A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: TAIANE APARECIDA SANTOS TORRES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TAIANE APARECIDA SANTOS TORRES
DATA: 12/04/2024
HORA: 14:30
LOCAL: Miniauditório do Proec
TÍTULO: MECANISMO GERENCIAL PARA REDUÇÃO DE ATIVIDADES QUE CONSOMEM RECURSOS, MAS NÃO AGREGAM VALOR EM OBRAS DE PAREDES DE CONCRETO
PALAVRAS-CHAVES: Atividades que não agregam valor; Práticas enxutas; Continuidade dos processos; Paredes de concreto.
PÁGINAS: 128
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
SUBÁREA: Construção Civil
ESPECIALIDADE: Processos Construtivos
RESUMO:

A facilitação no crédito imobiliário tem impulsionado a indústria construtiva, entretanto as perdas ainda perseguem o setor, conjuntura que, junto à forte competitividade entre empresas construtoras, têm levado as empresas a buscarem novos mecanismos que contemplem um panorama com menos perdas e apresente melhores vantagens competitivas. Dentre esses métodos está a adoção da construção enxuta, que por meio de práticas enxutas, como as boas práticas e as atividades facilitadoras, tem corroborado com a continuidade dos processos, reduzindo as perdas. Além disso, a escolha por sistemas mais racionalizados tem despontado no mercado atual e se somado ao lean, para redução de atividades que não agregam valor nos canteiros de obras. Observa-se que muitos estudos têm sido feitos acerca das perdas no setor, mas de forma muito pontual, carecendo de um mecanismo que possa abranger de forma mais geral a problemática apontada. Assim, esta pesquisa buscou estabelecer um mecanismo gerencial para a explicitação de boas práticas enxutas e ou de atividades facilitadoras, de modo a reduzir atividades que consomem recursos, mas não agregam valor em obras de paredes de concreto. Um estudo de caso múltiplo foi realizado para a comprovação dos fatos. Os passos que regem a consolidação da pesquisa iniciaram por um mapeamento dos sistemas de construtivos empregados no município de Aracaju, Sergipe, seguido pela determinação do nível de maturidade no sistema construtivo de paredes de concreto moldadas no local (PCML), definição do processo prioritário, agrupamento de práticas enxutas, em um banco de dados, e aplicação de um jogo didático. A etapa inicial apontou um avanço do sistema racionalizado no município, com 16 obras, dentre 20 mapeadas, empregando o sistema. A aplicação de questionários destinados à especialistas em gestão da construção, e a quem melhor conhece e domina o processo construtivo, a equipe de campo, revelou um nível de maturidade alto no sistema PCML, aproximando-se do maduro. Foram determinados três processos construtivos como prioritários, montagem das fôrmas, concretagem e armação, para os quais foram propostas o emprego de práticas enxutas, de modo a evitar as atividades sem valor agregado. As visitas às obras revelaram como causa principal o uso de equipamentos e ferramentas, e como maior impacto o retrabalho. Utilizar atividades facilitadoras de conferência do trabalho, preparação do trabalho e projeto, foram apontadas como solução que deveriam ser empregadas para evitar as perdas identificadas. Por meio da aplicação do jogo, foi possível detectar pontos frágeis no processo, que podem ser mais suscetíveis a descontinuidades dos fluxos de trabalho. Um meio para controle de perdas em processos prioritários foi sugerido e um melhor relacionamento entre academia e a indústria da construção, a fim garantir a eficiência promovida pelas transformações ocorridas no setor ao longo dos anos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2496157 - DEBORA DE GOIS SANTOS
Interno - 3141622 - PEDRO VITOR SOUSA RIBEIRO
Externo à Instituição - TATIANA GONDIM DO AMARAL

Notícia cadastrada em: 01/04/2024 08:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r19295-ad7fbbb3d7