A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: ANDERSON DE JESUS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDERSON DE JESUS SANTOS
DATA: 24/08/2022
HORA: 09:30
LOCAL: Sala de Vídeo Conferência - RENORBIO-SE
TÍTULO: POSSIBILIDADES DE DIÁLOGO DO DESIGN COM O ARTESANATO DE LINHA DE TOBIAS BARRETO/SE.
PALAVRAS-CHAVES: Artesanato de Bordado; Cultura popular; Design.
PÁGINAS: 89
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Desenho de Projetos
RESUMO:

O bordado é uma prática, um fazer artístico que se desenvolveu como técnica especialmente voltada para o universo da mulher, como uma atividade do ambiente doméstico, sendo um espaço que pode ser considerado de invisibilidade social e econômica, principalmente por volta do século XVIII na Europa burguesa e industrial. Com o passar dos anos, entende-se que a atividade artesanal fora substituída pela produção da era industrial (século XVII e XVIII), fazendo surgir o ofício do designer para potencializar a produção em larga escala e comunicação de produtos e serviços para avolumar o consumo. Desse modo, a pesquisa analisou o surgimento de um campo do Design voltado para as esferas da cultura popular, pautado na ética e sustentabilidade, sendo operacionalizado por métodos colaborativos partindo do pressuposto de que, assim, o designer possa contribuir de forma positiva para os processos criativos do fazer artesanal.A metodologia segue com base nos pressupostos teóricos da pesquisa exploratória qualitativa que incluem levantamento bibliográfico e documental, estudo de caso na Associação Comunitária de Bordadeiras e Moradores do Povoado Nova Brasília, em Tobias Barreto/SE. A pesquisa demonstrou que os processos de interação de Design no artesanato tobiense podem ser postos de maneira horizontal e colaborativa. Nesse sentido a utilização de processos colaborativos nas relações entre Design e artesanato mostram-se eficazes ao proporcionar aprendizado coletivo e troca de conhecimentos entre todos os atores envolvidos, de maneira equilibrada e respeitosa, com a finalidade de estabelecer novos meios de processos criativos, que possam contribuir no desenvolvimento técnico e socioeconômico das bordadeiras.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1557619 - DANIELLA PEREIRA DE SOUZA SILVA
Presidente - 1820310 - GERMANA GONCALVES DE ARAUJO
Externo ao Programa - 1333247 - LUIS AMERICO SILVA BONFIM
Interno - 2313427 - MARJORIE GARRIDO SEVERO

Notícia cadastrada em: 26/07/2022 15:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema3.ema3 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e