A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Aceito
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANGÉLICA OLIVEIRA DE ALMEIDA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANGÉLICA OLIVEIRA DE ALMEIDA
DATA: 25/08/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Sala remota - Google Meet
TÍTULO: A Educação em Solos no contexto dos anos finais do Ensino Fundamental
PALAVRAS-CHAVES: Educação em Solos; Sala de Aula Invertida; Ensino e Aprendizagem.
PÁGINAS: 69
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Nas últimas décadas a demanda por recursos naturais vem ganhando intensidade,sobretudo pelo aumento dos processos produtivos ocasionados pela expansão do modode produção capitalista e consequente aumento da pressão sobre os recursos naturaisgerando processos de degradação ambiental. Dentre os recursos atingidos pelosprocessos destrutivos está o solo em que a degradação desse recurso atinge percentuaisconsiderados preocupantes. Nesse sentido, é necessário desenvolver de forma atrativa oconhecimento sobre os principais aspectos desse recurso como formação, fertilidade,conservação, degradação, entre outros. Objetiva-se com este trabalho disseminar aEducação em Solos no 6o ano do Ensino Fundamental, ampliando assim o processo deensino e aprendizagem sobre essa temática e consequente sensibilização para usosustentável desse recuso. Para isso, propõe-se desenvolver no contexto escolar o temaEducação em Solos, considerado um ramo da Educação Ambiental, a partir de umasequência didática com uso da Metodologia Ativa, Sala de Aula Invertida, no intuito dedespertar e ampliar o conhecimento sobre o tema, desenvolvendo nestes a capacidade depensar criticamente sobre as diversas práticas de uso que comprometem a manutençãodesse recurso. O método usado é o construtivista, pois consiste em uma concepçãointeracionista do conhecimento, considerando o aluno como ativo no processo deconstrução do conhecimento. Como principais resultados tem-se que o livro didático,apesar de ser a principal base de disseminação de conteúdos, por si próprio, não seconstitui como eficaz no processo de ensino e aprendizagem sobre o tema solo; aatividade de campo e a análise de solo, além de ricos fornecedores de materiais nadisseminação da temática (como fotografias e coleta de amostras de solo) para posterioruso em âmbito escolar, resultaram em dados sobre fertilidade com indicativo de que amaior presença de biodiversidade contribui para os maiores níveis de fertilidade do solo,desta forma, a atividade de campo e a análise de solo, mostrou-se eficaz fornecedora demateriais que subsidiam fortemente a construção do conhecimento da Educação emSolos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1496786 - CRISTIANO APRIGIO DOS SANTOS
Externo à Instituição - Manuella Vieira Barbosa Neto
Interno - 2025887 - VALERIA PRISCILA DE BARROS

Notícia cadastrada em: 04/08/2021 23:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r16418-219d26904e