A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Noticias

Banca de DEFESA: HELBER RODRIGUES DE ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HELBER RODRIGUES DE ARAUJO
DATA: 27/06/2014
HORA: 14:00
LOCAL: conteiner da ZOOTECNIA
TÍTULO: Desempenho animal, produção de forragem e características estruturais do capim marandu com adubação nitrogenada ou em sistema silvipastoril.
PALAVRAS-CHAVES: adubação nitrogenada, leguminosa forrageira, Gliricidia sepium, sistema silvipastoril
PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
RESUMO:

A utilização de leguminosas forrageiras e gramíneas em sistema silvipastoril proporciona incremento da produtividade das pastagens, aumento do ganho em peso ou manutenção do peso durante o período em que a gramínea se torna menos disponível. Por outro lado, para um correto manejo dessas pastagens é de suma importância o conhecimento da composição percentual dos seus componentes estruturais quando estabelecido em sistema silvipastoril. Para isso foi estabelecido um experimento em Nossa Senhora das Dores - SE, no Campo Experimental Jorge do Prado Sobral, pertencente a Embrapa Tabuleiros Costeiros, durante o período de abril de 2008 a setembro de 2011. O presente trabalho foi desenvolvido objetivando avaliar a produção de matéria seca (MS), a composição morfológica, ganho médio diário individual, taxa de lotação e ganho por hectare em pastagem de B. brizantha cv. Marandu submetido ao efeito dos níveis 0; 80; 160 e 240 kg/ha de N aplicados em pastagem de Brachiaria brizantha cv Marandu, comparados com a pastagem consorciada com Gliricidia sepium em um sistema silvipastoril (0 de N + gliricídia). Os componentes estruturais da pastagem apresentaram modificações em seus percentuais em função das condições climáticas, da fertilização nitrogenada e do pastejo. Desta forma, tanto a fertilização nitrogenada quanto o sistema silvipastoril influenciaram a composição morfológica da B. brizantha, propiciando maiores produções de MS de folhas e caules verdes, principalmente durante as estações chuvosas. O sistema silvipastoril mostrou eficiência semelhante ou até superior no aumento da produção de MS e no estímulo ao crescimento e formação de folhas e caules da B. brizantha do que os diversos níveis de N estudados, sendo este efeito, mais visível nas estações secas. De acordo com as análises, os resultados de ganho individual dia/ha nas chuvas e seca foram maiores, nos tratamentos consorciados com a Gliricídia. As taxa de lotação variaram de acordo com a produção de MS durante as estações do ano. O ganho em g/ha no consórcio da B. brizantha com G. sepium foi maior, em relação aquelas fertilizada com níveis crescentes de nitrogênio e potássio na estação seca e equivalente aos tratamentos fertilizados nas chuvas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1541968 - ALFREDO ACOSTA BACKES
Presidente - 1684100 - JAILSON LARA FAGUNDES
Externo à Instituição - JOSE HENRIQUE DE ALBUQUERQUE RANGEL
Externo ao Programa - 011.776.345-46 - NAILSON LIMA SANTOS LEMOS

Notícia cadastrada em: 25/06/2014 08:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema1.ema1 v3.5.16 -r17747-27307b9759