A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA GLEYSIANE SOUZA DOS SANTOS

DISCENTE: MARIA GLEYSIANE SOUZA DOS SANTOS
DATA: 23/11/2022
HORA: 09:00
LOCAL: http://meet.google.com/whp-cjnj-pmp
TÍTULO: Análise integrativa da produção científica sobre propriedades biofarmacológicas, fitoquímica e toxicidade do gênero Poincianella
PALAVRAS-CHAVES: Ação medicinal de plantas; Efeitos tóxicos; Produtos naturais
PÁGINAS: 106
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Poincianella britton & Rose, pertencente à família Fabaceae, é caracterizado não somente por seu porte lenhoso e sua ocorrência principalmente na Caatinga brasileira, mas sobretudo por sua composição em propriedades naturais muito valiosa. Suas espécies mais importantes, tanto por suas propriedades como por seu endemismo brasileiro, são P. pyramidalis a mais destacada, seguida das espécies P. pluviosa, P. bracteosa, P. gardneriana e P. microphylla. São ricas em metabólitos como alcalóides, terpenóides, glicosídeos e compostos fenólicos. Não há na literatura estudos que reúnam de forma complexa e abrangente informações detalhadas quanto a este gênero, que apresenta grande relevância para a biodiversidade da caatingueira e para a saúde perante seus benefícios. Portanto, este trabalho objetivou elaborar este estudo de Revisão Sistemática Integrativa da literatura sobre o gênero Poincianella, afim de preencher estas lacunas. O método utilizado foi baseado nas etapas de identificação do tema e seleção da questão norteadora; critérios de elegibilidade, estabelecimento dos critérios de inclusão e exclusão; identificação dos estudos pré-selecionados e selecionados; categorização dos estudos selecionados; análise, interpretação e síntese dos resultados; e apresentação da revisão/síntese do conhecimento. Os objetos da investigação foram as propriedades biológicas e farmacológicas apresentadas pelo gênero, sua constituição fitoquímica e possíveis efeitos tóxicos que possam ser encontrados em suas espécies. Os principais resultados apontaram a PubMed como a base de dados que ofereceu maior o número de resultados, com 53%, e o ano de maior publicação acerca do tema foi 2020. A língua inglesa foi a que mais obteve publicações (72%), assim como a espécie P. pyramidalis foi a mais investigada nos estudos publicados. Muitas atividades biofarmacológicas foram confirmadas, destacando-se antioxidante (17,85%), anti-inflamatória (12,19%), neuroprotetora (10,27%), larvicida (7,6%), e antibacteriana (6,92), dentre outras. Foram observadas as classes de metabólitos secundários ácidos fenólicos, flavonóides, biflavonóides, polifenóis, fenóis, taninos, taninos hidrolisáveis, alcalóides, entre outras. O efeito tóxico mais comum foi o efeito abortivo (26%) em caprinos e ovinos. Conclui-se que o gênero Poincianella, principalmente a espécie P. pyramidallis, possui forte impacto para a flora da caatinga, e na medicina popular e convencional, visto que é alvo de estudo para formulação de novos fármacos e também de fitofármacos, assim como também é de importância veterinária, pois pode ocasionar danos a pequenos ruminantes se for consumido por animais prenhes de forma livre.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3553547 - BRANCILENE SANTOS DE ARAUJO
Interno - 2335200 - CHARLES DOS SANTOS ESTEVAM
Externo ao Programa - 1309018 - SAMUEL BRUNO DOS SANTOS

Notícia cadastrada em: 16/11/2022 03:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r19295-ad7fbbb3d7