A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: EVERTON SILVA MOTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EVERTON SILVA MOTA
DATA: 31/01/2022
HORA: 14:00
LOCAL: online
TÍTULO: Análise estrutural comparativa e prospecção in silico de compostos potencialmente inibitórios para a oncoproteína E6 de papilomavírus humano de alto risco
PALAVRAS-CHAVES: Papilomavírus humano; Triagem virtual; Docking molecular; Dinâmica molecular; Reposição de fármacos
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Biologia Geral
RESUMO:

Os papilomavírus humanos (HPVs) pertencem à família Papillomaviridae e estão divididos em HPVs dealto risco (hrHPVs), que estão normalmente associados aos cânceres genital e oral, e os de baixo risco (lrHPVs)que estão normalmente associados aos papilomas. A capacidade destes vírus causarem câncer está associada,entre outros fatores, à sua oncoproteína denominada E6, que tem a capacidade de interagir com proteínasassociadas com o controle do ciclo celular do hospedeiro. Embora alguns estudos tenham indicados potenciaiscompostos para inibidores para E6, seus objetos de estudos eram majoritariamente os tipos virais 16 e 18, nãosendo observada a diversidade de outros tipos de alto risco que também infectam a população. Desta forma, oobjetivo deste estudo foi realizar uma prospecção computacional de fármacos com potencial ação inibitória daoncoproteína E6 dos HPVs de alto risco, avaliando a diversidade estrutural destas proteínas. Para alcançar taisobjetivos foram realizadas modelagens das proteínas E6 de 12 (doze) hrHPVs, comparação e validação dosmodelos e a ancoragem molecular entre tais macromoléculas e ligantes disponibilizados em bancos de dados.Como resultados parciais, este estudo gerou 12 modelos de E6 para os tipos de hrHPVs estudados, além dacomparação e determinação de resíduos que compõem o bolso hidrofóbico destas proteínas. Outro resultadoobtido neste estudo foi a triagem virtual partindo de 2509 fármacos aprovados pela FDA para 44 fármacos queinteragem com o bolso hidrofóbico dos hrHPVs, destes 44 fármacos, 5 interagem especificamente com resíduosimportantes nas interações com o hospedeiro, sugerindo que tais fármacos possam atuar como inibidores destasoncoproteínas. O que se conclui do estudo até o momento, é que resíduos importantes para as interações nobolso, tais como: Val 31, Leu 50, Val 53, Val 62, Leu 67, Tyr 70, Leu 100, Arg 102 e Arg 131, são conservados nosHPVs e mesmo em caso de substituição, os aminoácidos que os substituem muitas vezes apresentampropriedades similares, o que pode favorecer na manutenção da função proteica. Os compostos: Ergotamina,Ivermectina, Conivaptan, Nelfinavir e Saquinavir apresentaram interações com resíduos cruciais em E6,tornando-se candidatos potenciais para a reposição destes fármacos. Em etapas futuras dinâmicas molecularesserão realizadas para avaliar qual destas 5 drogas poderia de fato ser reposicionada para o uso contra HPV.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1690189 - EDILSON DIVINO DE ARAUJO
Presidente - 2026761 - MARCUS VINICIUS DE ARAGAO BATISTA
Interno - 2269753 - TIAGO BRANQUINHO OLIVEIRA

Notícia cadastrada em: 21/01/2022 15:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r19295-ad7fbbb3d7