Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFS

2019
Descrição
  • GILDEVANA FERREIRA DA SILVA
  • A aplicabilidade do método Infomapping no Departamento de Assuntos Acadêmicos do Instituto Federal de Sergipe
  • Orientador : JANAINA FERREIRA FIALHO COSTA
  • Data: 15/08/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho teve como proposta a elaboração de um manual eletrônico de gerenciamento da informação para o Departamento de Assuntos Acadêmicos do Instituto Federal de Sergipe através do uso do método Infomapping. Com o objetivo de promover a melhoria da gestão da informação dentro do departamento e facilitar o acesso e recuperação dessas informações, aplicou-se as quatro etapas do método, tornando possível o estabelecimento de parâmetros de determinação dos principais recursos informacionais elaborados e utilizados pelo departamento na sua principal atividade, o processo seletivo de ingresso discente. A identificação de todos os recursos informacionais do setor possibilitou tornar visível a fragilidade de alguns processos, além de pontuar a necessidade de um gerenciamento mais eficaz destes recursos. A metodologia aplicada permitiu a elaboração de uma base de conhecimento do departamento através da criação de uma ferramenta de suporte tecnológico, além da elaboração e utilização de fluxos informacionais bem definidos para apoio gerencial na execução ás atividades do setor.

  • SHEILA RODRIGUES DOS SANTOS MACÊDO
  • A GESTÃO DOCUMENTAL DE PRONTUÁRIO DO PACIENTE EM SAÚDE PÚBLICA MUNICIPAL EM ARACAJU: da situação real para a ideal e sua inovação
  • Orientador : VALERIA APARECIDA BARI
  • Data: 31/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • O constante avanço das tecnologias da informação transformaram significativamente a vida em sociedade, provocando mudanças na estrutura gerencial de inúmeros setores da administração, como a saúde, onde o uso da informação é a principal ferramenta no atendimento ao paciente, efetuada através da utilização do prontuário, documento utilizado para o acompanhamento médico. Porém, com o passar dos anos, o emprego deste em suporte de papel, acabou dificultando a assistência ao usuário, uma vez que já não apresenta grande funcionalidade, ficando exposto a sérios prejuízos. Diante disso, torna-se evidente a importância da transição para o suporte eletrônico, onde os mesmos serão gerenciados de maneira efetiva e inteligente, através de condutas funcionais de gestão da informação. Para análise dos dados, foi empregado o método de Análise de Conteúdo, que demonstrou uma grande carência na gestão documental da US ‘Celso Daniel’, onde os PPs são arquivados de forma incorreta, evidenciando também que a realização dos processos de GI pode contribuir para melhoria na qualidade de atendimento. Como considerações finais, a pesquisa demonstrou que a aplicação da gestão da informação depende diretamente da iniciativa de seus gestores, através da realização de capacitações que conduzam os profissionais da instituição à correta gestão documental, qualificando o serviço realizado na unidade.

  • THIAGO LIMA SOUZA
  • DISPOSITIVOS INTELIGENTES: o uso do RFID em bibliotecas.
  • Orientador : TELMA DE CARVALHO
  • Data: 31/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • As tecnologias vêm proporcionando mudanças constantes nos cenários cotidianos e modificando a forma como as pessoas têm se relacionado. Para as bibliotecas, os dispositivos inteligentes são grandes aliados para inovações em produtos e serviços. Neste sentido, a pesquisa se propôs a identificar o potencial do RFID com utilização de geolocalização para análise do comportamento, experiência e frequência do usuário na biblioteca, considerando o acesso a diversos ambientes da Biblioteca Central da Universidade Federal de Sergipe (BICEN/UFS). Trata-se da elaboração de uma proposta para a BICEN que demonstre os requisitos necessários para implementação desse sistema. Utilizou o método descritivo para descrever as características do serviço disponibilizado, a pesquisa exploratória e a pesquisa bibliográfica, com recorte temporal de 2011 a 2017. Na literatura internacional a publicação sobre a utilização do RFID em bibliotecas é recorrente, principalmente em enfoques relacionados à privacidade, segurança, inventário e rastreamento de itens, ao passo que na literatura nacional o discurso é menor limitando-se a segurança dos itens, inventário e auto- atendimento. Como produto do projeto apresentado à BICEN/UFS elaborou-se um documento denominado “Diretrizes para implementação de análise do comportamento e experiência do usuário em bibliotecas a partir dos cartões institucionais com RFID”. Considera-se que, embora a proposta tenha sido apresentada à BICEN/UFS ela serve de parâmetro para outras bibliotecas universitárias.

  • SHIRLEY DOS SANTOS FERREIRA
  • ARQUIVOS ESCOLARES COMO FONTE DE INFORMAÇÃO: intervenção na elaboração de modelo de gestão documental
  • Orientador : VALERIA APARECIDA BARI
  • Data: 31/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação de mestrado teve como propósito discutir os Arquivos Escolares como fonte de informação e pesquisa. Este espaço de memória institucional da escola, que abriga em suas caixas e armários importantes documentos que registram o cotidiano administrativo e educacional da mesma e que também conta a trajetória escolar de alunos, traçando o perfil do estudante, a atividade acadêmica dos professores que por lá lecionaram, assim como por meio de seu acervo possibilita a descoberta de como foi a metodologia educacional, essas informações encontram-se registradas nos livros de atas livros de ocorrências, diários de classes, ofícios, dentre outros documentos do Arquivo Escolar. O interesse pelos Arquivos Escolares como fonte e espaço de pesquisa ainda é algo recente, principalmente dentro da Ciência da Informação. A área predominante das pesquisas nesse ambiente informacional é na História da Educação, com um grande interesse no Arquivo Escolar principalmente como um espaço de memória, patrimônio educativo escolar. A pesquisa aqui caracterizada tem natureza exploratória, caráter aplicado, utilizando como metodologia a observação participante, precedida de estado da arte com a pesquisa em fontes bibliográficas. Tem como objetivo geral a proposição de um produto gestor, o Manual de Gestão Documental de Arquivo Escolar Permanente, aplicável no Sistema Estadual de Educação de Sergipe, que também sirva de fonte e parâmetro para implantação em outros estados da federação. E como objetivos específicos buscou, diagnosticar a situação do Arquivo Escolar da Escola Estadual “General Valadão”, um estabelecimento de ensino centenário de Aracaju, para estabelecer um modelo de gestão que melhore a consulta, recuperação e disseminação da informação documental de sua documentação permanente. A observação de campo constatou que não há um conhecimento por parte dos responsáveis dos Arquivos Escolares sobre a temática de arquivo, dos métodos de arquivamento, conservação e preservação desse acervo, bem como ainda sobre a questão de gestão documental, assim como não existe na rede estadual de educação nenhum documento norteador. Identificou-se também a ausência de identidade dos funcionários com o Arquivo Escolar, não consegue-se entender o arquivo além de espaço abrigador de documentos ultrapassados e velhos e seus responsáveis pela atividade também não têm uma identidade com a atividade realizada, não consegue fazer a atividade com êxito ou porque não conhece a rotina ou porque o documento estavam em estado de acumulação, dificultando assim a localização do documento desejado. Como considerações finais, constatamos que infelizmente ainda o arquivo escolar não desempenha a função social e cultural dentro do espaço escolar, bem como a falta de preservação e organização deste tipo de arquivo põe em risco a memória da escola, a falta de um profissional da área da documentação dificulta o bom funcionamento e uso do arquivo escolar e a ausência de uma política de gestão documental desse tipo de acervo contribui para um acumulo de massa documental sem nenhum critério.

  • VANDERLÉA NOBREGA AZEVEDO CORTES
  • ESTRUTURAÇÃO DA MEMÓRIA ORGANIZACIONAL PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO: entre o tácito e o explícito
  • Orientador : VALERIA APARECIDA BARI
  • Data: 31/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Contextualizada a partir dos marcos da inovação tecnológica presentes nas relações histórico- sociais da Ciência da Informação e fundamentada em sua interdisciplinaridade, esta pesquisa de natureza aplicada, com abordagem qualitativa, objetivos exploratórios e descritivos, desenvolvida por meio de uma pesquisa-ação, teve como objetivo estruturar a Memória Organizacional no âmbito da Procuradoria da União em Sergipe. A partir do referencial teórico embasado por estudiosos da memória e suas dimensões, gestão do conhecimento e do Storytelling, foi aplicado um plano de ação de gestão de memória por meio de uma intervenção para a estruturação da Memória Organizacional distribuído em dez metas, que geraram diferentes produtos de memória: site da Memória Institucional, vídeo histórico e a elaboração de um modelo de Síntese Estrutural de Memória Organizacional (SEMO), o qual é inovador e inédito. Concluiu-se que o plano de estruturação da Memória Organizacional e o modelo SEMO são inovadores por sua natureza aplicada, visto que, os estudos sobre a temática estão em construção e precisam ser reconhecidos pela sua cientificidade e contribuição para a Ciência da Informação. Sua aplicação proporcionou a externalização do conhecimento tácito em uma dimensão que superou, a princípio, os objetivos da pesquisa. Os principais protagonistas do processo foram os sujeitos organizacionais que narraram suas experiências e legados. Sugere-se a formação de um conselho paritário de gestão de memória para elaboração e implantação de política, normas, capacitações e discussões colegiadas sobre a memória organizacional, enquanto a instituição não contempla a gestão de memória em seu planejamento estratégico.

  • RAQUEL GONÇALVES DA SILVA DE ARAUJO FERNANDES
  • O ESTÍMULO À LEITURA EM BIBLIOTECAS PRISIONAIS ATRAVÉS DO DESENVOLVIMENTO DE DINÂMICAS CULTURAIS
  • Orientador : GERMANA GONCALVES DE ARAUJO
  • Data: 30/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho apresenta estudo que tem como objetivo geral o desenvolvimento de um modelo de dinâmica cultural para incentivo à leitura de itens informacionais que não são consumidos pelas internas do Presídio Feminino de Sergipe – PREFEM-SE. Para tanto, a metodologia utilizada se baseou em um estudo fenomenológico de abordagem qualitativa, o universo da pesquisa representado pelas internas do PREFEM-SE. Para a coleta de dados foram utilizados questionários e entrevistas, além de observações e análises de dados que permitiram a criação de um diagnóstico que serviu como base para a concepção da ação de intervenção. Nesta ação realizou-se atividades com três grupos de internas leitoras e não leitoras, 10 mulheres por grupo, onde foram apresentadas temáticas selecionadas a partir do diagnóstico: Violência doméstica, Feminismo e Maternidade no cárcere, assuntos que estiveram presentes em curtas- metragens e textos selecionados. Após a realização das atividades, as internas foram convidadas para se expressarem por meio de discussões e por intermédio de cartazes, manifestando a sua interpretação sobre a atividade realizada e apresentando umas para as outras. Os resultados apontaram para uma aproximação entre biblioteca e internas, em relação ao espaço físico e dimensional do local, além do contato com realidades análogas e a visualização de representatividade nos textos e curtas-metragens. Conclui-se que a atividade gerou elementos positivos sobre as discussões dos textos e curtas-metragens, noções de interpretação, relação dos elementos e a abordagem criativa por meio dos cartazes, além de trazer não leitoras para o universo do livro e da leitura, dando dinamicidade ao espaço da biblioteca.

  • BARBARA FRANCA BARCELLOS
  • COMPORTAMENTO INFORMACIONAL DE ESTUDANTES EM FORMAÇÃO COM O USO DAS METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO APRENDIZAGEM
  • Orientador : TELMA DE CARVALHO
  • Data: 30/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • As metodologias ativas têm por finalidade incentivar o aluno a aprender de maneira autônoma e participativa. A UFS adota em todos os seus cursos da área da saúde, no Campus de Lagarto, essa metodologia e, tendo em vista as dificuldades de pesquisa apresentadas pelos estudantes em formação com o uso do PBL, essa pesquisa teve, como objetivo geral, a partir dos resultados obtidos, apresentar propostas de como melhorar as competências e habilidades para a autonomia em pesquisa de estudantes universitários em formação que utilizam as metodologias ativas de ensino aprendizagem no campus de Lagarto. Os dados da pesquisa apontam dificuldades quanto ao acesso às fontes específicas (bases de dados e tipos de estudos específicos) da área de atuação e de habilidades para realizar estratégia de busca, com o uso dos operadores booleanos, descritores e filtros de pesquisa. A pesquisa apresentou, como proposta de intervenção, um tutorial de pesquisa online para auxiliar na realização de buscas bibliográficas. Com esse produto, a pesquisa também alcança o terceiro objetivo específico, o de contribuir para ampliar as habilidades e competências dos alunos nos recursos de informação para tomadas de decisão. O estudo caracteriza-se como pesquisa ação e pesquisa exploratória. Utilizou-se um questionário para levantamento do grau de dificuldade de busca por informação em bases de dados, configurando assim como abordagem quali-quantitativa. O local da intervenção ocorreu na Universidade Federal de Sergipe, Campus Professor Antônio Garcia Filho, localizada no município de Lagarto/SE.

  • CLAUDIA TERESINHA STOCKER
  • A ARTE DE CONTAR HISTÓRIA COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DE LEITORES NA BIBLIOTECA PÚBLICA INFANTIL DE SERGIPE - PROJETOS IMPLANTADOS DE 2007 A 2018.
  • Orientador : JANAINA FERREIRA FIALHO COSTA
  • Data: 29/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • A proposição de estudo sobre a contação de histórias como ferramenta na formação de leitores em bibliotecas públicas, mais especificamente em Bibliotecas Infantis, objetivou o presente trabalho de modo a mostrar que ações permamentes e bem coordenadas, podem contribuir para o uso constante das bibliotecas públicas, que são vistas até hoje, pela maioria da sociedade, como depósito de livros velhos. Porém a realidade da biblioteca pública do século XXI vai de encontro aos antigos rótulos. A biblioteca hoje pode ser vista como um polo cultural a serviço da comunidade na qual está inserida. Trazer para as páginas deste estudo o fazer da Biblioteca Pública Infantil de Sergipe no período de 2007 a 2018, é deixar o registro histórico de um período onde a biblioteca mais esteve em evidência, tornando-se um referência no Estado e fora dele. Sob a gestão de um profissional Bibliotecário e com a implantação de projetos permamentes de incentivo a leitura, a biblioteca infantil mostrou que o espaço Biblioteca Pública pode contribuir com o desenvolvimento do potencial criativo e crítico das crianças, professores, servidores e demais frequentadores do espaço. A contação de histórias e mediação de leitura são atividades transformadoras que despertam no público adulto e infantil o gosto pela literatura e o contato permamente com os livros.

  • ANAÍSE DE SANTANA SANTOS
  • INCLUSÃO DIGITAL NA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: desenvolvimento de competência informacional nos usuários cegos e com baixa visão do espaço acessibilidade da BICEN
  • Orientador : JANAINA FERREIRA FIALHO COSTA
  • Data: 26/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação consiste em um estudo desenvolvido dentro do Espaço Acessibilidade, setor localizado na biblioteca central da Universidade Federal de Sergipe, o qual envolveu os usuários cegos e com baixa visão do referido espaço problematizando em torno da sua competência informacional. Foram conceitos que fundamentaram esta pesquisa: inclusão digital, competência informacional e mediação da informação. Objetivou-se, então desenvolver a competência informacional nos usuários cegos e com baixa visão, ressaltando o caráter mediador do profissional bibliotecário. Os objetivos específicos foram definidos da seguinte forma: identificar iniciativas de inclusão digital e de desenvolvimento da competência informacional existentes no setor; verificar a competência informacional dos usuários cegos e com baixa visão do Espaço Acessibilidade; elaborar um manual impresso em Braille para direcionar o uso das bases de dados pelos usuários cegos e com baixa visão do referido espaço. Como instrumentos de coleta de dados foram utilizadas as entrevistas abertas e semiestruturadas. A análise concentrou-se nas atividades de inclusão digital e competência informacional desenvolvidas no setor, bem como o nível de competência informacional dos seus usuários, sob os parâmetros de: necessidades de informação, fontes de informação, dificuldades no acesso, obtenção da informação e uso da tecnologia. Considerou-se o método qualitativo de pesquisa como o mais adequado para a análise dos dados. Constatou-se que as atividades de inclusão digital e competência informacional desenvolvidas pelo setor estão em nível inicial, o acesso, observou-se que necessidade de informação está atrelada as disciplinas cursadas pelos usuários e que o conhecimento de fontes informacionais é bastante raso por parte destes. Conclui-se que o manual em Braille pretendido por esse estudo foi construído o que suscita inquietações em torno de futuras pesquisas propondo-se assim a investigação de como ações de cunho educativo desenvolvidas no Espaço Acessibilidade podem auxiliar o desenvolvimento cognitivo do deficiente visual, bem como o desenvolvimento de programas de competência informacional conjuntamente por professores dos departamentos e o profissional bibliotecário do Espaço Acessibilidade.

  • LUIS CLAUDIO DOS SANTOS BASTOS JUNIOR
  • INFORMAÇÃO ESTRATÉGICA PARA O TRABALHO: uma proposta de suporte informacional para a empregabilidade.
  • Orientador : SERGIO LUIZ ELIAS DE ARAUJO
  • Data: 26/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem como objetivo central desenvolver uma proposta de suporte informacional para a empregabilidade por meio do Observatório Informacional do Trabalho (OIT) em prol dos profissionais sergipanos. Tal ação justifica-se diante do quadro de desempregados no estado, e da falta de pesquisas relacionadas a temática. Os objetivos específicos são: Identificar o perfil das organizações pertencentes ao quadro da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (ACESE); Levantar as principais competências profissionais demandadas pelas organizações que compõem a Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (ACESE); Caracterizar as competências profissionais nos setores de serviço, produto, indústria e terceira do setor da Associação Comercial de Sergipe (ACESE); Disponibilizar através de quadros as competências levantadas na pesquisa, contribuindo informacionalmente com Observatório Informacional do Trabalho (OIT). Quanto à metodologia, esse estudo é classificado como descritivo, com estratégia survey e de abordagem quali-quantitativa. Os dados foram coletados através da aplicação de questionários semiestruturado com os proprietários de empresas associadas a ACESE, e posteriormente, uma entrevista de aprofundamento da temática com os empreendedores selecionados de cada setor elencado. Concluiu-se com a pesquisa que a formação educacional é fundamental para contratação nas empresas pesquisas, principalmente diante das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), ademais, evidenciou-se a relevância que as competências ligadas ao comportamento têm para como a contratação dos profissionais para essas empresas sergipanas. Desta feita, o estudo desenvolveu quadros com as informações coletadas sobre a empregabilidade, visando orientar esses profissionais na empregabilidade.

  • MARIA DE LOURDES DOS SANTOS
  • Mediação cultural: estudo a partir das informações presentes nas esculturas religiosas, na documentação e no ambiente virtual no Museu de Arte Sacra de Laranjeiras/SE
  • Orientador : MARTHA SUZANA CABRAL NUNES
  • Data: 26/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo propõe contribuir com o processo de mediação cultural, no contexto da Ciência da Informação, inserido no espaço museal. Objetivando dimensionar ações de mediação cultural através da pesquisa sobre as imaginárias da exposição de longa duração do Museu de Arte Sacra de Laranjeiras (MASL); com os objetivos de dotar o Museu de instrumentos que promovam a mediação entre o objeto e o usuário; criar um catálogo fotográfico e documental, bem como elaborar um blog, com o intuito de desenvolver a pesquisa e dar maior visibilidade à instituição e o seu acervo. Tais informações, bem como o acervo fotográfico aliado à pesquisa documental e o uso das TICs, farão parte do processo de mediação cultural entre o Museu e seu público. Pretende-se fundamentar uma proposta de aporte teórico e técnico de pesquisa exploratória de cada representação escultórica, sob a visão iconográfica, artística e histórica, à luz da produção e uso da mediação cultural, visando suprir as lacunas de informação existentes. Sua relevância tem origem na constatação que através do estudo do objeto pode-se permitir o processo de mediação e por meio deste, realizar a disseminação da informação e a gestão do conhecimento. Para compor esse cenário, fez-se necessário conhecer a partir da construção da história política, econômica e religiosa da cidade refletida através de seus bens patrimoniais, compreendido entre os séculos XVIII a meados do século XX, época que marca o início de seu apogeu e de seu declínio. No âmbito da pesquisa compor uma identificação historiográfica, segundo estilos artísticos, procedência e outros relevantes instrumentos de análise com o intuito de disponibilizar instrumentos, que revelem o sentido documental da coleção, em uma ruptura na abordagem atualmente utilizada. Seguindo esta estrutura, a mediação cultural das informações é efetivamente a ação que permitirá o acesso e a interação entre o produto e seu público-alvo. Foi adotada uma metodologia de abordagem qualitativa, unindo a tecnologia contemporânea e interativa, através de um blog e um instrumento físico em forma, de um catálogo documental das imaginárias promovendo condições necessárias para que a disseminação seja uma realidade através dos meios e práticas da mediação cultural.

  • DULCE ELIZABETH LIMA DE SOUSA E SILVA
  • A GESTÃO DE RISCOS NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO DOCUMENTAL: análise da Coordenadoria Geral de Protocolo e Arquivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
  • Orientador : SERGIO LUIZ ELIAS DE ARAUJO
  • Data: 16/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Cada vez mais, a informação vem se tornando insumo necessário para o desenvolvimento social, político e empresarial. Pensando nessa gestão estratégica, o modelo que vem sendo adotado pelo governo federal para a administração dos órgãos do executivo, pautado na transparência das ações administrativas, está inserindo novas metodologias de trabalho com o objetivo de tornar mais eficientes os órgãos públicos. Nessa política de transparência, surge a política de controle interno, gestão de risco e governança. A gestão de riscos possui diversos benefícios como o aumento da probabilidade de atingir os objetivos propostos, a melhoria da identificação de oportunidades e ameaças, a eficiência operacional, identificação de perdas e custos, bem como base sólida e segura para tomada de decisão e planejamento. Na perspectiva da governança arquivística, a Coordenadoria Geral de Protocolo e Arquivo (CGPA) do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS), responsável pelo desenvolvimento de ações e políticas voltadas para as atividades da gestão documental, pode utilizar a gestão de riscos como uma ferramenta para o desenvolvimento dos seus projetos e segurança na sua execução. Esta pesquisa buscou analisar a aplicação da gestão de riscos na implantação da gestão documental na CGPA. Ela se caracteriza como uma pesquisa qualitativa, descritiva, participante e ação. Como instrumento norteador, foi utilizado um manual desenvolvido pelo então Ministério do Planejamento, atual Ministério da Economia. O resultado desenvolvido foi um mapeamento dos riscos e um plano de implementação de controles.

  • MAKSON DE JESUS REIS
  • CIÊNCIA DE DADOS E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: data literacy, alfabetização de dados para o profissional da informação
  • Orientador : TELMA DE CARVALHO
  • Data: 12/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • A dissertação apresentada tem como objetivo geral desenvolver habilidades e competências em alfabetização e em gerenciamentos de dados para bibliotecários. Assim, apresenta-se em seu referencial teórico, um processo evolutivo baseado nos paradigmas de Thomas Kuhn, a fim de discutir e compreender sobre o quarto paradigma que é baseado em dados. As pesquisas científicas serão transformadas pela grande quantidade de informação desenvolvidas pelas pesquisas e outros meios surgindo o denominado dilúvio de dados. O trabalho aborda a evolução dos dados na ciência, os tipos e ciclo de dados, bem como o processo de armazenamento e gerenciamento desses dados com reflexão sobre os paradigmas anteriores e o surgimento da e-Science. Traz, também, discussão sobre a interdisciplinaridade entre a Ciência da Informação e a Ciência de dados, até o surgimento da biblioteconomia de dados, como campo de atuação para o denominado bibliotecários de dados. Nesse sentido, apresentam-se, as habilidades e competências necessárias para sua formação, com base na matriz de competências de Chantel Ridsdale (2015). Utilizou-se como o universo da pesquisa, a Biblioteca Central da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), como campo de atuação para a promoção da oficina ministrada sobre alfabetização de dados aos bibliotecários desta instituição. Apresenta-se como produto da dissertação, um guia que servirá como embasamento teórico para prática de alfabetização de dados e gerenciamentos de dados. Conclui-se que o produto gerado tem caráter inovador e contribuirá com a temática de dados na Ciência da Informação. Além disso poderá ser utilizado pela equipe bibliotecária da BICEN/UEFS em treinamentos e serviços na biblioteca.
    Palavras-

  • CAROLINA KARLA FERNANDES
  • OS FLUXOS DE INFORMAÇÃO NO SETOR DE ´PERIÓDICOS DA BIBLIOTECA CENTRAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE: contribuição da ciência da informação para a disseminação do conhecimento científico.
  • Orientador : MARTHA SUZANA CABRAL NUNES
  • Data: 10/07/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação trata dos fluxos de informação circulantes no Setor de Periódicos da Biblioteca Central da Universidade Federal de Sergipe e se fundamenta pela necessidade de descrever, com objetividade, a organização destes fluxos frente às perspectivas atuais em Ciência da Informação e Gestão da Informação e do Conhecimento. Portanto, visa minimizar os lapsos informacionais existentes e que merecem atenção, pois sintetizam a realidade infocultural e gerencial desta unidade de informação. Os objetivos do estudo são: realizar a gestão da informação e do conhecimento no Setor de Periódicos da Biblioteca Central da Universidade Federal de Sergipe. Os objetivos específicos são: mapear e analisar os fluxos de informação no Setor de Periódicos da BICEN; digitalizar os periódicos Cadernos UFS: Geografia/ História; disseminar a informação científica destes periódicos, via repositório institucional, para domínio público; flexibilizar o acesso à informação científica das revistas no formato físico por meio do fornecimento de cópias digitais aos usuários, quando da solicitação de material por correio eletrônico; descrever a participação do Setor de Periódicos da biblioteca no suporte à gestão das revistas eletrônicas da UFS. Neste sentido, trata-se de uma pesquisa do tipo bibliográfica, descritiva, de natureza predominantemente qualitativa. Um estudo de caso estruturado a partir de um projeto de intervenção, que consistiu na gestão da informação no Setor de Periódicos da BICEN a partir do mapeamento de seus principais fluxos e na digitalização de cinquenta artigos contidos em dez periódicos intitulados de ”Cadernos UFS: Geografia / História”, produzidos no período de 1995 até 2010. Como metodologia, o processo passou por sete etapas, que vão desde a elaboração destes fluxogramas e da sua descrição analítica, passando pelo processo de digitalização propriamente dito, pela implantação dos dados digitalizados no repositório institucional, pelo serviço de fornecimento de cópias digitais de artigos científicos, pela elaboração de planilhas estatísticas de controle de dados/ circulação de revistas, pela padronização dos procedimentos de conversão do documento impresso em digital e pela descrição do gerenciamento dos periódicos UFS. Dentre os resultados obtidos, os de maior representatividade foram: a recuperação da informação científica contida nos cadernos UFS, o aumento da visibilidade dos periódicos perante a comunidade acadêmica, a informação científica em acesso livre/domínio público, o mapeamento dos fluxos informacionais do Setor de periódicos, o crescimento de solicitações dos usuários aos serviços eletrônicos e físicos oferecidos pela biblioteca. Conclui-se que é possível viabilizar o acesso aberto à informação e, concomitantemente, preservar a integridade do documento e a memória institucional de forma qualitativa, auxiliando no processo pedagógico, na mediação e disseminação da informação e na formação cognitiva de novos e melhores sujeitos informacionais.

  • LUCAS VINÍCIUS JUNQUEIRA CAVALACHE
  • APLICABILIDADE DO BUSINESS INTELIGENCE À GESTÃO DA INFORMAÇÃO DE TARIFAS DE COMÉRCIO INTERNACIONAL: intervenção na Sigmarhoh Group
  • Orientador : MARTHA SUZANA CABRAL NUNES
  • Data: 13/06/2019
  • Dissertação
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem como objetivo principal apresentar um modelo de Gestão da Informação para Comércio Exterior e Tarifas a partir de intervenção na empresa Sigmarhoh Group. O Tema versa sobre a aplicabilidade do Business Intelligence à Gestão da Informação de tarifas de Comércio Internacional. Tem foco na organização de dados para melhorar a visualização de dados por parte dos usuários organizacionais durante o processo de Gestão da informação, auxiliando assim na tomada de decisão. Pretende contribuir com o desenvolvimento do interesse acadêmico, organizacional e empresarial em relação à Gestão de informação e sua criação na área de Comércio Exterior (COMEX). Para tanto apresenta referencial teórico embasado nas interpretações mais convencionais de Gestão da Informação, bem como da conceituação área de Business Intelligence. Aplicação do Business Intelligence ao Comércio Internacional e um modelo organizacional da área de exportação, setor no qual a pesquisa focou. A Organização Mundial do Comércio (OMC) - World Trade Organization (WTO), abrange a maioria dos Estados Soberanos que possuem comércio exterior ativo, porém, devido à existência de um extenso número de países, 195 no total, milhares de commodities (matéria-prima semi-manufaturada) e outros produtos industriais comercializados, observa-se um fluxo maior e mais impactante de informações derivadas de tarifas, o que cria um ambiente caótico o qual as organizações/empresas de comércio exterior precisam gerenciar. As empresas a nível internacional, necessitam de instrumentais de Gestão da Informação no setor tarifário, devido à dificuldade no rápido acesso às regras do GATT-OMC em geral e às tarifas em particular, quando relacionadas a um commodity e dois parceiros comerciais. Muitas empresas exportadoras e importadoras ao redor do mundo perdem muito tempo no processo de busca de regras e tarifas até obter um resultado ótimo para aplicar determinado artigo do GATT-OMC a um conjunto de países e commodities, ou simplesmente obter uma visualização panorâmica e gráfica de padrões tarifários ao longo de determinado período de tempo. O produto proposto é um Modelo de Gestão da Informação para Comércio Exterior aplicado à organização de dados tarifários e foi desenvolvido a partir da pesquisa interna na empresa Sigmarhoh Group que exporta e importa, necessitando de práticas adequadas ao tratamento de dados no âmbito da Gestão da Informação.

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2019 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r8359-d3285c9c0