A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFS

2022
Descrição
  • CARLA DAYANE DE ANDRADE
  • Estática: Uma Proposta de Sequência de Ensino-Aprendizagem Baseada em Metodologias de Aprendizagem Ativa
  • Orientador : CELSO JOSE VIANA BARBOSA
  • Data: 31/08/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O ensino de física na educação básica tem sido objeto de estudo de pesquisadores, o grande desafio dos professores é como relacionar estes estudos as práticas em sala de aula, de modo a tornar a aprendizagem eficaz. Neste sentido o objetivo geral deste trabalho é propor uma Sequência de ensino-aprendizagem baseada na utilização de metodologias de aprendizagem ativa para que o ensino de Estática ocorra de maneira significativa. Justifica-se a realização desta Sequência de ensino-aprendizagem por ela está baseada em pesquisas científicas concretas, vinculadas as práticas do ensino de física em sala de aula e que analisam as dificuldades dos alunos durante o processo de aprendizagem. O caminho metodológico adotado está pautado na utilização integrada dos métodos Instrução por Colegas (IpC) e o Ensino sob Medida(EsM) para que os alunos consigam desenvolver as bases conceituais adequadas, para reforçar este entendimento conceitual e permitir compreender as bases matemáticas para o ensino de Estática, é utilizada a resolução de Problemas Ricos em Contexto (PRC), motivando os alunos através de grupos colaborativos a buscar soluções para problemas reais de física. Com relação a base teórica este trabalho está sustentado na Teoria da Aprendizagem Significativa (TAS) proposta por David , permitindo identificar o conhecimento prévio e utilizando estratégias que permitam que eles sejam precisos, ativos e suficientes. Espera-se que com a utilização destes métodos e ferramentas os alunos possam alcançar uma aprendizagem significativa e que permitam desenvolver competências e habilidades necessárias para a aprendizagem de Estática.

  • ELBER JOSE ALMEIDA SANTOS
  • ELABORAÇÃO DE UMA UEPS PARA O ENSINO DE INTRODUÇÃO A ÓPTICA GEOMÉTRICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA
  • Orientador : TIAGO NERY RIBEIRO
  • Data: 31/08/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A luz sempre despertou a curiosidade humana, chegando a atribuir um caráter de divindade em algumas sociedades antigas. Os primeiros a tentar responder sobre suas origens foram os gregos antigos. Depois com o advento da física, diversos personagens tentaram explicar a luz criando duas correntes: ondulatória e corpuscular. A partir do tema nos perguntamos: como elaborar uma sequência de ensino que pudesse ser utilizada em dispositivos móveis e tivesse o potencial de envolver os alunos a interagirem e terem maior interesse pelos fenômenos físicos? Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi elaborar um produto educacional a partir de uma UEPS utilizando um website para ser utilizado como uma ferramenta de ensino, buscando torná-la acessível aos alunos para abordar os assuntos luz e princípios da óptica geométrica desde as ideias da Grécia Antiga até a física contemporânea. Para isso, utilizamos como marco teórico a teoria da Aprendizagem Significativa e a UEPS como estratégia para elaboração do produto. A metodologia foi qualitativa de caráter exploratório do tipo estudo de caso, no qual utilizará como instrumento de pesquisa as respostas aos questionários disponibilizados na plataforma. Observamos que a interatividade dos estudantes com a UEPS e a diversidade de estratégias que ela contém, tem a possibilidade de efetivamente ressignificar os conhecimentos prévios dos aprendizes, bem como ser utilizado em diferentes ambientes e estratégias de sala de aula, contemplando múltiplos objetivos propostos para o produto educacional.

  • JACKSON VIEIRA BARBOSA LEÃO
  • JOGO DO PERITO: APRENDIZAGEM BASEADA EM JOGOS PARA APRENDIZAGEM DE CINEMÁTICA
  • Orientador : EDVALDO ALVES DE SOUZA JUNIOR
  • Data: 30/08/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho propõe utilizar as metodologias educacionais de gamificação e ensino por investigação para elucidar uma colisão fictícia entre veículos, a fim de colocar os estudantes no lugar de um perito forense, que analisa as imagens obtidas em câmeras de segurança e com isso faz o levantamento de provas que possam indicar a culpabilidade dos envolvidos. Durante a análise do material obtido, o estudante deve obter conhecimentos acerca de cinemática e através de elementos cotidianos (como câmeras, vídeos e fotos) desenvolver estratégias, em equipe para analisar as fotos, e dados repassados a cada equipe. Utilizando um material potencialmente significativo, o acidente em questão torna os alunos participantes da ação, descobrindo uma profissão que é bastante pautada no conhecimento científico, o perito. A cada ação correta, as equipes são premiadas com estrelas que lhes garantirão acessos as próximas etapas do jogo. Assemelhando-os a uma escada, o jogo avança aumentando a dificuldade, enquanto as equipes se aproximam de uma solução. Nesse processo, a investigação provoca que os discentes criem, discutam, testem e testem novamente suas próprias hipóteses durante o jogo. Ao final da investigação os estudantes devem apresentar um relatório informando a os métodos que eles utilizaram e comparar com as das outras equipes. Mas cada uma terá independência para indicar o culpado ou com base nas leis de trânsito vigentes no Brasil e dos dados obtidos. Assim enquanto internalizam os conceitos de velocidade, aceleração, posição e tempo o estudante aprenderá também sobre leis de trânsito e qual a influência da tecnologia na sociedade atual. Ajudando a desvendar crimes e solucionar problemas.

  • SÍLVIO OLIVEIRA COSTA SILVA
  • CONSTRUÇÃO DE UM TUBO DE KUNDT CONTROLADO POR ARDUINO PARA O ENSINO DE ONDAS ESTACIONÁRIAS
  • Orientador : EDVALDO ALVES DE SOUZA JUNIOR
  • Data: 29/08/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A introdução de experimentos nas aulas de Física é uma oportunidade para os alunos desenvolverem habilidades e competências que estão além das que são rotineiramente trabalhadas aulas teóricas. Além disso, há uma oportunidade de aprendizagem através da interação social para uma formação compartilhada e mais comprometida como a aprendizagem coletiva. Considerando esse desenvolvimento, esta dissertação apresenta a construção de um kit tubo de kundt para estudo de ondas estacionárias construídas com a utilização da plataforma Arduíno como produto. Junto com a construção do kit é apresentado a sugestão de aplicação do produto em uma sequência didática que permite estudar os principais conceitos de ondas e realizar um trabalho em grupo para encontrar a velocidade do som e os harmônicos. São empregadas ferramentas tecnológicas que cada vez mais vão se inserindo em nosso meio, principalmente dentro de uma abordagem integradora com STEM. Elas dão aos alunos entusiasmo e motivação para a realização das atividades. O experimento foi montado com um alto-falante um gerador de frequência, um microcontrolador Arduino, um amplificador, um tubo cilíndrico de acrílico, um acoplador para o tubo e o alto-falante, uma base para o tubo, uma fita métrica, bolinhas de poliestireno, uma placa protoboard e alguns jumpers. Os resultados demonstraram que de fato, os alunos participaram de uma aprendizagem com tendências colaborativa e construtivista, em que puderam associar e comparar, de forma investigativa e prática, os resultados encontrados com a teoria. Através da interação e socialização puderam também assimilar ativamente os conceitos que explicam a relação entre as frequências do som emitido e o formato da onda apresentado, levando assim, a uma aprendizagem com novos, e antigos, instrumentos e signos, através da mediação social.

  • THOMAZ SANTOS NERES
  • ESTUDO DA VIBRAÇÃO DE PLACAS ATRAVÉS DOS PADRÕES ESTACIONÁRIOS DE CHLADNI
  • Orientador : EMERSON LUIS DE SANTA HELENA
  • Data: 25/08/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A física ondulatória descreve sistemas físicos nos quais atua uma força restauradoraque é responsável pelo movimento oscilatório do sistema em torno de um ponto deequilíbrio. Essas oscilações se manifestam em diferentes tipos de ondas e se propagamcom velocidades associadas às distintas características do meio de propagação. A equaçãode onda mostra como a deformação do meio ocorre à medida que o tempo passa. Noestudo da Física ondulatória, o livro didático dá mais destaque às ondas unidimensionais.Neste trabalho, é apresentado o estudo de ondas estacionárias bidimensionais numaproposta de resolução do problema investigativo da vibração de placas de Chladni dentrodas perspectivas da metodologia de ensino por investigação em conjunto com a TeoriaSociocultural de Vygotsky. Foi desenvolvido um aparato experimental de baixo custopara gerar os padrões de onda estacionárias. Além disso, foi utilizado o GeoGebra para acriação de uma interface gráfica matemática interativa de construção destes padrões deChladni a partir das soluções da equação de onda em placas quadradas. Várias Figuras deChladni foram criadas experimentalmente a partir de grãos depositados sobre diferentesplacas metálicas sujeitas à vibração. Foi observado graficamente, utilizando-se placasquadradas de diferentes tamanhos com extremidades livres, a relação de proporção entre afrequência de ressonância dos padrões de onda estacionária com o inverso do quadrado dolado. A partir da comparação dos resultados experimentais e os obtidos pela modelagemcomputacional, todos os grupos conseguiram explicar a formação das Figuras de Chladni.

  • LUCAS CARVALHO DA CONCEIÇÃO
  • ABORDAGEM DA TERMODINÂMICA A PARTIR DE TEMAS SOCIOCIENTÍFICOS: CONTRIBUIÇÃO PARA O APRIMORAMENTO DA CAPACIDADE ARGUMENTATIVA DE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
  • Orientador : DIVANIZIA DO NASCIMENTO SOUZA
  • Data: 13/05/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Na Educação Básica, a abordagem de temas sociocientíficos auxilia na promoção de prática da argumentação dos alunos, repercutindo positivamente na formação plena desses. Enquanto os temas sociocientíficos envolvem questões relevantes da vida cotidiana e futura dos alunos, a prática argumentativa promove a externalização daquilo que foi aprendido por eles. A análise dos argumentos dos alunos nos auxilia no entendimento daquilo que é aprendido por eles ao longo da abordagem dos assuntos que compõem os componentes curriculares. Partindo desses pressupostos, este trabalho tem como objetivo apresentar um produto educacional para professores de Física composto por atividades experimentais sobre temas sociocientíficos relacionados com efeito estufa e aquecimento global, com foco no ensino de termodinâmica. As atividades, em uma sequência de ensino investigativa (SEI), foram organizadas de modo a fomentar a prática de avaliação da aprendizagem por meio da análise das habilidades argumentativas de estudantes da Educação Básica. A SEI foi organizada com base no ciclo investigativo proposto por Pedaste et al. (2005), que se constitui pelas fases de orientação, conceitualização, investigação, conclusão e discussão sobre o tema de interesse. A experimentação do produto foi realizada em uma turma da segunda série do Ensino Médio de uma escola pública, ao longo de seis aulas. O produto educacional contribuiu como ferramenta para a argumentação dos alunos acerca de efeito estufa e aquecimento global com aporte de conceitos de termodinâmica. No entanto, para que os estudantes possam argumentar de forma mais ampla é preciso fomentar a inserção de momentos de discussão nas atividades escolares e abordar mais rotineiramente temas sociocientíficos, proporcionando espaços de diálogo em sala de aula.

  • ALINE CRUZ DO NASCIMENTO
  • A NATUREZA RADIATIVA DO SOL POR MEIO DA DINÂMICA DOS GASES SIMULADAS UTILIZANDO APPLETS
  • Orientador : ANA FIGUEIREDO MAIA
  • Data: 25/02/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O avanço tecnológico vem ganhando cada vez mais espaço na área educacional, sendo discutida e defendida a importância de utilizar as ferramentas computacionais para auxiliar a aprendizagem no ensino de conteúdos mais complexos. A partir do ano de 2020, essa realidade tornou-se de fundamental importância, pois ocorreu o fechamento das escolas e a obrigatoriedade do ensino remoto, causado pelo agravamento da pandemia da COVID-19. Neste trabalho, foram aliadas ferramentas digitais de ensino em uma sequência didática sobre a Lei Geral dos Gases Ideais utilizando o Sol como tema motivador. Para isto, foi planejada uma sequência didática utilizando o método Jigsaw, que permitiu a dedução da Lei Geral dos Gases Ideais a partir da combinação dos resultados encontrados por grupos de alunos para as leis de Boyle, Charles, Gay-Lussac e Avogadro, juntamente com a interpretação microscópica das variáveis macroscópicas simuladas (temperatura, pressão e volume). Para estudo das propriedades gerais dos gases e da sua dinâmica microscópica, foi utilizada a simulação interativa “Propriedade dos Gases”, do projeto PhET® Colorado. Com isto, fornecemos os subsídios e tutoriais para um momento lúdico, voltado para que através das dinâmicas em grupo, os alunos pudessem estudar as leis e ao final formar um quebra-cabeça para encontrar a equação da Lei Geral dos Gases ideais e discuti-la. Assim, além de uma experiência para extrapolar os conteúdos do currículo básico, para interpretar a presença dos gases ideais na estrela solar, e os diferentes tipos de transformações, este trabalho forneceu um contexto potencialmente significativo de como explorar simulações interativas nas aulas de Física.

  • ANDRÉ ANDRADE RABÊLO
  • DEGRADAÇÃO DA ENERGIA COMO RECURSO PARA UMA DISCUSSÃO CIENTÍFICA DA RELAÇÃO HOMEM-PLANETA NO ENSINO DE FÍSICA
  • Orientador : LAELIA PUMILLA BOTELHO CAMPOS DOS SANTOS
  • Data: 24/02/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A abordagem da Segunda Lei da Termodinâmica no Ensino Médio é superficial e decorre daí a pouca compreensão do significado da grandeza entropia, ou da degradação da energia. Este trabalho propôs, por meio de uma sequência didática, mostrar que a compreensão mais rigorosa da Segunda Lei é capaz de demonstrar, via degradação, a dificuldade de se estabelecerem padrões sustentáveis de desenvolvimento, sob o paradigma do crescimento econômico, ultrapassando o enfoque tradicionalmente relacionado apenas ao estudo das máquinas térmicas. Aproximando-se do que preconizam os PCNs, a sequência articulou os conceitos e leis físicas à vivência dos alunos, atribuindo-lhes significado. Aplicada com a participação ativa dos alunos em uma adaptação para o ensino remoto da metodologia Ensino sob Medida, procurou promover a autonomia para aprender do educando, atiçando sua curiosidade com a temática ambiental, sem negligenciar a abstração teórica da Física. O uso da metodologia inseriu ativamente os alunos no processo de aprendizagem, o que aumentou a participação na aula e possibilitou, além de bom índice de acerto em questões de vestibulares e Enem, a aquisição de um conhecimento mais amplo e crítico da conexão entre o mundo natural e o social.

  • NATCHÊILA RIBEIRO DE MENEZES LIMA
  • MOVIMENTO BROWNIANO E TERMODINÂMICA COM O IMAGEJ: A NATUREZA DA RADIAÇÃO ESTELAR POR MEIO DA DEMONSTRAÇÃO EXPERIMENTAL INVESTIGATIVA
  • Orientador : SERGIO SCARANO JUNIOR
  • Data: 22/02/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Apesar da Termodinâmica propiciar uma das mais formidáveis conexões entre a Física da micro e macroestrutura da matéria, raramente ela é explorada em experimentos no Ensino Básico. Isto ocorre justamente pela dificuldade de se observar os efeitos microscópicos relacionados às variáveis macroscópicas. Neste trabalho propomos explorar esta lacuna apresentando um experimento sobre o movimento browniano, no qual utilizamos o recurso de vídeo análise de micropartículas suspensas em um fluido. Utilizando vídeos publicamente disponíveis de microbolhas de gordura sobre leite, apresentamos um procedimento para medir o movimento de múltiplas partículas identificadas automaticamente e para as quais o movimento browniano individual pode ser mensurado utilizando o software ImageJ. Combinando o conjunto de velocidades observadas ao longo de toda filmagem compusemos um histograma de velocidades que reflete experimentalmente a distribuição de Maxwell-Boltzmann. A partir deste gráfico é possível descrever, de uma forma quantitativa e fundada em atividades experimentais, a relação que conecta a energia cinética e térmica das partículas. O produto criado foi aplicado no contexto de ensino síncrono e assíncrono imposto pela pandemia de COVID-19. Como estratégia de ensino, utilizamos preceitos de demonstração experimental investigativa e grupos colaborativos, com membros escolhidos segundo seus recursos de conexão e habilidades, avaliados em um pré-teste. Elaboramos um vídeo, como organizador prévio, conectando interdisciplinarmente a física térmica, com ciências da vida, centrados nos conceitos do movimento térmico das partículas e na irradiação produzida. Após o debate sobre a percepção dos alunos quanto as concepções físicas abordadas, iniciamos a atividade investigativa apresentando os resultados da análise do movimento browniano com o ImageJ. Propusemos que cada grupo colaborativo analisasse trechos distintos de movimento browniano com o propósito de estimulá-los na aplicação de conceitos físicos conhecidos e extrapolá-los para uma concepção estatística do fenômeno analisado, baseado na comparação e combinação dos histogramas de velocidades produzidos. Para auxiliar no processo foram elaboradas planilhas eletrônicas e vídeo tutoriais explicativos das etapas de aprendizagem, disponibilizados em momentos estratégicos da discussão dos alunos em grupo e entre grupos. Com isso pudemos promover a apresentação da teoria cinética dos gases de forma dialógica e auxiliada por applets do PhET Colorado para assim promover a associação do movimento das partículas à irradiação de uma estrela como o Sol, a concepção da ideia da radiação de corpo negro e como estes se conectam com a origem e manutenção da vida na Terra.

  • RICARDO DA SILVA SANTOS
  • O ENSINO DE ELETROSTÁTICA EM UMA PERSPECTIVA DA PEDAGOGIA DA ALTERNÂNCIA: ANALISANDO A ELABORAÇÃO E APLICAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA UTILIZANDO BLOG.
  • Orientador : TIAGO NERY RIBEIRO
  • Data: 16/02/2022
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A sociedade contemporânea, diante das constantes transformações sociais da era pós-moderna, exige cidadãos que sejam profissionais com disposição para aprender e pensar, atendendo a diferentes demandas do seu ambiente profissional e propondo soluções criativas para os desafios encontrados, e a capacidade de intervirem no meio em que vivem, sendo sujeitos no processo de transformações que visam mudar a sua realidade, bem como de sua comunidade. Diante deste fato nos perguntamos: O ensino de Física praticado atualmente corresponde aos anseios da sociedade atual? É possível que uma série de demonstrações e questões conceituais inseridas em uma Unidade de Ensino tenham o potencial de auxiliar no desempenho e satisfação da aprendizagem do sujeito acerca do tema eletrostática em um ambiente de pedagogia da alternância? Quando associado ao ensino de Física, o design for change pode contribuir para formar alunos protagonistas da construção do seu aprendizado e ativos nas mudanças sociais que representem a construção de uma nova realidade no meio em que vivem? Para buscar elementos que respondam essas perguntas tivemos por objetivo elaborar um produto educacional a partir de uma unidade de ensino que utiliza a Pedagogia da alternância e princípios da Teoria Aprendizagem Significativa como suporte teórico que vise despertar no aluno uma capacidade investigativa, crítica, questionadora e avaliativa do tema eletrostática aplicados no ensino médio, bem como, formar cidadãos que sejam sujeitos na construção da sua história, do seu projeto de vida, transformando o seu meio. O trabalho foi de natureza exploratória, do tipo qualitativa e o estudo de caso para análise do produto educacional como material de ensino potencialmente significativo. O design for change também foi utilizado como ferramenta metodológica, por estar de acordo com o Projeto Político Pedagógico da escola, Aprendizagem Significativa e a Pedagogia da Alternância. A unidade de ensino foi aplicada em uma sala de aula do 3º ano do ensino médio composta por 8 alunos da rede pública estadual e as ações do Design foram desenvolvidas nas suas redes sociais. A partir do desenvolvimento do produto educacional de forma remota, identificamos que os alunos conseguiram a condição de serem protagonistas do processo de ensino e aprendizagem, exercendo importante papel na realidade de suas comunidades ao intervirem em seus meios sociais no sentido de modificá-los e divulgarem os resultados obtidos, incentivando demais membros de suas comunidades a adotarem a mesma postura engajadora, atuante e proativa.

2021
Descrição
  • RÔMULO ANDRADE DANTAS
  • O EXPERIMENTO DE ERATÓSTENES E SUAS POSSIBILIDADES NO ENSINO DE FÍSICA.
  • Orientador : VELEIDA ANAHI DA SILVA
  • Data: 19/11/2021
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O ensino de Física permite explorar a aprendizagem significativa através de experimentos como o do matemático, gramático, poeta, geógrafo, bibliotecário e astrônomo da Grécia Antiga, Eratóstenes de Cirene (276 a.C. — Alexandria, 194 a.C.), famoso por calcular a circunferência da Terra. Tendo em vista que o experimento oferece relevante compreensão dos conceitos da Astronomia, assim como também valoriza a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos em física e matemática, reproduzindo um experimento realizado em meio à simplicidade de uma época sem tecnologia. Considerando o exposto, o presente estudo faz uma discussão teórica, seguida da atividade prática realizada com um grupo de alunos do ensino médio, para assim analisar os pontos positivos das aulas de física por meio de experiências cientificas simples. A velocidade das informações permite que a educação valorize novas metodologias ativas de ensino, para assim cativar a atenção dos discentes, visto que aulas mais dinâmicas e diversificadas se tornam interessantes para variadas faixas etárias. A aplicação do produto se deu de forma dinâmica e adaptada à nova realidade, provocada pela pandemia mundial do novo coronavírus. O Produto é um conjunto de atividades que relaciona o ensino aprendizagem ao meio social, profissional, cultural, dentre outras funções. Aplicamos uma única atividade prognóstica na primeira aula e fomos debatendo os resultados nas demais junto à aplicação do produto, para assim enriquecer o campo de abrangência do conhecimento e consumar os objetivos propostos desde o princípio da pesquisa deste presente trabalho. Notadamente os alunos estavam com ótimo desempenho e conhecimento a respeito das disciplinas, inclusive muitos erros nas respostas das questões da atividade prognóstica ocorreram por excesso de confiança deles. Observamos que um dos maiores empecilhos na experimentação é a falta de interesse da gestão escolar de introduzir um currículo condizente com a realidade do educando e a falta da capacitação técnica dos profissionais da educação, principalmente após a revolução dos sistemas online, que oferece maior flexibilidade de horários, explicações sobre conteúdos disponíveis por tempo maior, maior organização, planejamento didático, entre outros.

  • ÉRIKA CRISTINA MENESES DE FRANÇA
  • História e Filosofia da Ciência e Argumentação no Ensino de Física: uma abordagem sobre a Terceira Lei de Newton
  • Orientador : DIVANIZIA DO NASCIMENTO SOUZA
  • Data: 25/10/2021
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Pesquisas na área de ensino de Ciências vêm evidenciando a importância de abordagens histórico-filosóficas, por considerarem que as aulas podem se tornar mais instigantes e reflexivas. Também, as práticas argumentativas têm se mostrado de suma importância para uma aprendizagem que possibilite aos alunos não apenas serem conhecedores dos estudos científicos, mas também dos procedimentos e das atitudes que lhe são inerentes. Todavia, a quantidade de publicações esclarecedoras dos resultados de investigações científicas sobre o diálogo entre esses dois elementos ainda é pequena. Diante disso, o objetivo geral deste trabalho é apresentar um produto educacional para promoção da abordagem da História e Filosofia da Ciência (HFC) no ensino e na aprendizagem de Física dentro de um exercício argumentativo, com ênfase na Terceira Lei de Newton estudada no Ensino Médio. Os objetivos específicos deste estudo foram compreender a importância que a abordagem histórico-filosófica aliada à argumentação possui para o trabalho educacional com a Física e realizar essa abordagem junto a alunos de diferentes turmas do primeiro ano do Ensino Médio, de forma a atingir-se uma ideia clara sobre os impactos que esse tipo de estratégia didática gera para o ensino e a aprendizagem de Física. Para tal, foi desenvolvida uma sequência didática ministrada a alunos dos primeiros anos do Ensino Médio de uma escola da rede pública estadual de Aracaju/SE. O desenvolvimento e a avaliação da aplicação do produto educacional ocorreram na forma de pesquisa qualitativa com abordagem quase-experimental. Os resultados apontam que a sequência didática significou um processo de alfabetização científica para os estudantes, no qual o exercício da argumentação foi fundamental, ao incorporar e viabilizar os procedimentos próprios do fazer científico, como a construção de explicações e o emprego de justificativas que fundamentaram ideias. Com a abordagem de situações e de fatos em geral desconhecidos e ignorados da Física, foi possível incentivar os alunos a compreenderem o cientista e a ciência de forma mais realista, tal como sujeito e produto socioculturais que são. A conclusão delineia a necessidade de superação das abordagens pré-universitárias e instrumentais no Ensino Médio, para que os alunos tenham condições de dar destinos significativos ao que aprenderam, por meio da HFC aliada ao exercício da argumentação, em definitivo e com consistência.

  • KÉSIA CRISTINA DOS SANTOS VIEIRA
  • UMA SEQUÊNCIA DE ENSINO-APRENDIZAGEM: MOVIMENTO CIRCULAR COMO PROPOSTA PARA O ENSINO REMOTO
  • Orientador : CELSO JOSE VIANA BARBOSA
  • Data: 26/02/2021
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O presente trabalho de dissertação tem como principal objetivo apresentar uma Sequência de Ensino-aprendizagem (Teaching-Learning Sequence - TLS) planejada para trabalhar o conteúdo de Movimento Circular em especial o estudo da aceleração centrípeta, como uma proposta para o Ensino Remoto, podendo ainda ser adaptada para a perspectiva presencial. O tema foi subsidiado, segundo a teoria de aprendizagem significativa de David Assube, para auxiliar com a elaboração de um material que fosse potencialmente significativo e na identificação dos subsunçores presentes na estrutura cognitiva dos alunos. Para orientar nas definições dos objetivos de aprendizagem, presentes na estruturação da TLS, contou-se com a taxonomia dos objetivos educacionais revisada. Esta TLS integra a metodologia Instrução pelos Colegas (Peer Instruction- IpC) com o uso de ferramentas tecnológicas (TICs), de modo a potencializar o aprendizado de forma interativa. As aulas foram organizadas para serem trabalhadas de forma síncrona e assíncrona. Para isto dividiu-se a TLS em três momentos. O primeiro momento conta com um acordo didático e apresentação do projeto, aplicação de um teste diagnostico, vídeo e um jogo sobre vetores. O segundo momento consiste em disponibilização de um livro digital (e-book), uma aula online sobre o movimento circular utilizando uma simulação (PhET) e uma adaptação do método IpC. No último momento a aplicação de um pós-teste e um questionário de avaliação do produto educacional. Diante do primeiro momento, constatou-se que os conhecimentos prévios eram alicerçados no senso comum. A disponibilidade de um material potencialmente significativo, no segundo momento, apresentou-se como requisito primordial para a implementação do método IpC. No pós-teste evidenciou-se que a TLS proposta conduziu os discentes a um aprendizado construtivo estando este alicerçado nos níveis de lembrar, entender e aplicar. Portanto, concluímos que a sequência de ensino-aprendizagem sobre movimento circular demonstrou ser satisfatória na construção do aprendizado diante da perspectiva do ensino remoto.

  • JEFFERSON PORTELA RAMOS
  • A mecânica e o corpo humano
  • Orientador : EDVALDO ALVES DE SOUZA JUNIOR
  • Data: 25/02/2021
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A falta de percepção da aplicação das ciências exatas no seu dia a dia é uma característicacomum ao aluno de Ensino Médio (EM). Essa carência pode ter origem nas metodologias que não levamem consideração os saberes, a capacidade e a participação do aluno no processo de construção doconhecimento. A fraca conexão feita pelos alunos entre o que há na sala de aula e o que há fora dela,torna necessário a criação e utilização de metodologias que aproximem cada vez mais os conteúdos e ocotidiano dos alunos. Este trabalho visa desenvolver uma ferramenta que possibilite aos docentes acriação de conexões de tópicos de mecânica com movimentos do próprio corpo dos alunos, como formade contextualização. A utilização dessa ferramenta terá ainda o benefício de mostrar que nem sequer énecessário sair da sala para ver uma aplicação da física no dia a dia. O desenvolvimento da ferramentacontará com uma análise crítica de vídeos demonstrativos de ações naturais humanas, tais como sentare saltar, associado a interação social proporcionada pela adaptação do método de Instrução pelos Colegas(Peer Instruction). Ao final, esperasse que seja possível observar nos alunos uma maior capacidade decompreensão e adaptação da Física.

2020
Descrição
  • DOUGLAS RIBEIRO ANDRADE
  • ESTUDO ÓPTICO RELACIONADO A LENTES ESFÉRICAS E A HISTÓRIA DE GALILEU GALILEI, SUA CONTRIBUIÇÃO PARA OS PRIMEIROS TELESCÓPIOS
  • Orientador : CELSO JOSE VIANA BARBOSA
  • Data: 31/08/2020
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Reiteradamente, professores utilizam recursos matemáticos para definir leis e conceitos físicos, assim acabam deixando esquecidos os grandes pensadores Físicos que impulsionaram o desenvolvimento da ciência. Dessa forma, será apresentado nesse trabalho uma sequência didática na qual abordaremos a história de Galileu Galilei, mostrando um estudo prático sobre Óptica Geométrica em especial lentes esféricas, voltado para a construção do telescópio de Galileu, com alunos do 30 ano do ensino médio, no Colégio Pierre Freitas na cidade de Simão Dias-SE. Como referencial teórico nos baseamos nas teorias de aprendizagem significativa de David Ausubel, e na utilização de mapas conceituais de Joseph Novak, considerando-se a necessidade de analisar os conhecimentos prévios que os alunos possuem para ser tomado como parâmetro de condução da aula. Para a implementação, utilizamos a metodologia de Instrução por Colegas (Peer Instruction), de Eric Mazur, no qual podemos intercalar questões de conceitos com as de cálculos, levando dinamismo para as turmas, devido a interação entre aluno/aluno, deixando-os livres para serem protagonista do seu próprio conhecimento, descentralizando do conhecimento do professor. Ao analisar os dados, foi possível observar um ganho significativo de aprendizagem, observamos que as discussões entre eles foram proveitosas, aumentando o índice de participação na aula. Tendo como base as questões conceituais, observamos que sempre houve um aumento significativo nas respostas corretas após cada debate. Com base nas análises feitas sobre essa aplicação, observamos que esse método tem grande potencialidade para ser replicado em outros conteúdos. Para esta aplicação os alunos utilizaram a plataforma YouTube, os próprios livros como material potencialmente significativo e elaboraram mapas conceituais. Foram elaboradas questões conceituais para conduzir as aulas, applets, um banco óptico de baixo custo e por fim os próprios alunos construirão lunetas similares a que Galileu usou.

  • TIAGO VIANA DO NASCIMENTO
  • SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO E PRODUÇÃO DE ONDAS ELETROMAGNÉTICAS
  • Orientador : CELSO JOSE VIANA BARBOSA
  • Data: 31/08/2020
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O ensino de Ondas Eletromagnéticas no Ensino Médio está presente nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) como a importância dos estudos das ondas para o conhecimento do estudante ao longo de sua vida, como várias aplicações desde uma transmissão de rádio a radiações de exposição ou aplicação na medicina. Um problema encontrado nos estudos de ondas eletromagnéticas é a abordagem de ensino de forma tradicional, onde o professor é detentor do discurso e o aluno, o ouvinte. Esse trabalho segue uma linha de aprendizagem ativa, que coloca o aluno como o centro do universo da sala de aula em uma sequência didática que aborda o conteúdo de ondas eletromagnéticas na qual foi aplicado no Centro de Excelência Dom Luciano José Cabral Duarte. O conteúdo a ser abordado faz parte da grade curricular da terceira série do Ensino Médio, o que se faz necessário uma revisão de ondas, na qual será exposto para o estudante uma forma de lembrar o assunto em questão, como sua natureza, tipo e classificação e os fenômenos ondulatórios presentes. Para a revisão, por se tratar de conceitos físicos, adotaremos a metodologia de aprendizagem ativa, a Instrução pelos Colegas (IpC) assim como no ensino de ondas eletromagnéticas. Além do IpC na sequência foram realizadas aulas com atividade prática experimental na construção de experimentos com circuitos osciladores responsáveis pela geração de ondas eletromagnéticas, um rádio transmissor FM. O processo avaliativo se dá com pré-testes nas atividades prévias e através das questões conceituais aplicadas no IpC e ao final do trabalho, pós teste, com a aplicação de uma atividade final de caráter formativa para que seja um instrumento de análise para o professor na qual pode-se verificar o nível de aprendizagem atingido pelo grupo de estudante.

  • VALDENILSON SANTOS BARBOSA
  • DESENVOLVIMENTO DO GAME EDUCATIVO “REINOS DA LUZ” SOBRE ÓPTICA-CORES NA ESTRATÉGIA DE ENSINO DE FÍSICA
  • Orientador : LAELIA PUMILLA BOTELHO CAMPOS DOS SANTOS
  • Data: 28/08/2020
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O ensino da disciplina de física nas escolas brasileiras tem apresentado muitas problemáticas, uma vez que tem sido focado em ensinar conteúdos de vestibulares com muitas reproduções de fórmulas, aplicando-se muitas vezes metodologias tradicionais, cujos professores, detentores do conhecimento, visa expor assuntos para a resolução de problemas. Além disso, a física tem sido apresentada distante do cotidiano dos alunos, relacionando seus conceitos a aplicações complexas de difícil compreensão. Na expectativa de aproximar o mundo científico dos discentes, e na busca por uma metodologia inovadora, que proporcione um engajamento atrelado ao interesse de aprender física, propomos utilizar a Gamificação, através da mecânica dos games, como estratégia metodológica para promover a aprendizagem e a interação social entre os estudantes. Dessa forma, o objetivo de nosso Produto Educacional é a construção de um game para celulares com o intuito de promover o aprendizado de conceitos de Óptica-Cores, usando a dinâmica da Gamificação para alunos do 2º ano do Ensino Médio.

  • ARTUR BEZERRA DA SILVA
  • SEQUÊNCIA DIDÁTICA UTILIZANDO PROTÓTIPO DE CIRCUITO ELÉTRICO DE ILUMINAÇÃO RESIDENCIAL PARA O ENSINO DE ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES
  • Orientador : TIAGO NERY RIBEIRO
  • Data: 27/02/2020
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O uso de experimentos para o ensino de circuitos elétricos normalmente não explora a vivência do aluno, são atividades práticas com o intuído de elaborar associação de resistores para a realização de medições e comprovar leis, resultando em práticas tradicionais que se reduzem a uma lista de métodos previamente elaborados sem correlacionar-se com o cotidiano do indivíduo. Este trabalho tem por objetivo propor atividades práticas para o estudo de associação de lâmpadas em corrente contínua utilizando um protótipo de planta baixa residencial, de forma a simular as ligações do circuito envolvendo quadro elétrico, condutores, interruptores e receptores, para o estudo de associação em série, paralelo e mista. Utilizaremos uma metodologia de natureza qualitativa, tipo exploratória, na qual será realizado um estudo de caso utilizando o produto em uma turma de ensino médio e a coleta de dados será realizada a partir da análise das respostas dos alunos a teste inicial, teste final e os questionários inseridos no produto. A elaboração e aplicação do produto educacional conseguiu vincular o tema ao cotidiano do aluno, ao sugerir um protótipo de baixo custo com desenho de uma planta baixa residencial, de modo a simular ligações de lâmpadas no circuito elétrico monofásico residencial. A cada encontro os estudantes aprofundaram os conhecimentos e desenvolveram a curiosidade na observação do comportamento do brilho das lâmpadas em uma residência para cada tipo de associação, corroborando assim, para uma aprendizagem potencialmente significativa.

  • FELIPE ESTÊVES MOURA
  • CONSTRUÇÃO E APLICAÇÃO DE UM JOGO DE TABULEIRO SOBRE A TEMÁTICA DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA RESIDENCIAL NO CONTEXTO DA SALA DE AULA DE FÍSICA
  • Orientador : TIAGO NERY RIBEIRO
  • Data: 18/02/2020
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem como finalidade estimular o interesse do aluno no ensino de Física, através do lúdico. Para tanto, foi construído e aplicado um jogo de tabuleiro acerca da temática do consumo de energia elétrica residencial no contexto de sala de aula. A escolha do tema está relacionada à dificuldade do aluno em associar o que é exposto em aula tradicional com o seu cotidiano, tornando o método de ensino atual desestimulante. Para isso, o trabalho teve como objetivo construir e aplicar o jogo de tabuleiro para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem da Física, norteada a partir da temática do consumo de energia elétrica residencial no contexto de sala de aula. Desta maneira, foi elaborado um jogo de tabuleiro composto por perguntas e respostas que foi aplicado em uma turma da 3ª Série do Ensino Médio. A metodologia desta pesquisa é de natureza qualitativa, de caráter exploratório do tipo estudo de caso. Constatou-se que a atividade interativa proporcionou debates e discussões relacionados à temática do jogo, fazendo com que houvesse participação ativa dos alunos e consequentemente uma aprendizagem efetiva. A pesquisa também apontou o jogo de tabuleiro como uma alternativa para o ensino da Física, na medida em que aproximou teoria e prática, aumentando a assimilação do conhecimento pela interação proporcionada pelo jogo.

  • ROBSON DOMINGOS DA CRUZ SANTOS
  • ELABORAÇÃO DE UMA UNIDADE DE ENSINO PARA INVESTIGAÇÃO DA TENSÃO DE CORTE DO LED
  • Orientador : SAMUEL RODRIGUES DE OLIVEIRA NETO
  • Data: 31/01/2020
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O curso de física para o ensino médio deve permitir a construção de conhecimentos necessários para a compreensão do mundo contemporâneo. É necessário que haja uma atualização no currículo do EM de forma que o ensino seja contextualizado com a realidade do aluno e promova um novo olhar sobre o impacto das tecnologias nas formas de vida contemporânea, além de introduzir novos elementos para uma discussão consciente da relação entre a ciência e a sociedade. Propomos aqui uma sequência, embasada na aprendizagem significativa de David Ausubel e organizadores prévios, que nos permite aproximar o aluno das novas tecnologias, e não somente isso, permite que ele tenha uma noção da física por traz dessas tecnologias, e saiba também as identificar. A sequência foi dividida em dois momentos, no primeiro aplicamos um organizador prévio implementado no Algodoo, utilizando os passos do ciclo PODS (Previsão, Observação, Demonstração e Síntese), que teve por objetivo desenvolver conceitos existentes na estrutura cognitiva dos alunos, necessários para a aprendizagem do conceito principal. No segundo momento foi desenvolvida uma aula demonstrativa com o Arduino. Nesta aula, utilizamos um circuito simples que pudesse modificar o fluxo de corrente que passava no LED. Após mostrar os valores, obtidos automaticamente com o Arduino, construímos um gráfico da tensão versus corrente, e com ele determinamos a tensão de corte. A obtenção do valor da tensão de corte foi feita após as previsões finais dos alunos. Durante a demonstração fez-se necessário comentários sobre formação da barreira de potencial, teoria de bandas, semicondutores e junção PN. Pode-se concluir que, o material aqui apresentado é potencialmente significativo e replicável, desde que se tomem as devidas precauções com as analogias entre a Física Clássica e a Física Moderna e Contemporânea.

2019
Descrição
  • ANTÔNIO CARLOS DE OLIVEIRA
  • SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA ABORDAGEM EM FÍSICA SOBRE RADIAÇÕES SOLARES DO TIPO ULTRAVIOLETA E FOTOPROTEÇÃO
  • Orientador : DIVANIZIA DO NASCIMENTO SOUZA
  • Data: 10/12/2019
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O cotidiano promove oportunidades de aprendizagem diante os diversos fenômenos presentes em nossas vidas, dentre eles, aqueles que estão relacionados à física. Por isso, os conceitos físicos abordados em sala de aula precisam ter conexão com a vivência do aluno. Esta dissertação teve como objetivo geral elaborar um produto educacional a ser aplicado em turmas de 3º ano do Ensino Médio. O produto elaborado é uma sequência didática (SD) com enfoque em ciência-tecnologia-sociedade (CTS), com a finalidade de promover a aprendizagem de conceitos físicos relacionados a ondas eletromagnéticas, incluindo espectro de emissão da radiação eletromagnética, com ênfase na radiação ultravioleta e na importância da fotoproteção para a saúde do ser humano. Buscou-se abordar na SD, com mais ênfase, temas relacionados às radiações solares do tipo ultravioleta, suas interferências na saúde das pessoas, incluindo os riscos, benefícios e cuidados que devem ser tomados para proteção a esse tipo de radiação. A SD foi aplicada em duas turmas de terceiro ano do Ensino Médio do turno noturno de uma escola pública da região metropolitana de Aracaju, SE. Entre as atividades da SD, houve a apresentação dos componentes básicos, montagem e utilização de um espectrofotômetro artesanal, construído com materiais de fácil aquisição. Esse equipamento serviu para quantificar os níveis de absorção de protetores solares, em função do comprimento de onda da radiação incidida sobre eles. Isso possibilitou relacionar a eficácia do uso de desses protetores solares contra os efeitos da radiação ultravioleta. Esta atividade e as demais da SD contribuíram para motivar os alunos na aquisição de conceitos físicos pertinentes ao conteúdo. A tríade que compõe a SD, formada por conceituação científica, uso de tecnologia e implicações sociais contempla uma abordagem CTS.

  • TAIALA PATRICIA CERQUEIRA DA PAZ
  • “CHAPA” QUENTE: RECURSOS DE APRENDIZAGEM COLETIVA PARA EXPLORAR FENÔMENOS TÉRMICOS
  • Orientador : LAELIA PUMILLA BOTELHO CAMPOS DOS SANTOS
  • Data: 31/10/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • O ensino de Física tem acontecido de forma bastante desconectada da realidade dos alunos em geral. A falta de conhecimento dos fenômenos térmicos e sua correlação com o cotidiano dificulta a aquisição correta das competências e habilidades na área da Física, bem como a resolução de situações-problemas simples do dia-a-dia. É comum nas escolas o desenvolvimento teórico-matemático destes tópicos tradicionais da grade curricular dos alunos do Ensino Médio. Apresentamos nesse trabalho a proposta de uma sequência didática baseada no Peer Instruction (Instrução pelos Colegas-IpC), associada ao JiTT (Ensino sob Medida-EsM), na qual abordaremos temas de Física Térmica, a saber Termologia e Termometria, em turmas para as quais a grade curricular é sugerida. Como referencial teórico nos basearemos na Aprendizagem Sócio Interacionista de Vygotsky por entender que o desenvolvimento humano está vinculado ao contexto cultural no qual o indivíduo está inserido. Para o desenvolvimento das atividades utilizaremos a metodologia ativa de aprendizagem, onde o aluno torna-se responsável pelo processo de aprendizado, sendo não apenas um receptor de informações, e sim, sujeito autônomo e participativo. Dessa forma, os alunos terão acesso e serão estimulados a fazer uso e produção de conteúdos online como vídeo-aulas, experimentos caseiros, textos para discussão, assim como tarefas de leituras e testes conceituais, e tendo todo este material compondo, por fim, o produto final deste trabalho.

  • MAGNA COELI SOARES RODRIGUES
  • A ABP COMO ESTRATÉGIA DIDÁTICA E A ASTRONOMIA COMO CONTEXTO NO ENSINO DA QUANTIDADE DE MOVIMENTO
  • Orientador : SERGIO SCARANO JUNIOR
  • Data: 29/08/2019
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho apresenta uma estratégia de aprendizagem do conceito quantidade de movimento no contexto da Astronomia, utilizando como metodologia ativa principal a Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP). Através de cenários próximos aos alunos, a Astronomia foi trazida à discussão como um elemento para suscitar a curiosidade e a necessidade de aprender o conceito de momentum e sua conservação, ressignificando conceitos da Mecânica, como movimento e força. Essa ressignificação foi feita através de fenômenos relacionados aos movimentos do planeta Terra e da Lua, no sistema solar, e sua influência em nosso cotidiano, como fases da Lua, eclipses, fenômeno de marés, estações do ano, microgravidade e outros. A ABP proporcionou o diálogo, a colaboração, a cooperação e estimulou nos estudantes o desenvolvimento do senso crítico. Além de exigir a organização de dados, essa metodologia incentivou a pesquisa para a satisfação das curiosidades levantadas nos debates, como também para a construção de competências necessárias à resolução de problemas apresentados aos estudantes. A sequência didática apresentou às turmas um vídeo como organizador prévio, seguido de dois vídeos tutoriais. Estes orientaram sobre o funcionamento da ABP (etapas, papel de cada participante e a divisão da aplicação em tutoriais) e sobre a construção de um mapa conceitual, ferramenta utilizada pelas equipes para relacionar os conceitos identificados no texto. As equipes também realizaram experimentos guiados por roteiros e vídeos, compartilharam ideias na resolução de cálculos, através do PPC (pense, pareie e compartilhe), e participaram de uma competição com o jogo Você é um astro ingênuo?, elaborado segundo a taxonomia de Bloom. Cada participante foi estimulado a assumir uma postura ativa na construção de significados durante a interpretação dos textos, na realização dos experimentos, resolução de cálculos e competição entre as equipes. O produto final foi aplicado tanto na rede pública quanto privada, por professores diferentes. Diferenças marginais foram encontradas nos resultados gerais de todas as escolas envolvidas, mas o processo aponta para uma evolução nas habilidades e competências almejadas. Através da interação o aluno teve a chance de adquirir autonomia, porque aprendeu a ouvir, investigar, argumentar, estabelecer estratégias e apresentar uma possível solução para o problema.

    Dissertação: https://www.dropbox.com/s/q9a9weydvog2bl1/Disserta%C3%A7%C3%A3oMagna%2014_07_2019.pdf?dl=0

    Produto: https://www.dropbox.com/s/a1211sf4v1hckd6/ProdutoMagna%2014_07_2019.pdf?dl=0

  • GEANE SANTANA BATISTA DE OLIVEIRA
  • DIAGNÓSTICO DO CÂNCER DE MAMA E O ENSINO DE TÓPICOS DE FÍSICA MODERNA
  • Orientador : LAELIA PUMILLA BOTELHO CAMPOS DOS SANTOS
  • Data: 02/08/2019
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O ensino de Ciências, em especial da Física, não tem acompanhado os avanços tecnológicos ocorridos nas últimas décadas e tem acontecido de forma bastante desconectada da realidade dos alunos. Vários temas causam interesse e curiosidade aos estudantes, dentre eles podemos citar a radiação, que ainda gera reações de medo nas pessoas, pois a esse conceito associam-se sempre os seus efeitos negativos como os acidentes, as bombas atômicas e o câncer. A utilização da radiação de forma benéfica não tem sido ensinada, como no diagnóstico, tratamento de doenças e na produção de energia elétrica. Isso se deve ao fato do tema ser pouco discutido principalmente nas escolas. A dificuldade de abordagem deste tema nas escolas de ensino fundamental e médio deve-se à escassez de material, formação do profissional de educação, tempo demandado para que todos os assuntos sejam abordados e complexidade devido à abstração dos conceitos. Dessa forma, propomos neste trabalho elaborar uma sequência didática envolvendo os raios X usados no diagnóstico do Câncer de Mama (CM), utilizando Situação-Problema (SP) proposta por Meirieu. A aplicação da sequência didática foi feita através de leitura e discussões de textos sobre o tema; apresentação de vídeos e gifs animados; resolução de questões; e confecção do espectro eletromagnético com material de baixo custo. Percebemos que as aulas tiveram uma melhor dinâmica, e houve uma boa interação entre os alunos, favorecendo a aprendizagem dos conceitos. O estudo foi realizado em aulas de Física do 3º ano do Ensino Médio e os dados foram coletados ao longo da aplicação da sequência através de questionários, que foram analisados mostrando indícios de que a utilização de Situações-Problema como ferramenta didática para o ensino de física no Ensino Médio foi relevante para a aprendizagem dos conceitos. Também foi aplicado um questionário de opinião, onde foram destacados pelos alunos os pontos positivos da metodologia aplicada.

    Dissertação: https://www.dropbox.com/s/isvmkgcmz0ldb7q/Disserta%C3%A7%C3%A3o_Geane_Oliveira_2019.pdf?dl=0

    Produto: https://www.dropbox.com/s/x485xlqq8g0ez6n/Produto_Geane_Oliveira_2019.pdf?dl=0

2018
Descrição
  • JESSICA PEREIRA SANTOS
  • Estudo dos Conceitos Físicos de Cor e Espectro por Meio da Astronomia
  • Orientador : SERGIO SCARANO JUNIOR
  • Data: 24/08/2018
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Neste trabalho usamos a Astronomia como pano de fundo e elemento motivador para abordamos conceitos de óptica, ondulatória e Física contemporânea, usando a metodologia de aprendizagem cooperativa Jigsaw. A inserção da Astronomia é um potencial motivador da aprendizagem e através dela objetivamos construir um material didático potencialmente significativo. Para tanto, desenvolvemos atividades que se utilizam do conceito de cor e da espectroscopia, que foram apresentados concomitantemente com tópicos presente na grade curricular tradicional. Com o método Jigsaw, estabelecemos grupos colaborativos para as atividades práticas e teóricas. Destacamos que todas elas foram idealizadas de forma a não necessitar do uso de computadores. Os produtos finais incluem uma sequência didática e materiais para sua aplicação: 15 cartões temáticos para a aplicação do Jigsaw e duas atividades, uma sobre a calibração de espetros e outra sobre o Efeito Doppler Galáctico onde é possível observar o redshift de linhas em espectros de galáxias obtidos de bancos de dados astronômicos. Sobre a atividade de calibração, disponibilizamos todos os passos para a obtenção e tratamento dos espectros caseiros (incluindo vídeos tutoriais) e sobre como obter dados de valores padrões das raias espectrais no NIST, visando sua replicabilidade. Durante as aulas promovemos a comparação entre espectros provenientes de diferentes fontes luminosas de modo a discutir com os alunos a natureza da luz advindas dos astros. As três aulas dessa proposta ocorreram em uma escola pública na cidade de Aracaju, Sergipe. Através das respostas dos estudantes no pré-teste e no pós-teste, feitos sem fins estatísticos, foi possível notar indícios de melhora na quantidade de acertos, o que sugere que com uma atividade mais dinâmica é possível se não obter resultados ligeiramente melhores, com aprendizagem significativa, pelo menos a mesma aprendizagem com um grande ganho para o processo de interação entre todos os participantes. Estes testes forneceram dados a repeito de nossa prática, possibilitando a discussão sobre correções metodológicas. Pudemos perceber que o método Jigsaw, através da interação social que propõe, demonstrou potencial facilitador da aprendizagem significativa e agregador entre os indivíduos envolvidos no processo de aprendizagem.

    Dissertação: https://www.dropbox.com/s/tv0l539u7xlobjz/Disserta%C3%A7ao_Jessica_2018_pronto_FINAL_ScaranoJr.pdf?dl=0

    Produto: https://www.dropbox.com/s/fta3s5wcwqpcosh/Disserta%C3%A7ao_Jessica_2018_Produto.zip?dl=0

  • EDUARDO CONCEIÇÃO FORTALEZA
  • Proposta de uma UEPS para desenvolver os temas densidade e pressão no ensino médio
  • Orientador : TIAGO NERY RIBEIRO
  • Data: 23/08/2018
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esse trabalho propõe uma unidade de ensino seguindo os princípios da Unidade de Ensino Potencialmente Significativa (UEPS) proposta por Moreira (2011), tendo como eixo norteador o ensino dos conteúdosdensidade e pressão. O referencial teórico utilizado é o da Teoria da Aprendizagem Significativa. Os dados coletados a partir da aplicação da UEPS em sala de aula serão tratados numa abordagem qualitativa a partir da análise de estudo de caso da atividade proposta em seu contexto, de forma a determinar ou testar os elementos que definem um material potencialmente significativo, em uma turma de primeiro ano do ensino médio. Será realizado inicialmente um questionário inicial para identificação dos conhecimentos prévios dos estudantes. Em seguida, será realizado a elaboração e aplicação da UEPS em sala de aula e por último, será aplicado um questionário final para verificar indícios de aprendizagem significativa e evolução conceitual dos estudantes. Espera-se, a partir da aplicação da UEPS, identificar indícios de aprendizagem significativa dos estudantes durante todo o processo de ensino e aprendizagem.

    Link para Dissertação: https://www.dropbox.com/s/jdgwhozoycvkkmo/Eduardo%20Fortaleza%20-%20Eduardo_Fortaleza_Proposta%20de%20uma%20UEPS%20para%20desenvolver%20os%20conteudos%20densidade%20e%20pressao%20no%20ensino%20medio_%20julho_2018.pdf?dl=0

    Link para o produto: https://www.dropbox.com/s/jdgwhozoycvkkmo/Eduardo%20Fortaleza%20-%20Eduardo_Fortaleza_Proposta%20de%20uma%20UEPS%20para%20desenvolver%20os%20conteudos%20densidade%20e%20pressao%20no%20ensino%20medio_%20julho_2018.pdf?dl=0

2017
Descrição
  • WALTER PRADO DE CARVALHO NETO
  • Sequência Didática através da Experimentação para o Estudo do Eletromagnetismo
  • Orientador : PETRUCIO BARROZO DA SILVA
  • Data: 30/08/2017
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A sequência aqui abordada consiste em aulas onde são trabalhados desde a história do magnetismo, disponível no produto, até o desenvolvimento de experimentos relacionados aos fenômenos eletromagnéticos pressente em nosso cotidiano. A sequência didática foi elaborada buscando sempre estimular discussões e debates para se chegar as explicações dos fenômenos físicos utilizando experimentos e simuladores disponíveis no site phet colorado. Através dessa metodologia conseguimos obter um maior rendimento das aulas confirmado pelo ótimo rendimento dos alunos obtidos no pós-testes. Verificamos um aumento na participação dos alunos nas aulas, através da participação dos debates e do interesse em entender os fenômenos físicos envolvidos nos experimentos abortados em sala de aula. O material aqui elaborado foi aplicado em duas turmas de 3º Ano do Colégio Estadual João Alves Filho, em Aracaju-SE. A eficácia do material foi verificada através da aplicação de questionário antes e depois da abordagem dos experimentos, neste caso conseguimos observar uma melhora de mais 60% no número de questões acertadas pelos alunos.

    DISSERTAÇÃO: https://www.dropbox.com/s/qds1hvfd4m630ky/Dissertacao_Walter_2017.pdf?dl=0

    PRODUTOS: https://www.dropbox.com/s/ev802nw0visvtsw/Produto_Walter_2017.pdf?dl=0

  • CLAUDIO BISPO
  • UMA SEQUÊNCIA DE ENSINO-APRENDIZAGEM COMO FACILITADOR NO ENSINO DE VETORES
  • Orientador : CELSO JOSE VIANA BARBOSA
  • Data: 29/08/2017
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O presente trabalho teve como objetivo fazer uma análise bibliográfica do que foi realizado em termos de pesquisa no ensino de Física, em relação ao ensino de vetores e com base nesses dados, produzir uma sequência de ensino-aprendizagem para servir como suporte no ensino de vetores no ensino médio e analisar a efetividade dessa. A sequência teve início com o envio de um texto de apoio sobre vetores para os alunos e a solicitação da leitura do capítulo do livro didático sobre vetores e em seguida foi aplicado um pré-teste em uma turma de primeiro ano do ensino médio para verificar a realidade conceitual em que os alunos estão inseridos e o que eles aprenderam com a leitura prévia.Em seguida demos continuidade à sequência seguindo o método de ensino Peer Instruction (Instrução por Colegas), promovendo o aprendizado do conceito de direção, sentido e quantidade (módulo), necessário para o entendimento do conceito de vetores.Também foi utilizado um simulador para somar vetores, do Phet Colorado, como um facilitador do aprendizado que motivou os alunos a usarem o eixo de coordenadas. O conceito de vetores é fundamental para entender melhor certas grandezas físicas no ensino médio, por isso, é importante que o ensino de vetores seja realizado de forma que os alunos tenham uma aprendizagem significante. Na adição de vetores esse conceito deve ser tratado de forma que os estudantes aprendam a somá-los ou subtraí-los em uma ou mais dimensões.Para analisar os resultados obtidos foram aplicados um pré-teste e um pós-teste na turma de primeiro ano do ensino médio, na qual foi desenvolvida a sequência de ensino-aprendizagem.Com a aplicação da sequência de ensino-aprendizagem foi possível identificar um ganho no aprendizado, além de algumas dificuldades já esperadas de acordo com a bibliografia analisada.Palavras-chave: Ensino-aprendizagem de Física, vetores, instrução por colegas, conhecimentos prévios.

    DISSERTAÇÃO: https://www.dropbox.com/s/35s056itfmmdtkz/Dissertacao_Claudio_2017.pdf?dl=0

    PRODUTOS: https://www.dropbox.com/s/l3lkjx1a0kh5wv8/Produto_Claudio_2017.pdf?dl=0

  • EDIGENIA FERREIRA SANTOS
  • VARIÁVEIS CEFEIDAS E A CONTRIBUIÇÃO FEMININA NA CIÊNCIA: RECURSOS PARA O ENSINO DE OSCILAÇÕES, ONDAS E ÓPTICA
  • Orientador : SERGIO SCARANO JUNIOR
  • Data: 25/08/2017
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Sendo a ciência de uma forma geral repleta de exemplos associados a quebra de paradigmas, e em especial no que diz respeito à independência do gênero para produção do conhecimento, propomos nesse trabalho realçar contribuições científicas femininas e desenvolver uma sequência didática com produtos baseados em observações de variáveis Cefeídas. Utilizaremos como pano de fundo o método de análise de curvas de luz contextualizado com os procedimentos utilizados originalmente por Henrietta Leavitt no século XX, mas com procedimentos modernizados.Como produto de nossa investigação desenvolveremos materiais e sequencias didáticas que explorem os conceitos sobre oscilações, ondas e óptica estudados no ensino médio, podendo ser também aplicado no último ano do Ensino Fundamental.Os materiais podem ser usados de forma independente, a exemplo da caixa simuladora de campo estelar, que funciona recurso prático para simularmos as observações do céu em situações em que não teríamos como promover observações com os alunos. Da planilha eletrônica interativa que ilustrou especialmente os conceitos de período e frequência necessários para compreensão do diagrama Período-Luminosidade com a qual Leavitt revolucionou a Astrofísica.Para auxiliar os professores produzimos diversos vídeos tutoriais que ajuda na reprodução de nossa atividade ou para o desenvolvimento de seus próprios materiais. Com esses recursos podemos explicar o conceito de fotometria e de grandezas que podem ser medidas por meio da luz incidente em um detector, além de explorar os conceitos de óptica, de instrumentos ópticos e a medida dos fluxos de luz em mapas de fluxos.

    DISSERTAÇÃO: https://www.dropbox.com/s/74e52z5ip8f4wsu/Dissertacao_Edigenia_2017.pdf?dl=0

    PRODUTOS: https://www.dropbox.com/s/hobt9e0ukeos0w3/Produto_Edigenia_2017_%20MNPEF_POLO11.zip?dl=0

  • MARCELO BARRETO COSTA
  • A PRODUÇÃO DE FILMES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM SOBRE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA FÍSICA
  • Orientador : DIVANIZIA DO NASCIMENTO SOUZA
  • Data: 21/08/2017
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A sociedade contemporânea é testemunha ocular de uma série de avanços nas mais diversas áreas de atuação humana, principalmente no que tange aparatos tecnológicos. Contudo, a realidade de muitas salas de aula envolve um ensino feito de forma bem parecida com aquele que foi oferecido a gerações anteriores. Elementos que podem ser úteis para o processo de ensino e aprendizagem estão à disposição dos educadores, entretanto nem sempre são utilizados ou, quando são, muitas vezes de forma pouco significativa. Considerando esses aspectos, o objetivo desse trabalho foi utilizar a produção de filmes como ferramenta para o ensino de história e filosofia da ciência Física. Considerou-se a produção de filmes como estratégia metodológica por se tratar de um recurso que, além de inovador, possui grande potencial na promoção da Aprendizagem Significativa de uma ciência contextualizada. A produção dos filmes se deu numa escola pública da capital de Sergipe, em um projeto intitulado Videoteca da Ciência, que foi desenvolvido com alunos da segunda e terceira séries do Ensino Médio. Observou-se, entre envolvidos nesse projeto, uma compreensão mais ampla e contextualizada de conteúdos da Física, o desenvolvimento de valências de caráter social, além de uma elevação da autoestima. As experiências vivenciadas neste empreendimento contribuíram para que melhoramentos fossem feitos no projeto inicial resultando num produto ainda mais eficiente.

    DISSERTAÇÃO: https://www.dropbox.com/s/tp5e1eypjo0lyzs/Dissertacao_Marcelo_2017.pdf?dl=0

  • MAGDA DIAS DE OLIVEIRA SANTOS
  • TECNOLOGIA NUCLEAR E APLICAÇÕES: RESSIGNIFICAÇÕES DOS CONCEITOS COM O USO DE MATERIAL POTENCIALMENTE SIGNIFICATIVO PARA ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO.
  • Data: 21/08/2017
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A proposta deste trabalho foi elaborar um produto educacional com abordagem à temática da Tecnologia Nuclear e suas Aplicações no contexto da Educação Escolar, dentro de uma visão holística, proporcionando o desenvolvimento de uma proposta pedagógica que viabilize a transposição didática do conhecimento científico. Dentro desta perspectiva, foi feito o uso recursos das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC’s), tais como Hipermídias, recurso que permitiu a interação com diversas informações relacionadas com a temática, partindo dos conhecimentos pré-existentes, com intuito de observar as representações sociais a respeito da Tecnologia Nuclear e suas aplicações. Estimulou uma reflexão e buscaram-se soluções favoráveis para um futuro ambientalmente sustentável, despertando esse aluno para o ensino de ciências, permitindo a sua alfabetização científica. Inicialmente foi feita uma investigação sobre o que se entende por Tecnologias Nucleares, através de debates, abordando todos os pontos positivos e negativos, leitura de textos, uso de vídeos e apresentações dialogadas sobre o tema. Essa interação e esse diagnóstico, segundo a teoria de Ausubel, possibilitou ao aluno construir seu próprio conhecimento, estabelecendo conexões das situações do cotidiano com o conhecimento científico abordados em sala de aula. Também, foi apresentado o conteúdo através artigos científicos e simulações, mostrando sua origem e aplicabilidade através de material lúdico proporcionando maior motivação em aprender os conceitos de energia nuclear e suas tecnologias, bem como sua importância para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental de um país. Serão apresentadas situações problemas, de maneira a estimular as ressignificações de conceitos, e seguindo de uma verificação da aprendizagem. A partir do trabalho desenvolvido, foi elaborado um caderno com a proposta pedagógica, contendo sugestões de textos, simuladores, vídeos instrucional, atividades didáticas, constituindo um material potencialmente significativo, que pôde ser utilizado na alfabetização científica de estudantes da educação básica, em especial para estimular a transposição didática de saberes da área nuclear e especial para estimular a transposição didática de saberes da área nuclear e suas aplicações.

    DISSERTAÇÃO: https://www.dropbox.com/s/jktz5jelfe9qoe2/Dissertacao_Magda_2017.pdf?dl=0

    PRODUTOS: https://www.dropbox.com/s/eja6bs4bmihhtnk/Produto_Magda_2017.pdf?dl=0

  • MIQUELINE ARAGÃO SILVA
  • CÂMARA ESCURA DE ORIFÍCIO COMO CONTEXTO PARA O ENSINO DA SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS
  • Orientador : SAMUEL RODRIGUES DE OLIVEIRA NETO
  • Data: 18/08/2017
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Sabemos que existe uma relação mútua entre a Física e a Matemática e que muitos professores atribuem à falta de entendimento dos conceitos Físicos as dificuldades resultantes da não apropriação da Matemática. A extensa cobrança de resolução matemática de exercícios pode resultar nessa atribuição e gerar no aluno uma difícil distinção entre as duas áreas. É fato que a Matemática é indispensável ao estudo da Física, mas para que ela seja significativa e possa levar ao aluno a uma melhor compreensão dos fenômenos é preciso que seu ensino se dê de forma contextualizada para além dos murros da própria Matemática. Desta forma, propomos a contextualização de conteúdos da Geometria a partir da Óptica Geométrica no Ensino Fundamental. Mais especificamente apresentamos como produto roteiros de atividades investigativas para o ensino da Semelhança de Triângulos a partir da Câmara Escura de Orifício e do Teorema de Tales a partir da medição de altura de forma indireta através da sombra. O ensino destes tópicos se deu dentro de uma sequência didática que permitiu apresentar aos alunos conceitos de Óptica Geométrica e explorar seus esquemas sobre temas mais básicos da Geometria. Desta forma, as investigações trabalhadas anteriormente a elas foram um forma de ancorá-las para melhor avaliar seu uso. Os resultados se mostram satisfatórios dentro dos objetivos traçados de avaliar uso da Câmara Escura como situação potencialmente contextualizadora para o ensino da Semelhança e avaliar a abordagem e as atividades da sequência como propicia a propor situações onde os alunos usassem e aprimorassem seus esquemas cognitivos sobre Geometria e criassem subsunçores úteis para a formalização posterior dos conteúdos geométricos e também para o ensino de Física no Ensino Médio.

    DISSERTAÇÃO: https://www.dropbox.com/s/goowhcnw6ibsg61/Dissertacao_Miqueline_2017.pdf?dl=0

    PRODUTOS: https://www.dropbox.com/s/zvsd6ljtkfjl0v9/Produto_Miqueline_2017.pdf?dl=0

  • WILDSON WAGNER SANTOS DE ARAGÃO
  • Unidade Didática Contextualizada da Teoria do Caos Para o Ensino Médio
  • Orientador : EMERSON LUIS DE SANTA HELENA
  • Data: 15/08/2017
  • Dissertação
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Física do Caos é vista aqui de forma contextualizada com conteúdos aplicados ao ensino médio. Apresentamos na fundamentação teórica, alguns pensadores influentes que sustentam a ideia da contextualização como alternativa para tornar mais eficiente o processo de aprendizagem. A proposta do presente trabalho é desenvolver uma unidade didática de Teoria do Caos para o ensino médio que se relacione a tópicos de Física, mostrando a possibilidade de aplicação desse tema na educação básica, avaliando os conhecimentos adquiridos através de um questionário aplicado à turma depois da apresentação do produto.

    DISSERTAÇÃO: https://www.dropbox.com/s/omyczgrop8k104s/Dissertacao_Wildson_2017.pdf?dl=0

2016
Descrição
  • LUCIENE DA SILVA MENEZES
  • SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA APRENDIZAGEMATIVA DAS LEIS DE NEWTON
  • Orientador : CELSO JOSE VIANA BARBOSA
  • Data: 30/06/2016
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Assim como acontece em outras áreas de conhecimento, o ensino de Física permanece
    centrado nos conteúdos presentes nos manuais e livros didáticos. Nesta perspectiva, os
    professores tendem a transmitir os conteúdos em aulas apenas expositivas e sem
    apresentar ligação alguma com o cotidiano dos estudantes. Estes acabam tendo um
    comportamento passivo no processo, muitas vezes simplesmente realizando cálculos
    matemáticos ao invés de interpretar fenômenos físicos. Nesse produto educacional
    proponho aos professores de Física um modo diferente na abordagem das Leis de
    Newton, evitando a prática de aulas tradicionais em que o professor impõe os conteúdos
    a serem decorados pelos alunos apenas com o objetivo de passarem de ano. Essa
    metodologia foi desenvolvida no Colégio Estadual Dr. João de Melo Prado – Divina-
    Pastora, em uma turma de 1ª série do ensino médio. Como ferramenta facilitadora de
    ensino aprendizagem, fiz o uso de recursos educacionais como a figura intitulada “Onde
    estão as forças?”, mostrando a relação entre as forças e a variação da quantidade de
    movimento; a simulação do PhET “Cabo de Guerra” como demonstração interativa;
    questões conceituais do tipo “peer intruction”; construção de um dinamômetro; exibição
    do episódio “Polias (Roldanas)” da série de animação “Assim que Funciona”; kit
    experimental de roldanas. Como forma de avaliação da aprendizagem ativa levei em
    consideração aspectos qualitativos, como a participação dos alunos no decorrer do
    desenvolvimento das atividades, e aspectos quantitativos, através de questionário de
    pré-teste e pós-teste. Os resultados encontrados mostram que houve aprendizagem ativa
    por parte dos alunos. A proposta da dessa Sequência Didática é possibilitar que os
    alunos possam entender as aplicações das Leis de Newton no seu dia a dia, de forma
    dinâmica, com participação ativa dos mesmos, nas atividades desenvolvidas durante a
    aplicação.

  • RAPHAEL DE JESUS LISBOA AQUINO
  • DETECÇÃO E ANÁLISE DE MOVIMENTOS DO COTIDIANO VIA INTERFACE ARDUINO
  • Orientador : MARCELO ANDRADE MACEDO
  • Data: 21/06/2016
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • É perceptível a distância existente entre tecnologias produzidas pela ciência e o
    ensino de física na educação básica. A plataforma Arduino de programação física tem
    grande potencial para aplicações didáticas, artísticas e comerciais de modo a se apresentar
    como boa ferramenta de inclusão tecnológica, conhecimentos técnicos e revisão
    metodológica no ensino médio. O uso de equipamentos laboratoriais no ensino de ciência
    é meta frequente entre educadores. O presente trabalho ensina professores a montar um
    equipamento sofisticado para detectar alguns movimentos cotidianos, tais como quedas
    livre ou movimentos veiculares. Em relação a outras alternativas, este equipamento é
    vantajoso em quesitos como portabilidade, custo e adaptabilidade a outros projetos. A
    aplicação do objeto de estudo desse trabalho em turma de instrumentação para o ensino
    de física demonstrou fomentar interesse em programação física e melhorar a
    contextualização da cinemática, potencializando assim as chances de uma aprendizagem
    significativa.

  • MANOEL MESSIAS PEREIRA VALIDO FILHO
  • MEDIDAS DA VELOCIDADE DA LUZ USANDO OBSERVAÇÕES E SIMULAÇÕES ASTRONÔMICAS DAS LUAS DE JÚPITER
  • Orientador : SERGIO SCARANO JUNIOR
  • Data: 20/06/2016
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho propomos uma sequência didática modular, de caráter interdisciplinar e compatível com o currículo do ensino básico, sobre a medida da velocidade da luz. Inspirados no método de Römer para medir a diferença de tempo entre as ocultações das luas de Júpiter em configurações orbitais distintas com relação à Terra, elaboramos atividades que contemplam: (a) observações das ocultações das luas de Júpiter por meio de telescópios amadores; (b) análise de dados por meio de softwares profissionais da Astronomia; (c) simulações das observações utilizando o software Stellarium e (d) o uso de planilhas tanto para os cálculos quanto para explorar a física envolvida. Os módulos podem ser aplicados de forma independente e têm como produtos, além da sequência didática, tutoriais, vídeo-tutoriais e info-animações em PowerPoint para apoio às aulas teóricas.
    Utilizando três aulas complementares à grade tradicional, mas que podem ser facilmente adaptadas à grade de aulas normais, elaboramos duas info-animações em que, empregando a técnica de Instrução pelos Colegas – IpC, Ensino sob Medida - EsM e atividades práticas centradas no aluno, com base nas abordagens da Aprendizagem Significativa, exploramos os conceitos de cinemática (retilínea e circular), sistemas de referência, vetores e epistemologia científica.
    Por meio das asserções de um pré-teste e um pós-teste, utilizando questões do ENEM envolvendo os tópicos de Física e Astronomia, pudemos constatar uma evolução considerável no padrão de respostas antes e depois de nossa intervenção para mais de 90% das questões abordadas, com um rendimento significativamente superior à média das respostas apresentadas por todos os alunos de Sergipe participantes do ENEM, com base nos dados publicamente disponíveis pelo INEP. Correções metodológicas com base nos acerto e erros aferidos também são exploradas.

  • BERGSON ALVES DO NASCIMENTO
  • SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA ENSINO E APRENDIZAGEM DO CONCEITO DE FORÇA NUMA ABORDAGEM HISTÓRICA
  • Orientador : DIVANIZIA DO NASCIMENTO SOUZA
  • Data: 17/06/2016
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho teve por objetivo geral analisar as ferramentas que auxiliam no processo de ensino e aprendizagem do conceito de força na física no ensino médio e como objetivos específicos descrever relatos históricos de Aristóteles, Descartes, Leibniz e Newton e suas ligações com o estudo da física; propor uma sequência didática com interação social; e salientar os diferentes entendimentos acerca do conceito de força. Com a intenção de alcançar os objetivos propostos, este trabalho teve como procedimentos metodológicos a utilização da pesquisa descritiva, realizando um levantamento com abordagem qualitativa e quantitativa, tendo como participantes da pesquisa dezesseis alunos, distribuídos em quatro grupos, da 1ª série do Ensino Médio de uma escola particular de Aracaju. A pesquisa consistiu em, inicialmente, apresentar os diferentes conceitos de força na visão de Aristóteles, Descartes, Leibniz e Newton e aplicar um questionário para fazer uma avaliação sobre o conhecimento dos alunos. Posterior a essa ação, reuniu-se os quatro grupos e cada um abordou e apresentou um conceito diferente sobre força, sendo novamente aplicado o questionário para desvendar o nível de aprendizagem dos alunos após a realização dessa interação. Os resultados obtidos com a realização desse trabalho mostram que, ao se utilizar a sequência didática com interação social para explicar conceitos de física aos alunos do ensino médio, observa-se uma acentuada melhoria de compreensão sobre o conceito de força, que, muitas vezes, se apresenta como de difícil entendimento à primeira vista. Assim, percebeu-se com a realização deste trabalho que promover a sequência com interação social promove a participação dos alunos de maneira intensa e sistemática na apresentação dos conteúdos da física envolvendo relatos históricos, promovendo também um aprendizado mais eficiente.

  • JOSÉ RAFAEL DOS SANTOS
  • Aprendizagem Ativa: Uma proposta para o ensino de Luz e Som
  • Orientador : VELEIDA ANAHI DA SILVA
  • Data: 03/06/2016
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho buscamos entender o desenvolvimento do aluno sobre conceitos de ondulatória e como a relação desses conceitos mudam com o passar do tempo. Primeiramente, aplicaremos questionários que buscam um perfil da relação do aluno com a escola, com os professores, com os outros colegas de classe e com as metodologias utilizadas no processo de ensino aprendizagem, tentando entender o que os ‘MOBILIZAM”. Em seguida, aplicamos um pré-teste de concepções sobre conceitos de ondulatória. Nesse momento utilizaremos uma Unidade de Ensino Potencialmente Significativa (UEPS) com o tempo de aplicação por volta de doze horas aula e foi desenvolvida com intuito de auxiliar professores de Física da educação básica na abordagem do conteúdo de forma que seja possível a utilização de vídeos, simulações, questões problema desenvolvidos no Modellus e mapas conceituais de maneira lógica e potencialmente significativa. A última etapa da UEPS consiste na aplicação de um pós teste, com os resultados do pré-teste (notapré) e do pós teste (notapós) é possível calcular o ganho normalizado na nossa turma pela expressão fundamentada pela análise quantitativa sugerida por HAKE (1998), como também comparamos os resultados de maneira qualitativa. Estes valores de ganho normalizado podem ser comparados com resultados disponíveis na literatura de aplicação do método em várias instituições por todo o mundo. Já os questionários de relação foram analisados de acordo com a Teoria da Relação com o Saber de Bernard Charlot (2005), retirando “argumentos centrais” das respostas. A aplicação do projeto ocorreu no Centro Estadual de Educação Profissional Dom Brandão de Castro, situado na cidade de Poço Redondo, em 3 turmas do segundo ano do ensino médio. Esse projeto está focalizado numa das regiões de maior evasão e menor IDEB de Sergipe.

  • HÉLIO FERREIRA VICENTE
  • O uso de simuladores computacionais e aplicativos no processo de ensino e aprendizagem de conceitos de Estática: casos de sistemas de vigas hiperestáticas, no curso técnico integrado de construção civil.
  • Data: 31/03/2016
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Nesse trabalho, serão apresentadas atividades didáticas com vistas a aprimorar a prática docente e facilitar o processo ensino-aprendizagem de conceitos de Estática para estudantes do Ensino Médio Integrado e Ensino Técnico de Edificações. Com base na Teoria de Aprendizagem Significativa de D. Ausubel, foi desenvolvida uma sequência didática para que os discentes do curso em tela resignifique e aplique os conceitos relacionados com as condições de equilíbrio dos corpos sob ação de forças e suas relações com a teoria das estruturas. Pretende-se, dar um novo formato na atividade docente, a serem descritos em um roteiro de atividades didáticas, ao ensino de Estática, conceituada como: ``ramo da Física onde se estudam as condições de repouso ou de equilíbrio dos corpos sob a ação de forças" e suas aplicações na Teoria das Estruturas. Espera-se contribuir para a facilitação do processo de ensino-aprendizagem de conceitos de Estática para o estudante do ensino médio integrado. O objetivo específico é o cálculo de esforços reativos em elementos estruturais e saberes relacionados, estudados nos cursos de Edificações. Pretende-se introduzir os conceitos de força e equilíbrio estático, por meio do desenvolvimento de objeto de aprendizagem constituído de softwares livres, tal como o Modellus, e simuladores do PhET e o aplicativo Ftool. Através do aplicativo Modellus, em cuja interface o aluno visualiza, em um modelo, com valores predeterminados, obtidos das composições de cargas em um elemento estrutural hiperestático, as variações dos esforços reativos, quando manipulamos os valores de algumas variáveis. Em seguida usa-se o aplicativo Frame tool (Ftool), neste mesmo modelo estrutural, para o cálculo, construção dos gráficos de forças cisalhantes, momentos fletores e perfil da linha elástica (configuração deformada do elemento estrutural) e a obtenção dos valores das forças reativas partir dos esforços ativos presentes no componente estrutural.

2015
Descrição
  • RONILSON PINHEIRO DA SILVA
  • MOVIMENTO ACELERADO E O HOMEM NA LUA: DESMISTIFICANDO TEORIAS DE CONSPIRAÇÃO ATRAVÉS DA DEMONSTRAÇÃO INVESTIGATIVA
  • Orientador : SERGIO SCARANO JUNIOR
  • Data: 22/10/2015
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • No presente trabalho investigamos a utilização do ensino investigativo como estratégia de facilitação do ensino-aprendizagem sobre conteúdos envolvendo o movimento acelerado. Neste contexto tomamos como pano de fundo as teorias da conspiração sobre a ida do homem à Lua. A pesquisa foi desenvolvida no Instituto Federal do Maranhão – Campus Barra do Corda, em uma turma de 1º ano do ensino médio do curso integrado em Informática. Com ela abordamos além dos conteúdos do currículo do 1º ano (queda livre e lançamento oblíquo) o tópico de pêndulo simples, comumente visto no 2º ano. Como ferramentas facilitadoras da aprendizagem do tema, fizemos uso de recursos educacionais como simulações computacionais, experimentos demonstrativos e vídeo análises através do software Tracker. Esses recurso se somaram em uma sequência didática como nosso produto educativo final. As atividades foram desenvolvidas através de trabalhos em grupos fundamentadas na teoria Sócio-interacionismo de Vygotsky, de aulas expositivas dialogadas e do ensino multilateral, visando à construção do conhecimento através do ensino ativo. Como forma de avaliação da aprendizagem levamos em consideração aspectos qualitativos, como a participação dos alunos no decorrer do desenvolvimento das atividades, e aspectos quantitativos, através de questionários de pré e pós-testes. Os resultados encontrados nos mostram que o uso do ensino investigativo subsidiado por temas contextualizadores como a ida do homem à Lua se apresenta como uma boa ferramenta de aprendizagem sobre movimento acelerado. Com ele condensamos diversos conteúdos da grade tradicional em poucas aulas, instigando a discussão ativa e o senso crítico dos alunos e quantitativamente promovendo um aprendizado significativo dentro da escala de tempo investigada.

  • LUCIANO SEDRAZ SILVA
  • A EXPERIMENTAÇÃO EM ELETRICIDADE: UMA ESTRATÉGIA FACILITADORA DA APRENDIZAGEM DE TÓPICOS DE FÍSICA ABORDADOS NO ENSINO MÉDIO
  • Orientador : DIVANIZIA DO NASCIMENTO SOUZA
  • Data: 13/06/2015
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • O uso da experimentação como estratégia de ensino em Física tem sido apontado por professores e alunos como uma das ações didáticas mais significativas no processo de ensino e aprendizagem. Corroborando esta afirmação, os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) recomendam o uso da experimentação, enfatizando a relação teoria-experimento e incorporando a interdisciplinaridade e a contextualização. Apoiados nessa ideia, elaboramos este trabalho com a finalidade de colaborar para o aprimoramento do ensino da disciplina em questão. Para isto, elaboramos um projeto denominado de Oficina de Eletricidade, que foi desenvolvido no segundo semestre de 2014, com a participação de 12 alunos da 3ª série do ensino médio do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Sergipe, na cidade de São Cristóvão, SE. O projeto consistiu em atividades experimentais sobre fenômenos elétricos, por meio do qual os participantes tiveram a oportunidade de compreender e contextualizar temas de eletricidade a partir de experimentos simples e de baixo custo. A partir da Oficina, produzimos um material de apoio, chamado Kit Didático (Produto educacional), que consiste em um Manual de Montagem dos Experimentos e um DVD com um vídeo das montagens. Com as instruções presentes no Kit, professores e alunos do ensino médio poderão repetir os experimentos e até aprimorá-los. O referencial teórico deste trabalho foi fundamentado na teoria de aprendizagem significativa de David Ausubel e na Pedagogia de Paulo Freire, nas quais o aprendiz é o foco principal no processo de ensino e aprendizagem. Os resultados encontrados nesse trabalho nos mostram que a experimentação no ensino de Física é uma ferramenta que auxilia no ensino e na produção de uma aprendizagem significativa.

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema3.ema3 v3.5.16 -r18156-ca4d4a6fac