A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: RENATO DOS SANTOS SANTANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RENATO DOS SANTOS SANTANA
DATA: 22/02/2024
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 402 - didática VII (banca híbrida)
TÍTULO: LETRAMENTOS DIGITAIS E DECOLONIALIDADE NO LIVRO DIDÁTICO DE INGLÊS: UMA ANÁLISE NA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: livro didático; inglês; educação linguística; letramentos digitais; decolonialidade.
PÁGINAS: 135
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

As mudanças sociais ocasionadas, principalmente, pela popularização das tecnologias digitais têmcontribuído para o desenvolvimento de novos letramentos, com destaque aos letramentos digitais.Isto ocorre, dentre outros motivos, em razão de que nas interações online, a comunicação se dá dediferentes modos, fazendo surgirem novas maneiras de (re/des)construir sentidos.Inevitavelmente, colonialidades que se perpetuam na sociedade são refletidas nos ambientesdigitais. Nesse contexto, é relevante que a educação formal seja capaz de ressignificar essarealidade de maneira crítica, por meio da ação docente e dos livros didáticos. Esta dissertação demestrado foca em mapear, com base nas coleções de livros didáticos de língua inglesa aprovadasno edital do PNLD (Brasil, 2018), publicadas no Guia do Programa Nacional do Livro Didático(Brasil, 2019), a coleção de livros didáticos de inglês voltados ao ensino fundamental anos finaismais utilizada na rede pública estadual de Sergipe, com o objetivo geral de analisar de que formaesses livros apresentam atividades que se relacionam aos letramentos digitais e às questõesdecoloniais na educação linguística em inglês. Para atender a este objetivo, esta pesquisaqualitativa (Paiva, 2019; Nunes, 2021) e interpretativista (Moita Lopes, 1994) ampara-se nasteorias dos letramentos digitais (Lankshear; Knobel, 2011, 2015; Nascimento; Knobel, 2017); nasdiscussões referentes aos livros didáticos (Leffa, 2008, 2016; Rojo, 2013, 2017; Façanha, 2018);bem como nas teorias decoloniais (Sousa Santos, 2018; Castro-Gomez, 2007; Silva Júnior; Matos,2019). Além da análise da coleção mais utilizada nas escolas públicas estaduais de Sergipe, sãorealizados levantamentos bibliográficos e análise documental, considerando a Base NacionalComum Curricular – BNCC (Brasil, 2018) e o edital do Programa Nacional do Livro Didático -PNLD (Brasil, 2018), compondo uma pesquisa de cunho bibliográfico e documental. Pararealização das análises, os dados são codificados com base em Saldaña (2009, 2013) e, por meiodeles, é possível observar como os letramentos digitais são apresentados no decorrer das unidadesque compõem os livros didáticos da coleção selecionada, além de refletir acerca de que forma omaterial didático abre brechas para o trabalho com a língua inglesa a partir de uma perspectivadecolonial, averiguando quais vozes são contempladas, bem como quais são silenciadas e/ouexcluídas. Os resultados principais apontam que, embora as atividades apresentem possibilidadesque se relacionam com os letramentos digitais e a decolonialidade, a problematização fica sob aresponsabilidade do professor, visto que há poucas propostas de aprofundamento dos temastratados neste estudo, letramentos digitais e decolonialidade, nos livros didáticos analisados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2329868 - ANA KARINA DE OLIVEIRA NASCIMENTO
Interno - 2522010 - ELAINE MARIA SANTOS
Externo à Instituição - LEINA CLÁUDIA VIANA JUCÁ

Notícia cadastrada em: 24/01/2024 13:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r19279-bcba364a3c