A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: VILMA MARIA SANTOS REBOUÇAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VILMA MARIA SANTOS REBOUÇAS
DATA: 23/08/2022
HORA: 09:00
LOCAL: A definir
TÍTULO: A IMAGEM DA MULHER NEGRA NAS XILOGRAVURAS DA ARTISTA SERGIPANA JACIRA MOURA.
PALAVRAS-CHAVES: Imagens da Mulher Negra; Xilogravuras; Jacira Moura; Semiótica Visual; Culturas Populares.
PÁGINAS: 158
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Artes Plásticas
ESPECIALIDADE: Gravura
RESUMO:

Esta pesquisa objetiva analisar as características plásticas e os significados que podemos ler nas imagens de mulheres negras das xilogravuras da artista sergipana Jacira Moura. Apresentamos um estudo a partir de uma amostra de três xilogravuras do acervo da artista. Abordamos um conciso estudo das imagens de mulheres negras nas artes visuais, o estado da arte sobre a imagética da mulher negra e as imagens de mulheres negras em xilogravuras brasileiras e suas características plásticas. Buscamos nas xilogravuras signos da “cultura popular negra” que identifiquem experiências sensíveis das mulheres negras. Entendemos que as obras aqui estudadas refletem os costumes de cada período, onde a mulher negra ficou relegada ao pano de fundo, cumprindo funções estereotipadas de escravizada e trabalhadora doméstica ou tendo o seu corpo sexualizado. O ponto de virada foi por volta da década de 1980, quando algumas mulheres negras começaram a ter mais espaço no meio artístico para fazerem uma auto- representação, descrevendo a si mesmas pelo seu próprio ponto de vista. A metodologia de análise das imagens se fundamenta na semiótica proposta por Algirdas Greimas (1984), teoria da significação e na abordagem da semiótica visual, Pietroforte (2020). O estudo sobre a poética e a temática das xilogravuras de Jacira Moura também é realizado para assim analisarmos as xilogravuras intituladas Majestade, Esperança e O descanso. Na xilogravura Majestade a partir da análise do quadrado semiótico e das categorias plásticas eidética, topológica e cromática identificamos sentido e relações semissimbólicas entre mulher negra rainha versus mulher negra popular. Em Esperança identificamos sentido e relações semissimbólicas entre escravidão versus liberdade. Na xilogravura O descanso percebemos relações semissibólicas entre descanso versus trabalho. Consideramos que as três xilogravuras analisadas, enfatizam a etnia, a cultura e o trabalho nas imagens de mulheres negras e que a artista Jacira Moura aborda a imagem dessas mulheres nas suas xilogravuras com dignidade, procurando ressaltar nossa cultura ancestral.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2313427 - MARJORIE GARRIDO SEVERO
Interno - 1623728 - NEILA DOURADO GONCALVES MACIEL
Interno - 1922531 - ROBERTO DOS SANTOS LACERDA
Externo ao Programa - 1395484 - YASMIN DE FREITAS NOGUEIRA

Notícia cadastrada em: 28/07/2022 15:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e