUA APLICAÇÃO EM BATERIA DE ESTADO SÓLIDO
PALAVRAS-CHAVES: SSB, bateria de estado sólido, sinterização a laser, condutividade iônica, titanato de sódio, titanato de lantânio e lítio, cerâmica.
PÁGINAS: 106
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Física
SUBÁREA: Física da Matéria Condensada
ESPECIALIDADE: Materiais Dielétricos e Propriedades Dielétricas
RESUMO:

O rápido desenvolvimento da indústria eletrônica e o crescente mercado de veículos elétricos exigem o desenvolvimento de dispositivos de armazenamento de energia cada vez mais seguros, eficientes, leves, sustentáveis e de baixo custo. Neste sentido, muita ênfase tem sido dada às chamadas baterias de estado sólido, que prometem revolucionar o conceito de baterias pela substituição do eletrólito líquido. Os condutores iônicos Li0,5La0,5TiO3 e Na2Ti3O7 tem grande potencial para substituir as baterias de lítio no futuro e comporem a nova geração de baterias. Portanto, nesta tese tivemos como objetivos a síntese, sinterização e a caracterização elétrica de cerâmicas de Li0,5La0,5TiO3 e Na2Ti3O7 com o intuito de compreender o mecanismo de condução nesses materiais. Os pós de Li0,5La0,5TiO3 e Na2Ti3O7 foram produzidos pelo método dos precursores poliméricos e apresentaram fase cristalina única após sinterizados a 1150 °C e 900 °C, respectivamente. Para a sinterização foram utilizados os métodos convencional em forno elétrico e a laser. Nesse último método, um laser de CO2 é utilizado como principal fonte de calor para sinterização. As cerâmicas sinterizadas a laser apresentaram alta densidade relativa (98%, Li0,5La0,5TiO3; e 88%, Na2Ti3O7) com fase cristalina única e com tempo de processamento inferior a 10min. Para o Li0,5La0,5TiO3 foi obtida alta condutividade iônica na região de grão de 0,5 mS.cm-1 à temperatura ambiente, por ambos os métodos de sinterização; enquanto que a condutividade do contorno sofreu uma variação com o método de sinterização, que foi atribuída às mudanças nas características microestruturais. A cerâmica de Na2Ti3O7 sinterizada a laser apresentou uma redução de cerca de 50% no tamanho médio dos grãos e uma condutividade iônica total à temperatura ambiente 41% (0,54 x 10-4 S.cm-1) superior à cerâmica sinterizada convencionalmente. Finalmente, a resposta elétrica como função da temperatura para a cerâmica Na2Ti3O7 revelou um comportamento anômalo da resistividade, identificado como efeito PTCR (positive temperature coefficient of resistivity), nunca reportado na literatura. Foi observado um salto de 4 ordens de grandeza na resistividade com aumento da temperatura, no intervalo de 25 °C e 80 °C.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LÍLIAN MENEZES DE JESUS
Interno - 1460188 - NELSON ORLANDO MORENO SALAZAR
Interno - 1809133 - NILSON DOS SANTOS FERREIRA
Presidente - 2687334 - RONALDO SANTOS DA SILVA
Externo à Instituição - YURIMILER LEYET RUIZ

Notícia cadastrada em: 09/09/2022 23:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema1.ema1 v3.5.16 -r18160-36a7f68df5