A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Noticias

Banca de DEFESA: CAMILA THIARA GOMES CARVALHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAMILA THIARA GOMES CARVALHO
DATA: 30/07/2013
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Medicina Veterinária
TÍTULO: Caracterização do Período de transição em ovelhas da raça santa Inês.
PALAVRAS-CHAVES: Balanço energético negativo, consumo, produção
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
ESPECIALIDADE: Criação de Animais
RESUMO:

O experimento foi realizado no período de agosto de 2011 a maio de 2012 no Setor de Ovinocultura da Universidade Federal de Sergipe. Objetivou-se estudar os efeitos do período de transição sobre o consumo de matéria seca, produção de leite, escore de condição corporal, peso corporal e perfil metabólico, caracterizando o período de transição em ovelhas Santa Inês. Foram utilizadas 10 fêmeas ovinas, nullíparas, gestantes. Os animais foram confinados 30 dias antes do parto previsto até 60 dias após o parto. Para o estudo das variáveis CMS, CMS (% PV), peso, ECC e perfil metabólico foram analisados em três períodos: Período 1: animais dos 21 dias pré-parto até o parto; Período 2: animais do parto até 21 dias pós-parto; Período 3: animais acima de 21 dias pós-parto. As variáveis relacionadas à produção de leite (kg de leite / dia, kg de leite corrigido a 3,5% de gordura / dia, porcentagem de gordura e produção de gordura em kg) foram divididos em dois períodos: PL30 (do parto até 30 dias); PL60 dias (de 30 a 60 dias após o parto). Houve diferença significativa (P<0,05) no CMS e CMS (% PV) entre os períodos estudados, apresentando maior consumo no período 3, com média de 1,58 ± 0,07 kg e 2,83 ± 0,16 %, respectivamente. O peso corporal e ECC apresentaram diferença significativa (P<0,05) no período 1, com médias 55,28 ± 1,12 e 3,34 ± 0,06 respectivamente. Os resultados à produção e composição do leite (PL, PLC, Gkg, G%) apresentaram diferença entre os períodos de lactação (P<0,05), com máxima eficiência no PL30. Não houve diferença significativa (P>0,05) as variáveis do perfil metabólico (glicose, proteína total, uréia, albumina, triglicerídeo e AGNE). O período de transição em ovelhas Santa Inês foi caracterizado 21 dias pré parto e 21 dias pós parto.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1645905 - ANSELMO DOMINGOS FERREIRA SANTOS
Externo à Instituição - JOSÉ CORREIA NETO
Interno - 2176639 - VERONALDO SOUZA DE OLIVEIRA

Notícia cadastrada em: 25/07/2013 19:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r17722-925b7210d0