A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: KAROLAINE NASCIMENTO SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KAROLAINE NASCIMENTO SANTOS
DATA: 23/05/2024
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/nsr-esnd-ofj
TÍTULO: O PROCESSO DE IDENTIFICAÇÃO DO SUJEITO SEGUNDO A ENCÍCLICA FRATELLI TUTTI DO PAPA FRANCISCO – UMA ANÁLISE IDEOLÓGICA E DISCURSIVA
PALAVRAS-CHAVES: Discurso religioso. Encíclica Fratelli Tutti. Identificação. Papa Francisco.
PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Teoria e Análise Lingüística
RESUMO:

Encíclicas papais são cartas circulares que fazem parte dos documentos do magistério clerical da Igreja Católica Apostólica Romana escritas apenas pelo chefe superior, o papa, durante o seu pontificado. Os destinatários aqui são: os bispos, os padres, os religiosos católicos leigos e a sociedade em geral. Cada carta possui temas distintos, uma vez que parte da escolha do papa para escrevê-la. No seu conteúdo, elas tentam abordar sobre teorias bíblicas que se adentrem nos problemas mundiais, chamando, desta forma, a atenção do seu leitor. Não se é fixada a quantidade de cartas escritas pelo papa ao longo do seu pontificado, pois a decisão fica a critério de cada um. O papa Francisco, atual pontífice, redigiu três cartas até o momento. A primeira, iniciada por Bento XVI, se trata da encíclica Lumen Fidei divulgada em 2013 que aborda sobre a luz advinda da fé. Já a segunda, Laudato Si’, publicada em 2015, trata das questões ambientais e do cuidado que devemos ter com o mundo. A última, Fratelli Tutti, lançada em 2020, que disserta sobre a fraternidade e as formas de se ter um mundo mais harmonioso. Essas duas últimas foram escritas exclusivamente pelo papa Francisco. Para o trabalho utilizamos apenas a encíclica Fratelli Tutti, uma vez que é a mais recente e possui maior visibilidade no momento. A pesquisa tem como objetivo geral: analisar a ideologia e o seu processo de identificação na visão de um tipo de sujeito específico que perpassa o discurso da encíclica Fratelli Tutti. Os objetivos específicos são: 1) analisar a Formação Ideológica (FI) e identificar o “bom sujeito” e o “mau sujeito”; 2) buscar na identificação o sujeito que se forma; 3) selecionar outras Formações Discursivas (FD) presentes; 4) destacar a finalidade do papa ao escrever a encíclica. Para isso, a metodologia do trabalho foi pautada no livro Análise de Discurso Princípios e Procedimentos de Orlandi (2015), em que o analista de discurso tem como dispositivo de análise a interpretação. Esta pesquisa está embasada nos pressupostos teóricos e metodológicos da Análise do Discurso (AD), partindo das perspectivas de Michel Pêcheux, referenciadas por Orlandi (2015), além de outros teóricos da AD. Após todo estudo, concluo que a carta relata um sujeito que se contra-identifica com os preceitos religiosos católicos, um “mau-sujeito”, mas através dos ensinamentos da carta este sujeito poderá a vir a se identificar e se tornar um “bom sujeito”.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1305011 - FABIO ELIAS VERDIANI TFOUNI
Interno - 2422200 - TAYSA MERCIA DOS SANTOS SOUZA DAMACENO
Externo à Instituição - SÔNIA PINTO DE ALBUQUERQUE MELO

Notícia cadastrada em: 10/05/2024 15:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r19279-bcba364a3c