A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Noticias

Banca de QUALIFICAÇÃO: VINÍCIA CARVALHO DOURADO FERREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VINÍCIA CARVALHO DOURADO FERREIRA
DATA: 30/05/2014
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório 1 (Sala 29) da Área Técnico-Científica (ATC ) da Embrapa Tabuleiros Costeiros
TÍTULO: INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL TRANSCERVICAL EM TEMPO FIXO EM OVELHAS SANTA INÊS COM SÊMEN FRESCO E REFRIGERADO
PALAVRAS-CHAVES: ovinos, cérvix, refrigeração, eCG, PGF2α
PÁGINAS: 25
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

A inseminação artificial (IA) é uma das biotécnicas de maior impacto na reprodução animal, porém, na espécie ovina ainda apresenta limitações, visto que as ovelhas possuem a cérvix mais complexa, tortuosa e estreita, dificultando a sua transposição para deposição do sêmen no útero e consequentemente prejudicando a fertilidade. Esse trabalho objetivou avaliar a contribuição de algumas variáveis relacionadas à IATC em tempo fixo com potencial impacto sobre a fertilidade de ovelhas da raça Santa Inês quando utilizados o sêmen fresco e refrigerado. O trabalho foi realizado no Campo Experimental Pedro Arle, em Frei Paulo - Sergipe, com 251 ovelhas submetidas a um protocolo de sincronização de estro de sete dias e inseminadas pelo método transcervical no dia nove, de 52 a 54 horas após remoção da esponja intravaginal. Os carneiros (n=6), da mesma raça, tiveram seus ejaculados obtidos por meio de vagina artificial, sendo o sêmen de cada um diluído e dividido em duas porções, uma utilizada na IATC a fresco e, a outra, subdivida em três e armazenadas a 5º C para posterior uso em IATC às 24, 48 e 72 horas de refrigeração. As variáveis independentes analisadas foram: condição reprodutiva, reprodutor, tratamento do sêmen, fonte da eCG e da PGF2α, local de deposição do sêmen e ocorrência de estros. Para a avaliação da fertilidade, mensurada pelo diagnóstico ultrassonográfico da gestação, utilizou-se a análise multivariada em árvore ou dendograma, do SPSS statistics 19 , no qual se observou que a deposição de sêmen intrauterina foi superior às deposições cervical profunda e superficial (p<0,05), sendo que as últimas não diferiram entre si (p>0,05). As demais variáveis também não influenciaram significativamente a fertilidade (p>0,05). Portanto, pode-se concluir que a inseminação transcervical com deposição intrauterina é fundamental para garantir altas taxas de fertilidade, independente do tipo de tratamento do sêmen e dos hormônios utilizados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 035.828.296-93 - ALEXANDRE NIZIO MARIA
Interno - 1645905 - ANSELMO DOMINGOS FERREIRA SANTOS
Presidente - 481.176.765-91 - HYMERSON COSTA AZEVEDO

Notícia cadastrada em: 15/05/2014 19:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r17743-f9ff511828