A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCIENE CONCEIÇÃO ESTEVES SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCIENE CONCEIÇÃO ESTEVES SOUZA
DATA: 13/07/2022
HORA: 08:00
LOCAL: UFS
TÍTULO: Avaliação da atividade antioxidante da mangaba (Hancornia speciosa) através da eletroquímica.
PALAVRAS-CHAVES: mangaba, antioxidantes, flavonóides, eletroquímica, voltametria
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Os produtos naturais vem sendo uma fonte de alimento e medicamento ao longo da história dohomem, devido as sua propriedades, seja como fonte de nutrientes, até na prevenção de doenças. Amangaba (Hancornia speciosa) demonstrou através de estudos propriedades como antifungica,cicatrizante e até antiocarcinogênica, devido a presença de compostos antioxidantes. Assim, o objetivodesse trabalho foi avaliar a capacidade antioxidantes do extrato metanólico da polpa da mangaba, atravésda avaliação do seu potencial antioxidante, através das tecnicas in vitro (FRAP, ABTS e DPPH) e atravésda eletroquímica (VC e VPD) determinar a capacidade antioxidantes do extrato, sendo está uma novametodologia aplicada a determinação da capacidade antioxidante de produtos naturais. A análise com ametodologia FRAP, indical uma capacidade de 2965μmol Fe 2 SO 4 / g, para o ABTS o EMM apresentouuma porcentagem de captação do radical ABTS de 85% e na metodologia DPPH, o extrato apresentouum porcentagem de capacidade de sequestro do radical DPPH em torno de 85%, e o valor de IC 50 98,25μg/mL de EMM, os resultados apresentados nas metodologias in vitro, demontra a capacidadeantixidantes do EMM. O perfil espectofométrico por UV-Visível do padrão Rutina e do EMMapresentaram bandas na região de 200- 400nm, característica apresentada dos pelos compostos fenólicos,devido a presença de fenóis na sua estrutura molecular. Os perfis voltamétricos por VC e VPD,apresentado pelo padrão Rutina e o EMM são semelhantes, com potenciais de oxiredução +0,54V e+0,52V e +0,54V e +0,49V, respectivamente. Com os resultados apresentados nas análiseseletroqúimicas a atividade antioxidante presensente no EMM pode ser atribuída a presença em maiorquantidade do flavonóide Rutina. As técnicas eletroquímicas demonstraram excelente métodologia naidentificação da presença de compostos antioxidantes em extratos vegetais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1076260 - ACACIA MARIA DOS SANTOS MELO
Interno - 2335200 - CHARLES DOS SANTOS ESTEVAM
Externo ao Programa - 2027473 - MARCELO CAVALCANTE DUARTE

Notícia cadastrada em: 11/07/2022 23:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r19295-ad7fbbb3d7