A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LÍCIA MARIA DE ALMEIDA MOURA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LÍCIA MARIA DE ALMEIDA MOURA
DATA: 29/08/2024
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/fgj-fzqs-efd
TÍTULO: Madame de Genlis e a Mulher Escritora no Século das Luzes
PALAVRAS-CHAVES: Madame de Genlis; Mulher autora; século XVIII; moralidade e religiosidade; educação e relações sociais.
PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Literatura Comparada
RESUMO:

Esta dissertação apresenta o estudo de uma modesta parcela da obra de Caroline-Stéphanie-Félicité du Crest de Saint-Aubin, Condessa de Genlis, autora francesa que, apesar de sua extensa produção literária, permanece pouco conhecida mesmo entre pesquisadores e estudiosos da área. A partir da contextualização do período histórico e da apresentação de algumas de suas obras, a fim de compor a biobibliografia da autora, entrelaçaremos a experiência da mulher autora na sociedade francesa do século XVIII com sua atuação de escritora. O período em questão, por sua vez, mostrou-se auspicioso para mulheres da aristocracia europeia que, pela primeira vez, se encontravam em posição de “protagonismo” em razão da relevância dada aos salões na formação da cultura e da sociabilidade essencial à formação do espaço público. Com base na comédia La bonne mère, no romance histórico Mademoiselle de Clermont (1802) e no romance sentimental La Femme auteur (1802), exploraremos as temáticas marcantes para a autora, dentre as quais a moralidade e a religiosidade. Essas temáticas misturam-se com as relações familiares e com a função educativa de suas obras, posto que Madame de Genlis atuou como governanta das filhas do Duque de Orléans e, mais tarde, foi também nomeada preceptora de seu filho, Louis- Philippe I, que se tornaria rei após a Revolução de Julho de 1830. Por fim, tentaremos elucidar a visão da autora sobre a mulher que escreve por meio da análise dos símbolos, signos e estilos literários presentes em suas obras.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1966998 - VALTER CESAR PINHEIRO
Interno - 95283 - CARLOS MAGNO SANTOS GOMES
Externo ao Programa - 2656383 - CHRISTINE ARNDT DE SANTANA
Externo à Instituição - PABLO ANTÔNIO IGLESIAS MAGALHÃES

Notícia cadastrada em: 13/05/2024 09:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r19295-ad7fbbb3d7