A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: HULDA DE SOUZA FARIAS FONSECA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HULDA DE SOUZA FARIAS FONSECA
DATA: 16/11/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 130 d0 DFI
TÍTULO: EXPLORANDO A RADIOATIVIDADE: UMA ANÁLISE DAS APLICAÇÕES DA RADIAÇÃO E DO GERENCIAMENTO DO LIXO RADIOATIVO
PALAVRAS-CHAVES: Sala de Aula Invertida; Ensino de Física; Radioatividade
PÁGINAS: 41
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Física
RESUMO:

O ensino de Física, assim como de outras áreas do conhecimento, ainda se encontra fortemente centrado nos conteúdos presentes nos manuais e livros didáticos. Nessa perspectiva, os professores tendem a ministrar os conteúdos em aulas predominantemente expositivas, sem estabelecer uma conexão significativa com o cotidiano dos estudantes. No entanto, os adolescentes, acostumados às tecnologias e aos jogos interativos, não se sentem motivados por aulas tradicionais voltadas para a memorização e o cumprimento de tarefas. A nossa proposta é possibilitar que os alunos compreendam o uso e as aplicações da radioatividade no seu dia a dia de maneira dinâmica, significativa e com participação ativa nas atividades desenvolvidas. Isso não é uma tarefa fácil, pois requer uma maior dedicação do professor que passa a assumir um papel de mediador, enquanto o aluno é incentivado a ser o protagonista dentro do processo educacional. Para que essa aprendizagem seja significativa para o aluno, este deve estar engajado nas atividades e ser capaz de propor mudanças no cotidiano, exercendo sua criatividade e responsabilidade. A metodologia da sala de aula invertida pode trazer inúmeros benefícios para alunos, professores e para o próprio processo de ensino-aprendizagem. Ao promover a autonomia dos alunos, tornando-os mais responsáveis e engajados em seu próprio aprendizado, essa abordagem pode contribuir para promover a igualdade de oportunidades e desenvolver habilidades essenciais para a vida. Diante disso, é válido considerar a sala de aula invertida como uma alternativa viável ao modelo tradicional de ensino.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1368070 - MARCIA REGINA PEREIRA ATTIE
Interno - 2582325 - SAMUEL RODRIGUES DE OLIVEIRA NETO
Interno - 1551048 - LAELIA PUMILLA BOTELHO CAMPOS DOS SANTOS

Notícia cadastrada em: 13/11/2023 15:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r19295-ad7fbbb3d7