A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: HORTÊNCIA ELUCIELLY PEREIRA DE SANTANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HORTÊNCIA ELUCIELLY PEREIRA DE SANTANA
DATA: 24/05/2023
HORA: 15:00
LOCAL: Online
TÍTULO: Perspectivas e potencial da gaseificação de resíduos lignocelulósicos
PALAVRAS-CHAVES: gaseificação; biomassa; resíduo lignocelulósicos; gás de síntese
PÁGINAS: 134
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Diante do constante agravamento dos problemas econômicos, sociais e ambientais relacionados a exploração dos combustíveis fósseis, o desenvolvimento e expansão de formas mais limpas e sustentáveis de energia constitui um dos maiores desafios das últimas décadas. Embora haja uma urgência em acelerar a mudança do atual sistema dominado por derivados do petróleo para um com baixa emissão de carbono, a transição depende não só das energias serem ambientalmente favoráveis, mas que também sejam acessíveis e capazes de atender a demanda energética mundial. Dentro desse contexto, o aproveitamento dos resíduos lignocelulósicos, em especial resíduos agrícolas e agroindustriais, como matéria-prima para obtenção de biocombustíveis e demais formas de energia é considerado como uma das vias mais promissoras e de maior potencial, pois são recursos encontrados em abundância, a baixo custo, além de não dependerem de condições climáticas, tal qual ocorre com a energia eólica, solar e hidráulica. No processo de gaseificação, por exemplo, a biomassa lignocelulósica é aquecida a altas temperaturas na presença de um agente oxidante para promover a despolimerização de suas macromoléculas e gerar gás de síntese, mistura abundante de hidrogênio e monóxido de carbono utilizada para produção de hidrogênio, eletricidade, metanol, hidrocarbonetos líquidos e etanol. Entretanto, como as propriedades específicas do gás a ser obtido são altamente dependentes da composição química variável de hemicelulose, celulose e lignina constituintes da biomassa lignocelulósica inicial, a proposta do presente projeto tem como fundamento utilizar dados da caracterização de diferentes resíduos agroindustriais e agrícolas para desenvolver e validar um modelo capaz de predizer a composição e viabilidade do gás de síntese em razão do material de alimentação disponível.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2022042 - DANIEL PEREIRA DA SILVA
Externo ao Programa - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
Interno - 1687696 - WALDECY DE LUCCA JUNIOR

Notícia cadastrada em: 17/05/2023 14:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r19279-bcba364a3c